7 motivos para você colocar a sua empresa na internet

sete motivos para colocar sua empresa na internet

Se você possui uma empresa e está pensando em colocá-la na internet, saiba que já é hora! A internet veio para ficar e certamente a maioria dos seus clientes já está presente na web. Em 2014, uma pesquisa feita pela Cetic.br mostrou que 55% da população brasileira já utiliza a internet. Imagine que são mais de 95 milhões de internautas brasileiros acessando sites, interagindo nas redes sociais, fazendo compras online, lendo notícias, tudo através dos seus computadores, notebooks, tablets e celulares.

Se apesar desses argumentos você continua em dúvida sobre a importância da internet para o seu negócio, veja esta lista com 7 razões para investir agora nessa ideia!

1. Seus clientes estão na internet (e navegando por horas)

clientes na internet

O número de usuários de internet no Brasil vem crescendo exponencialmente ao longo dos anos. De acordo com a pesquisa, enquanto em 2008 apenas 39% da população brasileira (acima de 10 anos) havia acessado a internet pelo menos uma vez, em 2013 esse número cresceu para 58%.

Esse resultado se deve, em parte, ao aumento no uso de celulares com acesso à internet, e de outros dispositivos portáteis, como notebooks e tablets, que facilitaram o acesso à web de qualquer lugar. Se antes você acessava a internet apenas do trabalho ou de casa, agora ela está na palma da sua mão. Pelo celular é possível estar conectado e informado todo o tempo, seja através de sites de notícias, redes sociais ou até mesmo WhatsApp. Vai me dizer que você mesmo não usa a internet com alguma frequência? 🙂

E se ter um site é importante, ter um site otimizado para celular é ainda mais. Atualmente, o celular é principal meio de acesso à internet, segundo a pesquisa, sendo selecionado por 76% dos usuários. O computador (desktop), ficou em segundo lugar com 54%.

Então você já sabe: para tirar proveito desta audiência crescente na internet, não basta ter um site qualquer. Você precisa ter um site otimizado para celular. O próprio Google já lançou uma atualização que favorece sites que oferecem uma boa experiência para usuários mobile.

Como vimos, a maioria dos seus clientes já está na internet lendo notícias, compartilhando experiências e se relacionando com pessoas e empresas. Você vai deixar a sua empresa de fora?

2. Sua empresa também já está na internet (mesmo sem você ter colocado)

clientes falando sobre uma marca

O famoso boca-a-boca continua em alta, mas cada vez mais essa conversa acontece na internet. Para contar sobre suas experiências, sejam elas positivas ou negativas, agora os usuários utilizam sites e redes sociais e falam para centenas ou milhares de pessoas de uma só vez. Então a realidade é que, mesmo que decida não colocar a sua empresa na internet, ela continuará presente nas conversas dos usuários. Pensando nisso, não seria melhor se a sua empresa estivesse conversando com eles?

Sites de avaliação e reclamação ganham cada vez mais força na web e ajudam a construir a reputação online das empresas. O site Reclame Aqui, por exemplo, recebe 15 milhões de visitantes por mês à procura de informações sobre a reputação das empresas. O Trip Advisor, por sua vez, é referência para pesquisa sobre lugares, hotéis e restaurantes. Redes sociais, como o Facebook e o Twitter, se tornaram canais de relacionamento com o cliente.

Embora pareça uma ameaça, e infelizmente há quem ainda pense assim, a internet oferece muitas oportunidades para quem faz um bom trabalho. Aproveite para divulgar a sua empresa na internet e se relacionar com os seus clientes. Construir uma boa reputação online é fundamental hoje em dia!

3. Seu negócio ficará disponível 24 horas por dia

empresa na internet

Quantas vezes você acessou a internet para buscar um telefone ou endereço de uma empresa que já conhecia? Muitas vezes, imagino. Com a sua empresa na internet, ela poderá ser facilmente encontrada. Muitas pessoas inclusive preferem pesquisar pela internet em vez de ligar para a empresa. É menos trabalho para você e mais conveniência para os seus clientes. Já pensou nisso?

