Hospedagem WordPress

hospedagem wordpress
  • Tipo: Hospedagem WordPress
  • Custo: maioria entre R$ 6 e R$ 60 por mês
  • Indicado para: sites e blogs pequenos a médios e/ou com tráfego baixo a moderado, que buscam uma hospedagem que atenda ou supere os requisitos do WordPress e ofereça, entre outras coisas, a instalação e a atualização automática da plataforma.
  • Nível de dificuldade: fácil
  • Avaliação geral: há planos de todos os tipos e preços. Algumas opções restringem configurações avançadas, enquanto outras são voltadas para profissionais da área.
  • Onde contratar: conheça as empresas que oferecem Hospedagem WordPress
Nesta página:

Por que uma Hospedagem WordPress?

Quem possui um site WordPress precisa garantir que ele esteja hospedado em uma empresa confiável e de qualidade, que ofereça os recursos necessários para garantir ao site um bom desempenho, estabilidade e segurança.

Se você está buscando uma hospedagem WordPress, saiba que é preciso levar em conta diversos aspectos, que vão desde os requisitos mínimos do WordPress até recursos especiais para quem usa essa plataforma.

Veja os principais itens que você deve levar em consideração na hora de escolher a sua hospedagem WordPress.

Como escolher uma Hospedagem WordPress

O WordPress precisa de alguns recursos básicos para funcionar, como uma hospedagem PHP (preferencialmente Linux) e um banco de dados MySQL. No entanto, isso não basta para o seu site WordPress. Você precisa garantir que a hospedagem terá recursos extras, que atendam, ou até superem os requisitos específicos do WordPress.

Felizmente há algumas empresas superam esses requisitos mínimos, oferecendo planos específicos de hospedagem WordPress. Esses planos costumam incluir itens como:

  • hospedagem wordpressWordPress instalado ou instalação em 1 clique
  • Atualização automática do WordPress – como uma nova atualização do WordPress é lançada a cada três meses, esse recurso é uma “mão na roda” para quem não quer se preocupar com a parte técnica da manutenção do seu site.
  • Backups diários – uma conveniência que dá muito mais segurança para o seu WordPress.
  • Temas exclusivos – algumas empresas desenvolvem temas para os seus clientes.

Outro benefício para o WordPress ao estar em um ambiente otimizado para a plataforma, é que as páginas tendem a ser carregadas com maior velocidade do que se estivesse em uma hospedagem comum.

Além disso, algumas empresas possuem uma equipe de suporte especializado. Nesse caso, além de ajuda técnica para itens da hospedagem, será valioso poder contar com um time de especialistas em WordPress, que poderão te ajudar a resolver problemas do dia a dia, como instalação de plugins e erros inesperados.

Por último, mas não menos importante, estão o desempenho e estabilidade, que devem ser considerados na hora de escolher a sua hospedagem WordPress. Abaixo listamos as empresas que oferecem hospedagem WordPress, e que estão entre as melhores do mundo.

Empresas que oferecem Hospedagem WordPress

Kinghost logo

Hospedagem com ótimos recursos, pensada exclusivamente para sites WordPress (leia nossa avaliação).

Prós

  • Infraestrutura otimizada para o WordPress
  • Datacenter no Brasil
  • Contas de E-mails ilimitadas
  • Certificado SSL gratuito
  • Proteção contra ataques
  • Backups diários

Página

KingHost WordPress

Contras

  • O plano WordPress III é um pouco caro

Preço

  • R$ 17/mês (plano WordPress I)

Saiba mais

HostGator

Hospedagem com ótimo custo x benefício, apesar de não ser exclusiva para WordPress.

Prós

  • Instalação e atualizações automáticas do WordPress (via QuickInstall)
  • Espaço em disco e tráfego mensal ilimitados
  • Contas de E-mails ilimitadas
  • Migração gratuita
  • Devolução do dinheiro em até 7 dias
  • Suporte em português, 24h por dia

Página

hospedagem wordpress

Contras

  • Não oferece suporte especializado para WordPress
  • Os servidores não são otimizados exclusivamente para WordPress

Preço

  • R$ 11,99/mês (plano P trienal)

Saiba mais

GoDaddy

Hospedagem WordPress gerenciada e otimizada, a um preço acessível. Não inclui e-mail. Mais detalhes, leia nosso artigo sobre a Hospedagem WordPress GoDaddy.

