WordPress.com e WordPress.org: entenda a diferença

Diferenças WordPress.com e WordPress.org
Muita gente fica em dúvida quando precisa escolher uma versão da famosa ferramenta de publicação WordPress. A confusão ocorre porque a plataforma possui duas modalidades distintas, disponíveis em WordPress.org e WordPress.com. Apesar de compartilharem o mesmo código-fonte, estes dois “tipos” de WordPress possuem diferenças significativas entre si.

Mas afinal, qual a diferença entre o WordPress.com e WordPress.org? Como escolher a melhor opção para o seu projeto? Neste artigo, vamos tentar esclarecer estas questões e ajudá-lo a fazer a melhor escolha. Se quiser pular logo para a parte que você tem mais interesse, clique nos links abaixo:

O que é WordPress?

WordPress é um sistema gerenciador de conteúdo baseado na web. Em outras palavras, é um programa online que permite que qualquer pessoa com acesso ao painel de administração consiga criar e editar o conteúdo de um site. A este sistema, dá-se o nome de CMS, do inglês, Content Management System, que significa sistema de gerenciamento de conteúdo, em tradução livre.

Atualmente, o WordPress é o gerenciador de conteúdo mais utilizado no mundo, estando presente em mais de 30% dos sites em toda a internet.
Fonte: W3Tech – julho de 2018.

Criado inicialmente apenas para o gerenciamento de blogs, a plataforma evoluiu e atualmente é amplamente utilizada para outras finalidades, como o gerenciamento de sites, portais, lojas virtuais, e outros. Por ser um sistema de código-aberto (open source), suas funcionalidades (e finalidades) são expandidas frequentemente, graças à contribuição de milhares de desenvolvedores e empresas. Veremos mais detalhes sobre isso daqui a pouco.

A popularidade do WordPress é grande e vem aumentando, sendo o CMS líder no segmento. Atualmente, o WordPress é o gerenciador de conteúdo mais utilizado no mundo, estando presente em mais de 30% dos sites em toda a internet.

História do WordPress

O WordPress foi lançado em 2003, por Matt Mullenweg and Mike Little, com a proposta de criar uma ferramenta para publicação de blogs gratuita e de código aberto (open source). A intenção era acrescentar “beleza e funcionalidade à escrita diária de qualquer pessoa”, segundo seus fundadores, que também a consideram uma “plataforma semântica de publicação pessoal feita no estado da arte”.

No início do projeto, apenas funcionalidades básicas eram oferecidas para alguns poucos usuários. De lá para cá, uma comunidade gigantesca se formou em torno do projeto, contribuindo não apenas com a popularização da ferramenta, mas também com a sua evolução. Isso porque grande parte dos recursos utilizados atualmente no WordPress foram criados de maneira colaborativa, por milhares de desenvolvedores voluntários e empresas em todo o mundo.

Hoje em dia, mais de 566 mil pessoas estão oficialmente inscritas para participar de encontros presenciais sobre o WordPress em 903 cidades e 101 países espalhadas pelo mundo. O fórum de suporte do WordPress possui mais de 2 milhões de tópicos criados desde o início de sua existência. Sites bem conhecidos pelo público, como o da Forbes, CNN, Tech Crunch, TED, e até mesmo o da Casa Branca, utilizam o WordPress como sistema de publicação.

WordPress e suas modalidades

Como você já sabe, o WordPress possui dois “sabores” distintos: O primeiro é o WordPress instalado, que pode ser baixado gratuitamente em WordPress.org. O segundo é o wordPress hospedado, disponível como um serviço em WordPress.com.

Vamos conhecer as diferenças entre WordPress.com e WordPress.org a seguir.

WordPress.org – versão instalada

WordPress.org - repositório

A versão instalada do WordPress está disponível no endereço wordpress.org (repositório oficial do sistema) e pode ser baixada gratuitamente por qualquer pessoa. Para funcionar, o código baixado deve ser instalado em um servidor de hospedagem. Este é o motivo pelo qual nos referimos à esta versão do WordPress como “instalada”.