Imagine que você tem um restaurante e decide criar um site para ele. Você poderá incluir diversas informações neste site, como fotos do ambiente, cardápio, endereço, telefone, entre outros itens. Como essas informações estarão disponíveis na internet, qualquer pessoa interessada em seu restaurante poderá saber mais sobre ele através do seu site.

Sem um site você precisa esperar (e torcer!) que essa pessoa tenha interesse suficiente no seu negócio a ponto de ir pessoalmente ver o ambiente, o cardápio etc. Ou então que ela ligue no horário comercial, quando você ou o seu funcionário poderá ajudar. Para que contar com isso se você pode ter uma vitrine da sua empresa em tempo integral?

E se você possui uma loja física e deseja expandir, o e-commerce é uma ótima oportunidade. Ao contrário da loja física, que funciona em horário definido, a loja virtual fica aberta 24 horas na internet. Ter uma loja virtual requer planejamento e dedicação, mas é possível começar pequeno e expandir conforme o negócio cresce. Neste artigo nós mostramos todos os passos para criar uma loja virtual. Para quem não deseja ter uma loja virtual, um site institucional já é um ótimo passo.

4. Expansão do negócio para novos mercados

expansao novos mercados

Antigamente uma loja estava restrita aos clientes do bairro ou da cidade em que ela estava situada. Com a internet isso vem mudando e atualmente as barreiras geográficas praticamente não existem. Os maiores exemplos disso são os sites que vendem produtos da China e que são uma febre no Brasil. Hoje qualquer empresa no mundo pode vender para clientes de qualquer lugar.

Ao mesmo tempo que a internet fez a concorrência aumentar, também trouxe aos negócios a oportunidade de expandir a área de atuação para outros mercados. Se antes ele estava limitado geograficamente, agora não mais. Ter um site ainda traz comodidade para o cliente, pois facilita serviços como o de entrega (delivery) e acesso à lista de produtos e preços do seu negócio. Basta o cliente acessar seu site, escolher o que quer e fazer a encomenda.

Ainda que você prefira manter o seu negócio como local, com um site você tem a chance de divulgar a sua empresa para clientes em potencial, que estão próximos, mas que por algum motivo ainda não visitaram a sua loja.

5. Estreitar o relacionamento com clientes (e gerar novos negócios)

estreitar relacionamento cliente

A internet é um ótimo canal para empresas se relacionarem com clientes porque é barato, fácil e principalmente, porque os seus clientes estão lá. Basta que a sua empresa também esteja presente e interaja com eles. Além disso, a web tem gerado cada vez mais negócios, que não se concretizam somente na própria internet, mas também fora dela.

Para você ter uma ideia, os brasileiros gastam 690 horas por mês em redes sociais e somente o Facebook recebe 58 milhões de visitantes por mês (fonte: Techtudo). Ainda segundo o site, o Brasil é líder em tempo gasto nas redes sociais, com 60% a mais que o restante do planeta. Existe oportunidade melhor do que essa?

Seja através de um blog corporativo, de e-mail marketing ou de uma página no facebook, seu negócio precisa se relacionar com os seus consumidores. O ambiente online é um ótimo lugar para começar a desenvolver esse relacionamento, pois é mais barato e fácil de experimentar.

Com um site para o seu negócio e uso de algumas redes sociais é possível tornar a sua empresa muito mais próxima do seu público, mesmo investindo pouco. Você pode, por exemplo, divulgar novidades, compartilhar fotos e responder as dúvidas dos seguidores da sua empresa. Para isso você precisar investir somente tempo e caprichar no conteúdo que vai publicar.

6. Divulgação da sua empresa na internet

marketing digital

A internet permite que qualquer um faça propaganda, investindo pouco. Ferramentas populares como o Google AdWords e o Facebook Ads, possuem formatos de divulgação em que você define um orçamento e paga somente pelos cliques no anúncio. As ferramentas são simples de usar e há muito material para quem quer se desenvolver no tema. Muitas agências e freelancers também oferecem este tipo de serviço, com preços que variam de acordo com o volume de investimento.