Prós

  • Armazenamento SSD (maior velocidade e carregamento mais rápido do seu site)
  • Instalação e atualizações automáticas do WordPress
  • Backups diários com restauração em um clique
  • Servidor otimizado para WordPress
  • Rede monitorada, com proteção para ataques
  • Domínio grátis no plano anual
  • Suporte em português

Página

godaddy-hospedagem-wordpress

Contras

  • E-mail não incluso no plano
  • Suporte telefônico somente de segunda a sexta, das 9h às 21h.

Preço

  • A partir de R$ 16,99/mês (preço promocional na primeira contratação).

Saiba mais

Uol Host

Hospedagem WordPress com preços acessíveis, mas alguns recursos limitados.

Prós

  • Servidor com recursos específicos para WordPress
  • Instalação e atualizações automáticas do WordPress
  • Hospedagem no Brasil
  • Suporte em português, 24h

Página

UOL WordPress Hosting

Contras

  • Recursos de email, espaço e tráfego limitados

Preço

  • R$ 12,90/mês (plano Anual)

Saiba mais

dreamhost

Excelente hospedagem WordPress, mas também uma das mais caras. Plano exclusivo para WordPress em VPS (DreamPress). Opção de contratar a hospedagem compartilhada, que também serve para o WordPress.

Prós

  • Garantia de 100% de uptime
  • Armazenamento SSD com 30 GB de espaço
  • Tráfego ilimitado
  • Contas de e-mail ilimitadas
  • Instalação e atualizações automáticas
  • 5 vezes mais rápido que uma hospedagem compartilhada
  • Backups diários
  • Suporte 24/7 especializado em WordPress

Página

dreamhost hospedagem wordpress

Contras

  • Suporte em inglês
  • Pagamento em dólar

Preço

  • US$ 16,95/mês (plano Anual)
  • Hospedagem WordPress compartilhada a partir de US$ 7,95/mês

Saiba mais

Media Temple

Hospedagem WordPress para profissionais e para quem busca um serviço de primeira.

Prós

  • Armazenamento SSD com 30 GB ou mais de espaço
  • Instalação e atualizações automáticas do WordPress
  • Backups diários
  • Proteção contra ataques e invasões
  • Temas exclusivos, desenhados pela equipe de designers da MT
  • Suporte 24 horas, 7 dias por semana

Página

media-temple-wordpress

Contras

  • Suporte em inglês
  • Pagamento em dólar
  • E-mail contratado separadamente (Google Apps)

Preço

  • US$ 20/mês (plano Personal)
  • 25% de desconto no plano anual ou mensal, com o cupom TUDOSOBRE25, que deve ser inserido no carrinho.

Saiba mais

WP Eengine

Empresa de hospedagem 100% dedicada ao WordPress, com recursos desenhados especialmente para a plataforma.

Prós

  • Armazenamento com 10 GB ou mais de espaço
  • Instalação e atualizações automáticas do WordPress
  • Criação de cópias automáticas do site, para testes
  • CDN integrada
  • Certificado SSL gratuito ou pago
  • Backups diários
  • Suporte 24 horas

Página

WP Engine hospedagem

Contras

  • Suporte em inglês
  • Pagamento em dólar
  • E-mail não incluído

Preço

  • US$ 29/mês (plano Personal)
  • 60 dias grátis (free trial)

Saiba mais

O que é WordPress?

WordPress é uma ferramenta web gratuita que permite a qualquer pessoa criar um site, blog ou aplicativo. Também conhecido por CMS (Content Management System), o WordPress é considerado a maior plataforma de gerenciamento de conteúdo do mundo, com mais de 60 milhões de usuários. Sua popularidade se deve à sua versatilidade, facilidade de uso e aos milhares de plugins e temas que tornam a criação de sites mais fácil e profissional.

O WordPress funciona basicamente da seguinte maneira: uma vez instalado, você escolhe seu tema preferido, insere conteúdos e imagens, e então personaliza a aparência e as funcionalidades do seu site com os plugins disponibilizados para o WordPress. Com os milhares de temas oferecidos para o WordPress, é possível criar qualquer tipo de site, e-commerce e blog, com facilidade, rapidez e qualidade.