O repositório oficial do WordPress também disponibiliza gratuitamente milhares de temas e plugins para a plataforma. Temas – ou templates – são como a “roupa” do WordPress. Ao instalar um tema, o usuário pode alterar a aparência e as funcionalidades do site. Os plugins funcionam como extensões para o WordPress, acrescentando funcionalidades e recursos ao site.

WordPress.org: código aberto e comunidade em crescimento

Comunidade do WordPress

Uma característica interessante da modalidade instalada do WordPress é que ela possui código aberto. Isso permite que seus usuários utilizem e modifiquem o WordPress como desejarem. Essa característica talvez seja um dos segredos do seu sucesso, porque muita gente customiza o WordPress profundamente, adaptando-o às suas necessidades. Como resultado, a grande maioria dos temas e plugins para WordPress foram criados por programadores e empresas independentes.

Essa característica fomenta uma enorme comunidade de usuários, profissionais e entusiastas, em torno do WordPress. Eles contribuem em diversos aspectos para a melhoria da plataforma. Um ponto interessante sobre isso é que não existe um canal de suporte oficial para o WordPress instalado. Ao invés disso, há um fórum de suporte gigantesco, onde usuários amadores e profissionais se ajudam mutuamente.

A documentação do WordPress, que contém explicações sobre seu funcionamento e instruções para desenvolvedores, também é feita e disponibilizada de forma colaborativa. Nela é possível encontrar informações que vão desde os primeiros  passos com o WordPress, até itens mais complexos, como instruções para o desenvolvimento de temas e plugins.

Pré-requisitos para uso do WordPress instalado (.org)

O download do WordPress é apenas o passo inicial para criar um site usando a plataforma. Para usá-lo em todo o seu potencial, é necessário instalar o CMS em um servidor de hospedagem. De maneira resumida, você precisará de:

  • Domínio
  • Hospedagem de sites compatível com o WordPress

Domínio – É o endereço do site, como por exemplo meusite.com.

Hospedagem de sites – É o local que contém todos os arquivos do site, incluindo o código-fonte do WordPress e os uploads feitos para o site. O conteúdo do site fica armazenado em um banco de dados, também fornecido pela hospedagem.

O domínio pode ser registrado em qualquer empresa que preste o serviço, não existindo a obrigação de ser a mesma fornecedora da hospedagem. O preço de um domínio pode variar dependendo da terminação desejada. Terminações populares, como .com e .com.br podem ser adquiridas por menos de R$ 50 por ano. Veja aqui ótimas empresas para o registro de domínios.

O serviço de hospedagem de sites é oferecido em diversos formatos e preços. A maioria dos planos de hospedagem mais populares são compatíveis com o WordPress. Muitos, inclusive, oferecem a instalação automática do WordPress, eliminando a necessidade de download do código-fonte e instalação manual. Para sites pequenos e médios, os preços costumam ser bem atrativos e podem incluir recursos adicionais, como serviço de e-mail, SSL grátis, entre outros. Veja aqui opções de hospedagem com ótimo custo-benefíco, todas compatíveis com o WordPress.

O WordPress instalado é uma ferramenta tão popular que muitas empresas criaram planos especializados na plataforma. Este tipo de plano geralmente oferece diferenciais exclusivos para o WordPress, como instalação e atualizações automáticas, ambiente gerenciado e monitorado, entre outros recursos, que variam de empresa para empresa. O custo acaba sendo um pouco maior do que os planos de hospedagem de sites tradicionais, por conta dos diferenciais. Mas pode compensar se os diferenciais oferecidos forem interessantes para o administrador do site. Veja aqui uma seleção dos melhores planos de hospedagem para WordPress.