Outra forma de divulgação é a publicação de um blog para a sua empresa. Esta opção demanda menos dinheiro, porém mais tempo. Nele você pode contar as novidades, escrever sobre assuntos relacionados ao seu negócio, publicar tutoriais dos seus produtos e por aí vai. Requer dedicação e tempo, mas traz bons resultados no longo prazo. Você pode criar um blog por conta própria ou contratar algum profissional para fazer isso para você. Vai depender do seu conhecimento técnico e do tempo que tem disponível. Se quiser se aprofundar, confira nosso artigo com 4 ferramentas para criar um blog grátis ou o nosso tutorial completo sobre como criar um blog no WordPress.

O tema é vasto, mas o mais importante é você entender que há diversas formas de divulgar a sua empresa na internet. E em todas elas, o investimento costuma ser menor do que em mídias tradicionais, como TV, rádio, jornal e revista. A internet ampliou as possibilidades e permite que empresas de todos os tamanhos possam divulgar a sua marca.

7. Porque nunca foi tão fácil (e tão barato) estar na internet

facil e barato

Felizmente há muitas opções para quem quer colocar a sua empresa na internet, e para todos os bolsos. O mais importante é você começar investindo o tempo e os recursos disponíveis.

Quem deseja começar gastando nada ou pouco, pode utilizar ferramentas ótimas e gratuitas como o Wix ou o WordPress.com. Quem pode investir em algo mais profissional e robusto, tem uma ótima opção no WordPress.org. Também é possível fazer (quase) tudo sozinho ou terceirizar o trabalho com profissionais. Cada escolha possui vantagens e desvantagens.

Veja também: Quanto custa um site?

Então, como colocar minha empresa na internet?

De forma resumida, você precisa seguir os passos abaixo para criar um site e colocar o seu negócio na internet:

  1. Registre um domínio com o nome do seu negócio (ex: www.minhaempresa.com). Ele será o endereço do seu site. Se precisar de ajuda, veja nosso passo a passo para registrar um domínio.
  2. Escolha uma ferramenta para criar o seu site. Se você quer fazer seu site por conta própria e de forma fácil, considere um criador de sites. Se tem algum conhecimento técnico ou planeja terceirizar a criação, também pode criar um site no WordPress. Para criar uma loja virtual, dê uma olhada nas plataformas de e-commerce mais populares do mercado.
  3. Divulgue seu negócio através de um blog e nas redes sociais relevantes para o seu público. As ferramentas de blog mais populares são o Blogger e o WordPress. Se o seu negócio é local, cadastre-o também no Google Meu Negócio. Isso vai melhorar as chances do seu site ser encontrado nas ferramentas do Google!

Se tiver alguma dúvida sobre como colocar a sua empresa na internet, deixe um recado nos comentários, que faremos o possível para ajudar você! 😉

Publicado originalmente em 30/08/2013 - Atualizado em 28/12/2017

Por:

Profissional de marketing com MBA pela FGV e mais de 10 anos de experiência na área digital. Já trabalhou em rádio, em empresa de tecnologia, teve uma agência digital e atualmente empreende no Tudo sobre Hospedagem de Sites. É apaixonada por sites desde o surgimento das primeiras ferramentas e adora ajudar as pessoas a criar os seus próprios sites.

2 Comentários

  1. Renata

    Boa tarde! Me chamo Renata, trabalho com venda de produtos eróticos e sensuais,quero muito montar um site, mas nao sei nem por onde começar,se puderem me ajudar agradeço.Gostaria de contratar os serviços de vcs, mas não sei como fazer.
    Aguardo

    Responder
    • Redação
      Equipe Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá Renata,

      Obrigado pelo seu comentário. Ele foi respondido por email, mas para ajudar outras pessoas que possam ter a mesma dúvida, estamos publicando a resposta aqui também.
      Nós não prestamos o serviço de criação de sites, mas podemos te ajudar a escolher uma boa opção para o seu caso. Se você deseja apenas ter um site institucional, o WordPress pode ser uma boa opção, porque é fácil de instalar e configurar. No entanto, se você deseja vender pela internet, talvez o Magento possa ser uma opção melhor, porque é uma plataforma exclusiva para sites de e-commerce.
      Por favor me avise se tiver outras dúvidas, para que possamos ajudá-la.

      Responder

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