Como instalar o WordPress?

A instalação pode ser feita através de download gratuito no site WordPress.org ou através do recurso de instalação de um clique, disponibilizado no painel de controle de diversas empresas de hospedagem. Você também poderá optar por uma instalação manual, se tiver algum conhecimento técnico ou se a empresa de hospedagem lhe oferecer esse tipo de suporte. Em ambos os casos, a instalação é relativamente rápida.

Você também pode conseguir uma hospedagem gratuita para o seu WordPress diretamente pelo WordPress.com, mas tenha em mente que você terá um controle limitado sobre a instalação, opções de temas e plugins, a não ser que faça um upgrade de plano ou compre serviços adicionais.

Prós e contras do WordPress

Prós

  • Ferramenta gratuita
  • Interface intuitiva e em português
  • Fácil de instalar
  • Funciona em praticamente todas as hospedagens
  • É escalável
  • Está em constante evolução

Contras

  • Alguns temas pagos podem ser “pesados” e tornar o seu site lento
  • Plugins e imagens consomem banda e podem sobrecarregar a sua hospedagem
  • Temas gratuitos podem ser usados por muitas pessoas
  • Não há backup automático, a não ser pelas empresas que oferecem esse serviço

Quanto custa?

quanto custa ter um siteA aplicação WordPress é gratuita e pode ser usada em quase todos os planos de hospedagem, desde que preencham os requisitos mínimos. O WordPress também disponibiliza temas e plugins gratuitos para você customizar o seu site, ou seja, é possível criar seu site sem gastar nada além de tempo. Se você está começando agora, pode iniciar com temas e plugins gratuitos, assim poderá testar e entender melhor o que funciona no seu site. Posteriormente, com o crescimento do site, você pode migrar para opções mais avançadas, com temas e plugins pagos para o seu WordPress.

Já a hospedagem WordPress é paga, mas apenas pela hospedagem em si, já que a ferramenta é gratuita. Como vimos, o custo da hospedagem básica varia de R$ 9,99 até mais de R$ 70, para as hospedagens pagas em dólar. Apenas os temas e plugins avançados são cobrados, ou até mesmo a contratação de um domínio para o seu site. No entanto, é importante considerar que, com o crescimento do site, talvez seja necessário migrar para um plano mais robusto. Isso porque a inserção de imagens e plugins tende a consumir mais recursos do plano, como banda, por exemplo.

Sendo assim, se o seu site é um e-commerce, ou possui uma grande galeria de fotos ou imagens para download, leve isso em consideração na hora de contratar uma hospedagem WordPress. Para quem está começando, um plano de hospedagem comum (compartilhado) costuma ser suficiente, mas lembre-se que quando o seu site crescer, provavelmente você precisará fazer um upgrade.

Hospedagem WordPress gratuita: fuja dessa tentação

hospedagem gratuitaA não ser que você possua um blog gratuitamente hospedado no WordPress.com, fuja de empresas que oferecem hospedagem de sites grátis. Algumas empresas oferecem planos de hospedagem grátis como uma maneira de obter mais clientes e tentar a venda de planos pagos posteriormente. No entanto, esse tipo de hospedagem geralmente deixa a desejar em desempenho e estabilidade, como explicado acima. Além disso, o suporte também será fraco ou inexistente, como em muitos serviços gratuitos que encontramos por aí.

Mesmo se você não estiver disposto a pagar por um plano especializado em WordPress, é perfeitamente possível ter o seu site WordPress instalado em uma hospedagem compartilhada e ainda assim obter um bom desempenho do servidor, tanto em velocidade quanto em estabilidade. Por isso, considere o pagamento de uma empresa de hospedagem como um investimento necessário.

Com essa questão resolvida, o próximo passo será decidir o quanto gastar e qual plano de hospedagem escolher.

O que fazer depois de contratar a hospedagem WordPress

O passo seguinte à contratação da hospedagem é configurar o ambiente de hospedagem para receber o seu novo site. Naturalmente, essa configuração poderá variar, dependendo da sua situação. A seguir está um compilado das situações mais comuns para ajudá-lo neste processo. Verifique em qual situação você se enquadra e mãos à obra!