Temas e plugins para o WordPress instalado (.org)

WordPress temas

O WordPress instalado permite o uso de diversos plugins e temas (templates) criados por terceiros. Para temas e plugins gratuitos, dê preferência aos baixados no próprio repositório do WordPress. Se optar por um tema ou plugin comprado, faça isso em lojas confiáveis, como a Theme Forest, Template Monster e outras.

WordPress.org - plugins

A oferta de temas e plugins, gratuitos ou pagos, é muito grande. Por isso, assim como ocorre em outros sistemas populares, como o Windows e o Android, é importante tomar alguns cuidados antes de instalar um tema ou um plugin. Certifique-se de que o mesmo é confiável, avaliando a reputação de quem o produziu, bem como se o mesmo recebe atualizações constantes.

WordPress.com – versão hospedada

Portal WordPress.com

Em WordPress.com, o uso da plataforma é realizado como um serviço. Nesta modalidade, você não precisa se preocupar com nenhum detalhe técnico, como hospedagem, SSL e backups. Muito menos com lidar com a atualização do WordPress, dos temas e dos plugins. Isso porque estes aspectos estão incluídos no serviço. Aqui, o WordPress funciona como outros criadores de sites, onde os usuários pagam uma espécie de aluguel pela utilização da ferramenta. O serviço é oferecido e mantido pela Automattic, empresa fundada pelo criador do WordPress, Matt Mullenweg, que está até hoje na direção da empresa.

Os usuários do WordPress.com realizam a administração do site através de um painel de controle diferente do painel disponibilizado na versão instalada do WordPress. Além do gerenciamento esperado, como publicação de páginas e posts, o painel do WordPress.com contém outros aspectos, como uma área para administração do plano escolhido, inclusão de domínios, entre outros. É interessante notar que o painel tradicional do WordPress, o mesmo encontrado na versão instalada, também pode ser utilizado em WordPress.com. O link de acesso ao famoso wp-admin também está disponível no painel do cliente.

Planos e preços do WordPress.com

Ao criar uma conta no serviço, o usuário deve optar por um dos 4 planos disponíveis, incluindo uma modalidade gratuita. O plano grátis de WordPress.com não oferece a possibilidade de conectar um domínio. Nesse caso, deve definir um endereço para o site que será um subdomínio de wordpress.com, como por exemplo meusite.wordpress.com. A modalidade grátis também inclui uma assinatura do WordPress no rodapé e a personalização básica de temas.

Os outros três planos disponíveis em WordPress.com são o Pessoal, o Premium e o Negócios.

RecursosGratuitoPessoalPremiumNegócios
Armazenamento3 GB6 GB13 GBIlimitado
Personalização de designBásicaBásicaAvançadaAvançada
Preço mensalGrátisR$ 12R$ 26R$ 83
Domínio personalizadonãosimsimsim
Remoção de anúncios do WordPress.comnãosimsimsim
Suporte via chat e e-mailnãosimsimsim
Temas Premium ilimitadosnãonãosimsim
Monetização com anúnciosnãonãosimsim
Suporte ao VideoPressnãonãosimsim
Ajuda personalizadanãonãonãosim
Instalação de Pluginsnãonãonãosim
Envio de temas personalizadosnãonãonãosim
Integração com Google Analyticsnãonãonãosim
Remoção da marca WordPress.comnãonãonãosim
VisitarVisitarVisitarVisitar

O plano Pessoal, que custa R$ 12 por mês, permite conectar um domínio personalizado (ex.: meusite.com), remove a assinatura do WordPress no rodapé e dá acesso ao suporte por e-mail e chat. Nos outros aspectos, ele é bem semelhante ao plano gratuito.

O plano Premium (R$ 26/mês)  inclui todos os recursos do plano Pessoal, além de acesso a temas premium, personalização de design avançada, mais espaço para armazenamento de arquivos e possibilidade de monetizar o site através da rede de anúncios WordAds, do próprio WordPress.

O plano negócios é o mais caro, mas também o mais interessante do ponto de vista da customização. Ele custa R$ 86 por mês e é o único plano que permite a instalação de temas e plugins de terceiros. Ou seja, aquela infinidade de temas e plugins disponibilizadas no diretório do WordPress.org (e em muitos outros sites), só pode ser utilizada neste plano.