Criar um novo site WordPress, partindo do zero

Uma nova instalação do WordPress é sempre a situação mais fácil de administrar, pois a instalação do WordPress é fácil e rápida. Além disso, você não precisará lidar com possíveis compatibilizações. Nesse caso, você deverá:

  • Apontar o domínio para sua nova hospedagem
  • Instalar o WordPress (caso não venha instalado com a hospedagem)
  • Customizar o seu novo site (instalando temas e plugins)

Dica: caso você não queira deixar o seu site exposto enquanto ele está sendo construído, faça a instalação do WordPress em uma pasta fora da raiz do domínio, como por exemplo meusite.com/site. Assim, quem acessar o seu domínio não irá visualizar o site em construção. Depois de configurar tudo, você poderá manter o WordPress neste mesmo diretório, mas removê-lo da URL, deixando o endereço final como meusite.com apenas. Para isso, siga os passos descritos neste artigo.

Migrar um site WordPress de uma hospedagem para outra

migrar o wordpress de hospedagemNesse cenário, a situação mais confortável se dá quando a empresa que você contratou oferece o serviço de migração. Assim, você precisará apenas fornecer os dados de acesso à antiga hospedagem e a equipe de migração tomará todas as providências para que o seu site passe a funcionar no novo ambiente. Se este serviço não estiver disponível, você deverá realizar a migração por conta própria, o que implicará na necessidade de edição de código e em lidar com programas especializados. Se você não for especialista no assunto, recomendo contratar um, para que não passe por nenhum problema decorrente desta migração.

Caso a empresa ofereça o serviço de migração, você deverá:

  • Solicitar a migração do site (fornecendo os devidos acessos à nova empresa de hospedagem)
  • Apontar o DNS do domínio para a nova hospedagem (somente após a conclusão da migração)

Caso deseje fazer o processo manualmente, você deverá:

Importante: o passo a passo descrito abaixo somente deve ser realizado por alguém que possua o conhecimento técnico necessário. Caso os termos descritos abaixo sejam novos para você, não faça a migração por conta própria. Prefira, ao invés disso, contratar um profissional ou acionar o suporte da nova empresa.

  • Exportar a base de dados do seu WordPress
  • Criar um banco de dados MySQL em sua nova hospedagem
  • Importar a base de dados para o banco que acabou de criar
  • Fazer uma cópia de todos os arquivos do seu servidor antigo (do WordPress que deseja migrar)
  • Editar o arquivo wp-config.php, inserindo as credenciais do novo banco de dados
  • Via FTP, publicar os arquivos no servidor de sua nova hospedagem
  • Apontar o DNS do domínio para a nova hospedagem (somente após se certificar de que está tudo em ordem)
Veja o passo a passo completo: Como migrar o WordPress de hospedagem

Migrar um site no WordPress.com para a versão instalada

A migração do WordPress.com para o WordPress instalado possui algumas limitações. Embora seja possível migrar todo o conteúdo do site/blog, você não poderá migrar o tema e os plugins. Ainda assim, é um passo importante de ser dado para quem está buscando mais autonomia e controle para o seu site.

Resumidamente, você terá que:

  • Instalar o WordPress em sua nova hospedagem (caso ele não venha instalado)
  • Exportar o conteúdo do seu blog em WordPress.com
  • Importar o conteúdo para o seu novo WordPress
  • Customizar o seu novo site (instalando temas e plugins)

Dica: a HostGator fez um tutorial bem completo e detalhado sobre o assunto. Veja aqui como fazer a migração.

Posso ter um site no WordPress.com?

O WordPress possui duas versões que, apesar de compartilharem muitos recursos, são distintas entre si: o WordPress.com e o WordPress.org. Ambas foram criadas e são mantidas pela mesma empresa (a Automattic), no entanto possuem uma diferença fundamental: o WordPress.com é mantida pela Automattic em servidores próprios, enquanto o WordPress.org é oferecido gratuitamente para ser instalado e customizado ao gosto do usuário, além de possuir uma grande comunidade que colabora com a criação de plugins, temas e com a evolução do sistema.