Ver planos WordPress.com

Temas e plugins para o WordPress hospedado (.com)

Plugins em WordPress.com

Ao contrário do que ocorre no WordPress instalado (.org), nem todo tema ou plugin para WordPress pode ser usado no WordPress.com. Como mencionamos acima, apenas o plano Negócios permite a instalação de temas e plugins de terceiros. O plano Gratuito e o Pessoal oferecem uma coleção limitada de temas, enquanto o plano Premium amplia esta possibilidade, oferecendo temas superiores.

Os temas disponíveis para cada plano podem ser visualizados dentro do painel de administração do WordPress.com, na área Personalizar. Apenas os templates disponíveis dentro do painel podem ser usados, à exceção do plano Negócios, que permite a instalação de temas e plugins adquiridos em sites externos. Usuários do plano Pessoal ou Gratuito que queiram usar um tema Premium, disponível dentro do painel do WordPress.com, podem adquiri-lo no próprio painel. O preço muda de acordo com o template escolhido.

Tabela comparativa entre WordPress.com e WordPress.org

Para facilitar a visualização e a comparação de todos os recursos em ambas as modalidades do WordPress, preparamos a tabela abaixo.

WordPress.orgWordPress.com
Personalização do layoutSimSim
Aplicativo mobileSimSim
Permite alterações no código-fonteSimNão
Hospedagem incluídaNãoSim
Backups automáticosNãoSim
Certificado SSLSim, mas precisa ser instaladoSim
Permite loja onlineSimApenas no plano Negócios
Instalação de plugins de terceirosSimApenas no plano Negócios
Instalação de temas de terceirosSimApenas no plano Negócios
Remoção da assinatura no rodapéSimSim, exceto o plano gratuito
Permite conectar domínio próprioSimSim, exceto o plano gratuito
Suporte técnicoComunidadeComunidade (todos os planos),
chat e e-mail (Pessoal ou superior)
Monetização do siteSimApenas no Premium e Negócios

Aplicativo mobile WordPress

Apps mobile e desktop para WordPress

Já fazem alguns anos que os usuários do WordPress podem contar com um aplicativo mobile. O app está disponível não apenas nas plataformas mobile, como Android e iOS, mas também possui uma versão desktop, que pode ser instalada em computadores Windows, Mac OS e Linux.

O aplicativo permite administrar muitos dos aspectos do WordPress, principalmente a publicação e edição de conteúdos do site. É possível realizar algumas ações de configuração, como por exemplo a mudança de temas e a instalação de plugins. No entanto, o aplicativo pode deixar a desejar no gerenciamento de recursos mais avançados.

O aplicativo mobile, bem como suas versões para desktop, pode ser utilizado em ambas as modalidades do WordPress. Ou seja, sites criados em WordPress.com e WordPress.org podem se beneficiar do app.

Vale mencionar que o aplicativo não é necessário ou fundamental para administrar o WordPress, pois isso pode ser feito usando qualquer navegador de internet, como o Chrome, Firefox, Microsoft Edge, entre outros. O aplicativo, no caso, apresenta-se como uma opção alternativa, sendo considerado mais amigável por alguns usuários.

Todas as versões do aplicativo para WordPress podem ser baixadas gratuitamente em apps.wordpress.com.

Migração entre WordPress.com e o WordPress instalado

Migração WordPress.com para WordPress.org

A migração entre as plataformas WordPress.com e WordPress.org é possível, independente da direção. Isto é, pode-se migrar o conteúdo de um site em WordPress.com para uma versão instalada da plataforma e vice-versa.

No entanto podem existir algumas restrições quanto ao que é possível migrar. O conteúdo principal, como posts, páginas e arquivos de mídia, podem ser migrados sem maiores problemas. No entanto, alguns itens, como plugins e temas premium podem não ser compatíveis, dependendo da modalidade escolhida como destino.

Para saber mais sobre o assunto, incluindo um passo a passo de como realizar o procedimento, veja o artigo como migrar do WordPress.com para WordPress.org.

Como escolher a melhor opção?

Para tornar mais fácil a comparação, imagine que estamos decidindo entre alugar um apart-hotel ou comprar um imóvel.

Em um apart-hotel você tem à sua disposição uma série de serviços, como lavanderia, arrumação, portaria etc. Além disso, qualquer problema com o imóvel, como um vazamento, não será de sua responsabilidade, mas sim do proprietário do imóvel. Por outro lado, neste tipo de imóvel, você não tem liberdade para fazer qualquer tipo de reforma ou modificação no apartamento. Pode, no máximo, pegar as suas coisas e se mudar para outro lugar.

Podemos comparar um apart-hotel com o serviço oferecido em WordPress.com. Todos os aspectos do gerenciamento da hospedagem, atualizações do WordPress, backups e segurança, estão incluídos no serviço. Se você desejar “se mudar”, poderá, no máximo, exportar o conteúdo do seu site e importá-lo em outra plataforma, com algumas limitações.

Já o WordPress instalado (.org), seria como se estivéssemos comprando um imóvel, ao invés de alugá-lo. Você tem liberdade para fazer a reforma que desejar no imóvel. O lado ruim é que problema estruturais, como encanamentos defeituosos, também são de sua responsabilidade.

Dito isso, vamos às considerações:

Se o seu objetivo é apenas ter um blog ou site simples, com poucas intenções de transformá-lo em um negócio no futuro, então o WordPress.com pode ser uma boa escolha, pois você pode configurar e publicar o seu site em alguns minutos. Os recursos adicionais oferecidos nesta modalidade podem ser bem convenientes para quem não quer lidar, em hipótese alguma, com qualquer tipo de configuração de infraestrutura.

De outra forma, se você deseja usar o seu site como um negócio, gerando receita e customizando-o de maneira mais avançada, pode valer a pena considerar o WordPress.org. Nessa modalidade, a flexibilidade para customizar e expandir o site será maior. E se você teme deparar-se com problemas técnicos que fogem do seu conhecimento, saiba que existe material na internet para resolver praticamente qualquer questão que envolve o WordPress instalado. Além disso, muitas empresas estão oferecendo serviços que resolvem o aspecto técnico do WordPress instalado, nos mesmos moldes do serviço oferecido pela Automattic, mas mantendo a liberdade de customização desta versão.

Você ainda pode, se desejar, contratar um desenvolvedor ou uma empresa para fazer a customização do WordPress para você. Existe uma infinidade de profissionais que conhecem o WordPress profundamente à disposição no mercado. Uma vez instalado e configurado, o WordPress é uma ferramenta bastante intuitiva e fácil de usar.

Veja também: Conheça as melhores hospedagens para WordPress

Conclusão

Como vimos neste artigo, ambas as modalidades – WordPress.com e WordPress.org – são interessantes e apresentam vantagens em muitos aspectos.

O WordPress.com apresenta a vantagem de não demandar nenhum tipo de manutenção e preocupação com infraestrutura. Porém, os planos iniciais são limitados, o que pode obrigar o usuário a pagar por serviços extras ou para customizar mais profundamente o site.

O WordPress.org pode ser a escolha mais interessante quando falamos em custo-benefício. O CMS, nesse caso, é completamente gratuito e permite a realização de quantas customizações o usuário desejar. Além disso, cada vez mais empresas estão oferecendo hospedagens especializadas na plataforma, o que pode ser de grande ajuda para aqueles que não desejam lidar com os aspectos técnicos do WordPress.