A versão oferecida em WordPress.com funciona como um serviço, mais restrito, em que o dono do site (você) não tem acesso ao código-fonte, mas também não precisa se preocupar com nenhum detalhe relacionado à hospedagem ou atualizações. Essa opção é oferecida gratuitamente e você precisará pagar se desejar serviços extras, como configurar um domínio próprio ou instalar recursos especiais.

Veja também: Diferenças entre WordPress.com e WordPress.org

Na versão fornecida pelo WordPress.org, o dono do site tem acesso completo ao código-fonte do sistema e tem total liberdade de instalação, configuração e customização do seu site/blog. Essa é a opção recomendada para aqueles que desejam empreender na internet e ter o seu próprio negócio online.

Para isso, você precisará basicamente de duas coisas: registrar um domínio próprio e contratar uma boa hospedagem de sites.

 

Conclusão

A dobradinha WordPress + hospedagem de qualidade é um dos segredos de muitos sites de sucesso que estão publicados atualmente. E as opções de hospedagem de qualidade estão crescendo, assim como o número de adoradores desta poderosa ferramenta de gerenciamento de conteúdo.

Possui alguma dúvida ou algo a acrescentar sobre hospedagem WordPress? Deixe um comentário e vamos conversar!

21 Comentários

  1. Leandro

    Bom dia gente, muito bom o post, mas fiquei com algumas dúvidas. Quero criar um blog de viagem, cheguei a começar no wordpress.com, peguei o pacote gratuito. Queria continuar no gratuito por um tempo (5-6meses) para ver se o projeto começar a engatar e depois comprar um pacote melhor ou migrar pro wordpress.org. Ja tenho uma pagina no Facebook com um bom numero de seguidores. Vocês acham loucura da minha parte escolher esse modo? O que vocês recomendariam?

    Responder
    • Redação

      Olá, Leandro!
      Sim, é perfeitamente possível começar um blog no WordPress.com e depois migrar para a versão instalada do CMS (WordPress.org). De maneira bem resumida, quando quiser migrar o seu blog, você precisará seguir os seguintes passos:
      1 – Contratar uma hospedagem e instalar o WordPress
      2 – Transferir o conteúdo do seu site para lá
      3 – Registrar ou transferir o domínio
      4 – Migrar usuários e estatísticas com o JetPack
      O JetPack é um plugin criado pela Automattic (criadora do WordPress) que permite que diversos recursos do WordPress.com sejam utilizados no WordPress.org. O pessoal da Automattic também criou um tutorial bem completo para ajudar neste tipo de migração. O tutorial é em inglês e pode ser acessado em move.wordpress.com.
      Qualquer dúvida, basta entrar em contato.
      Um abraço e boa sorte!

      Responder
  2. Silva

    Olá pessoal! Muito boa essa postagem, e já tirei algumas dúvidas, contudo ainda estou na dúvida. vocês podem me ajudar?
    Olha só, estou comecando agora, e quero criar um blog de cursos no wordpress. Comecei a usar a hostinger gratis, e em 1 semana parou 2 vezes, além de ser super lento. Estou indignado pois eu já tinha feito várias coisas, mas não tinha salvo ainda. E agora não estou conseguindo mais acessar nem o cpanel do hostinger e nem o do wordpress, está aparecendo uma tela de um monte de caracteres malucos. Tenho 2 perguntas: 1- Eu ainda consigo salvar o que já fiz nessa conta gratuita da hostinger?
    2- Estou pesquisando aqui, e tem outros sites recomendando a Superdomínios, ela é boa?
    Obrigado se puder me ajudar, parabéns pelo excelente trabalho!
    aguardo…

    Responder
    • Redação

      Oi Silva, que bom que gostou do post! Vamos às respostas:

      1. Hostinger: em uma situação normal, você deveria ter acesso ao painel sim. Não temos informações suficientes para avaliar o que aconteceu, mas nossa recomendação é que entre em contato com o suporte da empresa e peça ajuda para solucionar este problema. Talvez consiga recuperar o que fez até o momento.