E você, já fez sua escolha? Se sim, separamos dois artigos com um tutorial fácil de acompanhar sobre a criação de um site ou blog nas plataformas WordPress.com e WordPress.org. Confira abaixo:

, ,

Publicado originalmente em 28/08/2013 - Atualizado em 14/09/2018

Por:

Designer, desenvolvedor web e um dos fundadores do Tudo Sobre Hospedagem de Sites. Entusiasta do WordPress e apaixonado por tecnologia em geral. Acredita que a internet pode transformar a vida das pessoas através do conhecimento. =)

10 Comentários

  1. Karina

    Ótimas informações, obrigada!
    Estou na dúvida em qual dos dois usar…trabalho com artes e quero fazer um site do zero, além dos serviços que serão descritos, quem somos e etc, quero disponibilizar uma loja online e um blog…qual a melhor opção?

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Karina,
      Se você quer ter uma loja online e optar pelo WordPress.com, tenha em mente que apenas o plano Negócios vai te atender.
      Já no WordPress.org, você poderá começar gastando bem menos, tendo como gastos obrigatórios apenas o domínio e a hospedagem. Nessa modalidade, no entanto, você precisará dar um pouco mais de atenção para algumas configurações, o que não ocorre no WordPress.com. Apesar disso, tem-se mais flexibilidade para alterar o site à vontade.

      Se você deseja o conforto de não se preocupar com configurações/hospedagem e está disposta a pagar o preço do plano Negócios (R$ 83/mês), então o WordPress.com pode ser uma boa escolha.
      Se, por outro lado, estiver disposta a encarar algumas configurações e personalizações, o WordPress instalado pode te oferecer mais liberdade com um investimento menor.
      Como você pode ver, as duas opções têm os seus prós e contras. Cabe a você avaliar o que te favorecerá mais.
      Espero ter ajudado!
      Qualquer dúvida, é só entrar em contato.
      Abraços.

      Responder
  2. Nillo

    Então o wordpress.com é um serviço de hospedagem estilo godaddy, hostgator…e outros?

    Se sim, o ideal não é ficar no wordpress mesmo já que vou utilizar o wp em alguma destas outras plataformas? Ou não, pois nessas outras terei mais liberdade de atuação?

    Resumindo, para hospedar o melhor é wp.com ou godaddy (e afins)?

    Obrigado

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Nilo,
      O WordPress.com é um serviço um pouco diferente do WordPress quando usado em uma empresa de hospedagem. No WordPress.com você não precisa se preocupar com a infraestrutura da hospedagem, nem com atualizações do WordPress. Se o seu site crescer e tiver muito tráfego, eles vão dar conta disso. Por outro lado, você não tem acesso ao código-fonte do WordPress e fica um pouco mais restrito em termos de customizações. Se quiser instalar plugins de terceiros, por exemplo, precisará contratar o plano mais alto (Negócios) para isso.
      Já nas hospedagens compartilhadas, como a GoDaddy ou a HostGator, você tem total liberdade para customizar o WordPress, podendo instalar os plugins que desejar e alterar o código-fonte à vontade. Mas nessa modalidade você também é o responsável por manter o WordPress, temas e plugins atualizados. E se o seu site crescer em audiência e estiver consumindo muitos recursos da hospedagem, você terá que encontrar alternativas para realização do upgrade por conta própria.
      Os dois cenários oferecem vantagens e desvantagens. Cabe a você avaliar o que é melhor no seu caso.
      Para conhecer um pouco mais em detalhes o WordPress.com, veja o artigo WordPress.com – conheça esta poderosa ferramenta gratuita de criação de sites.
      Para saber mais sobre o WordPress instalado (.org), veja a página WordPress: o que é e quais as suas vantagens na criação de um site.
      Qualquer dúvida, basta entrar em contato!
      Abraços.

      Responder
  3. Tatiana

    Nossa gratidão pelo conteúdo, vc não imagina como me ajudou…
    gratidão gratidão gratidão
    parabens

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Tatiana,
      Obrigado pelo comentário. Fico feliz em saber que ajudou. 🙂
      Abraços.

      Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Gildo!
      Obrigado pelo comentário. 🙂

      Responder

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