      2. Superdomínios: ainda não utilizamos esta empresa, mas os planos da hospedagem compartilhada são similares às principais empresas de hospedagem que indicamos atualmente. Recomendo apenas que analise bem a hospedagem, antes de contratar. Dentre outras coisas, é importante entender quais são os recursos, como funciona o suporte e qual o uptime do servidor, que é o tempo que o servidor está disponível. Além disso, é sempre bom verificar a empresa no site Reclame Aqui. Vou listar alguns posts que podem te ajudar a escolher a sua hospedagem:
      O que é hospedagem ilimitada
      O que é Uptime
      Como escolher uma boa hospedagem
      Ranking de hospedagem de sites (abaixo do ranking, há várias dicas sobre como avaliar e escolher uma hospedagem)

      Espero que essas informações te ajudem, mas qualquer dúvida deixe um comentário! Sucesso com seu blog! 🙂

      Responder
      • Silva

        Olá amigo Fabiano!
        Muito obrigado pela ajuda, estarei lendo as postagens e seguindo suas instruções.
        Parabéns! Você ganhou um seguidor.
        Sucesso sempre crescente! 🙂

        Responder
        • Redação

          Obrigado, Silva! Mantenha-nos informado e precisando de ajuda, estamos à disposição! 😀

  3. Thaís

    Olá!

    Primeiramente, quero parabenizar vocês pelo trabalho com este site, que me ajudou muito e ainda está me ajudando!

    Eu já possuo um site, atualmente no Wix, mas possuo um grande projeto para este site (com acessos restritos a diferentes áreas do site, vídeos, loja, etc) que me fez pesquisar muito para, enfim, escolher a melhor empresa de hospedagem e o melhor plano para este projeto. Optei pela Hostgator, e o plano de hospedagem compartilhada Business, enquanto vou construindo o site para, depois, conforme a necessidade, migrar para outro plano. Estou me inteirando sobre a hospedagem WordPress e pensei em contratar o serviço JumpStart da Hostgator para me auxiliar neste início, pois ainda tenho muitas dúvidas. Ao ler este artigo de vocês: https://tudosobrehospedagemdesites.com.br/godaddy/hospedagem-wordpress/
    fiquei com uma dúvida tremenda se devo prosseguir com a Hostgator ou optar pela GoDaddy. Como estou gostando muito do que estou descobrindo sobre o WordPress, a minha dúvida agora é justamente esta!
    Como vocês testaram a hospedagem WordPress da GoDaddy, qual seria a melhor opção no meu caso?
    Obrigada!

    Responder
    • Redação

      Olá, Thaís!

      Ficamos muito gratos e felizes em saber que estamos ajudando. Esperamos ajudá-la também com esta dúvida. 🙂

      Primeiramente, acho que a sua escolha de plano na HostGator foi acertada, uma vez que está começando com o site e planeja ter uma loja futuramente (o SSL e o IP dedicado gratuitos são uma vantagem neste plano). O JumpStart é útil para quem não sabe por onde começar, pois nele você terá as principais configurações iniciais feitas por uma pessoa técnica, e depois poderá fazer as suas customizações de tema e conteúdo. Por outro lado, a GoDaddy possui o plano específico de WordPress, que também tem suas vantagens. Como os dois planos de hospedagem possuem diferenças, vamos detalhar as principais abaixo, para você avaliar o que é mais importante e então fazer a melhor escolha.

      Principais diferenças entre plano Business (HostGator) e plano WordPress (GoDaddy):
      1. A HostGator oferece serviço de e-mail incluído, enquanto na GoDaddy você tem apenas 1 ano grátis no Microsoft Office (só é uma vantagem se quiser utilizar o e-mail);
      2. A GoDaddy oferece domínio gratuito no plano anual (só é uma vantagem se você precisar de um novo domínio);
      3. A instalação do WordPress é bem mais fácil e intuitiva na GoDaddy (bastam alguns cliques, como mostramos neste post). Na HostGator você precisa seguir um passo a passo, mas que está disponível na FAQ deles e também no nosso blog (veja aqui);
      4. Na GoDaddy o backup do site é diário e pode ser restaurado com um clique. A HostGator tem backup semanal de toda a conta (site, e-mail, banco de dados) via painel de controle, mas você tem liberdade para fazer backup externo como quiser;
      5. Ambos oferecem atualização automática do WordPress, mas se por algum motivo você preferir atualizar manualmente, isso só pode ser feito no plano da HostGator;
      6. Neste plano WordPress da GoDaddy você não tem o painel de controle cPanel, mas isso não chega a ser um problema, pois os recursos estão disponíveis no painel do cliente ou no próprio painel do WordPress. Se o cPanel for importante, você tem a possibilidade de contratar a hospedagem de sites da GoDaddy, que vem com este painel de controle;
      7. Neste plano da GoDaddy não é possível realizar a instalação multisite do WordPress (para quem quer ter vários sites dentro do mesmo painel WP). Na HostGator não há este impedimento.

      Em resumo, o plano da HostGator é mais flexível, pois é uma hospedagem que atende a várias linguagens e conta com outros serviços, como e-mail. Já a hospedagem WordPress da GoDaddy foi “desenhada” para atender as necessidades específicas desta linguagem, e por isso é mais amigável e fácil de usar. O ponto desfavorável é que ela possui apenas 1 ano de e-mail e tem as limitações citadas acima.

      Esperamos ter ajudado e desejamos sucesso com o site! Se surgirem mais dúvidas, pode escrever pra gente!

      Responder
      • Thaís

        A resposta de vocês ajudou muito! Muito obrigada e continuarei acessando o site de vocês, que é excelente!

        Responder
        • Redação

          Que bom, Thaís! Muito obrigado! 🙂

  4. Oziel

    Parabéns pela matéria. Me esclareceu muitas dúvidas e me deixou com outras. rsrs

    Se possível, gostaria de saber a sua opinião em uma delas.

    Estou começando agora no mundo do blog e vi que não vale a pena mante-lo em uma hospedagem gratuita. Assim então, surgiu minha grande dúvida.
    Meu blog é sobre viagens e estou usando a plataforma do WordPress. Gostaria de saber, na sua opinião, se o pacote básico da Hostgator é uma boa escolha para alguém como eu, que está começando,

    Ele possui as seguintes características:

    Site e Domínio Único
    25 GB de Armazenamento
    Transferência ILIMITADA
    Contas de E-mail ILIMITADAS
    Criador de Sites Grátis
    SSL Compartilhado

    O plano da Godaddy também me pareceu bom, mas caso queira renovar após o primeiro ano, o valor aumenta muito.

    Ficarei muito grato se puder me ajudar.

    Responder
    • Redação

      Olá, Oziel!

      Obrigado, ficamos felizes em saber que te ajudamos de alguma maneira 🙂

      Acredito que a hospedagem da HostGator vai te atender perfeitamente. Este site mesmo está hospedado em um plano M da HostGator. Optamos pelo M por permitir mais de um site na hospedagem, mas o plano P também daria conta do recado, se não houvessem outros sites. Da mesma forma, a GoDaddy também te atenderia, mas realmente fica um pouco mais caro que a HostGator na renovação.

      Se tiver qualquer outra dúvida, basta entrar em contato.
      Um abraço e boa sorte!

      Responder
      • Oziel

        Ok. Muito obrigado pela ajuda e parabéns mais uma vez.
        Seu conteúdo está nota 10!!

        Responder
  5. Glauber

    Boa tarde!
    Uma dúvida pra quem está começando no mundo do WordPress: se eu utilizei um plugin, como por exemplo, o WooCommerce ou o Sensei no desenvolvimento no meu computador, estes mesmos plugins devem estar instalados também no servidor de hospedagem? Obrigado (desculpe se a pergunta é obvia demais, ao menos para quem já conhece). Abraços!

    Responder
    • Redação

      Olá, Glauber!
      Não precisa se desculpar, é perguntando que se aprende! 😉
      A resposta é: sim, se você está desenvolvendo um site WordPress localmente, em seu computador, precisará ter as mesmas configurações no servidor que irá hospedá-lo futuramente. Isso inclui plugins e temas. Além disso, qualquer configuração ou conteúdo publicado localmente também deverá ser reproduzido no WordPress instalado no servidor.
      Existe uma maneira bem prática de migrar o WordPress de hospedagem, na qual você não precisará se preocupar em reproduzir conteúdos ou configurações específicas que tiver feito localmente. Resumidamente, você precisará apenas copiar todos os arquivos a partir da raiz do seu WordPress, exportar o banco de dados e importar na nova hospedagem. Antes de acessar o site, no entanto, deverá fazer uma substituição no banco de dados para trocar a URL do seu WordPress local pela URL final do seu site (por exemplo, trocar localhost/site por meusite.com.br).
      Uma parte desse processo está descrita em nosso artigo Como migrar o WordPress de hospedagem, mantendo o mesmo domínio. Nesse caso, depois de realizar o passo 5, você deverá fazer a substituição no banco de dados. Para fazer a substituição da URL no banco de dados você poderá usar a ferramenta Database search and replace. Mas cuidado: essa ferramenta realizará alterações no banco de dados, portanto faça um backup antes de começar.
      Pretendemos fazer um artigo sobre isso (migração do WordPress com alteração de domínio), mas por enquanto, essas dicas devem ajudar.
      Se ainda tiver dúvidas, entre em contato e faremos o possível para te ajudar.
      Um abraço e boa sorte!

      Responder
  6. Jorge Edson Albuquerque Ribas

    Olá, adquiri um plano de WordPress Gerenciado pela GoDaddy para 5 sites, também registrei um domínio .com com eles e um .br no registro.br. Pretendo lançar uma plataforma com vários blogs e cursos online. Gostaria de obter sugestões de uma estratégia para registrar esses diferentes sites com o WordPress. Deveria utilizar subdomínios apontando para cada site? Devo fazer instalações independentes do WordPress para cada curso/blog?
    Obrigado!

    Responder
    • Redação

      Olá, Jorge!
      Como você deve ter percebido, existem diversas possibilidades de configuração do WordPress. A escolha da melhor opção no seu caso dependerá de alguns fatores que apenas você, conhecendo o seu projeto, poderá avaliar. Vamos tentar ajudá-lo com algumas informações.
      No plano WordPress gerenciado da GoDaddy você precisará fazer a instalação do WordPress separadamente para cada site. Assim, você será capaz de ter um subdomínio para cada curso (ex.: curso1.meusite.com, curso2.meusite.com etc.) ou organizar os cursos em pastas dentro do mesmo domínio (ex.: meusite.com/curso1, meusite.com/curso2 etc.).
      Outra possibilidade é ter um domínio para cada site WordPress (curso1.com, curso2.com etc.). Nesse caso, você deverá registrar os novos domínios e apontá-los individualmente para a sua devida instalação do WordPress.
      Existe ainda outra alternativa, que seria utilizar o modo “Multisite” do WordPress, onde você poderia, com apenas uma instalação do WordPress, gerenciar vários sites. Os sites poderiam ser acessados via subdomínio ou diretório, como exemplificamos acima. Mas atenção: o modo de instalação Multisite não é permitido no plano WordPress gerenciado da GoDaddy. Ao invés disso, você teria que contratar a hospedagem Linux (planos Deluxe ou Ultimate) e então realizar a instalação do WordPress Multisite.
      Esperamos ter ajudado! Se ainda tiver dúvidas, fique à vontade para entrar em contato!

      Responder
  7. Elizabeth

    O wordpress é uma boa opção para um site de cupons? Os temas responsivos são realmente eficientes para visualização em celular, na questão de agilidade?
    Obrigada!

    Responder
    • Redação

      Olá, Elizabeth! Sim, o WordPress pode ser uma boa opção para um site de cupons. Os temas responsivos, em geral, são preparados para o carregamento rápido em dispositivos móveis, como o celular. No entanto, é importante ficar atento a algumas informações sobre o tema antes de comprá-lo: verifique o que outros usuários falam sobre o tema e, caso ele possua uma versão de demonstração, acesse-o através de diversos dispositivos para testá-lo na prática. Veja mais informações sobre o assunto no artigo 7 Dicas para Montar um Site WordPress Profissional.
      Boa sorte com o site!

      Responder
  8. Carlos

    Bom dia!!
    Ótimas informações. Me ajudou muito.

    Só faço uma ressalva nas informações de hospedagem:

    * Hostgator – aqui informa valor R$ 9,90 mensal. Entrei no site e constatei que não existe esse valor mensal, na verdade vc paga por valor X que é equivalente aos R$ 9,90 mensal. Se vc optar por um plano mensal pagará R$ 17,99.
    Pegadinha…

    Responder
    • Redação

      Olá Carlos, obrigado pelo comentário. A informação foi atualizada no artigo.

      Responder

Deixe um comentário