SEO e Hospedagem: saiba como a sua hospedagem pode afetar o SEO do seu site

SEO e hospedagem

Quem deseja otimizar um site para os mecanismos de busca sabe que é preciso seguir boas práticas, como ter um código amigável, publicar conteúdo de qualidade e ganhar links de relevância. Mas e a hospedagem? Será que ela pode influenciar no posicionamento do seu site?

A resposta é sim. Embora um ótima hospedagem não consiga garantir boas posições para o seu site, uma hospedagem ruim certamente influenciará negativamente o seu ranqueamento no Google, no Bing e em outros buscadores. Por isso é tão importante escolher uma boa empresa na hora de hospedar o seu site.

Neste artigo vamos explicar a relação entre SEO e hospedagem e citar quais aspectos neste serviço são críticos para o posicionamento do seu site na internet. Vamos lá? 🙂

Tempo de disponibilidade

Este é um dos fatores da hospedagem que mais impacta o SEO de um site: o tempo de disponibilidade. Também chamado de uptime, ele indica quanto tempo o servidor da sua hospedagem está funcionando de forma ininterrupta. Quanto maior este número, maior o tempo que o seu site está disponível para os usuários.

Um site que vive fora do ar, ou apresenta instabilidades, não só gera frustração para os seus visitantes como afeta negativamente o SEO do site, o que resulta em um ranqueamento ruim nos mecanismos de busca. Não são raros os casos em que um site bem posicionado, após um tempo de indisponibilidade, apresente queda de posição. Este posicionamento costuma voltar, mas se o seu site cai com frequência, você estará sempre em desvantagem.

As melhores empresas de hospedagem garantem no mínimo 99,9% de uptime (ou disponibilidade). Mas fique de olho, para garantir que a hospedagem é realmente estável. Ferramentas como o Pingdom (pago) e Uptime Robot (gratuito) são ótimas soluções para monitorar a disponibilidade do seu site.

Velocidade

O Google já deixou claro que a velocidade do site é um fator de ranqueamento, como neste post da empresa. Portanto, para estar bem posicionado é imprescindível ter um site otimizado e que carregue com rapidez. Dentre as ações que podem ser realizadas para melhorar o carregamento de páginas estão o uso de uma CDN, o uso de cache e a otimização das imagens do site, todas muito importantes.

O que nem todos sabem é que outro fator contribui para a velocidade de carregamento de um site: a hospedagem. Cada vez que um usuário acessa uma página de um site, vários recursos da hospedagem são utilizados, como por exemplo, processamento e memória. Portanto, quanto maior o tráfego deste site, maior o volume de recursos que ele irá consumir do servidor.

Uma hospedagem com recursos insuficientes deixará o seu site lento, e até mesmo, inacessível para os usuários, influenciando negativamente o ranqueamento do seu site. Otimize o seu site e escolha bem a sua hospedagem, de modo que ela não prejudique o seu SEO.

Segurança

Quanto maior a vulnerabilidade do seu site, maior a chance dele ser invadido por hackers ou infectado por malwares, que podem tornar o seu site lento, instável e até mesmo indisponível. Além disto, você ainda corre o risco de ter o seu site inserido em uma blacklist, sem sequer tomar conhecimento. Um verdadeiro pesadelo, não é mesmo? Situações como estas são bastante prejudiciais para o SEO do seu site, por isso, é fundamental investir em segurança.

Uma parte deste trabalho é de responsabilidade do dono do site, que deve seguir uma rotina de manutenção. Ela deve incluir, entre outras coisas, a atualização de plugins e sistemas, cujas brechas são frequentemente usadas pelos invasores. Outra parte é responsabilidade da empresa de hospedagem, que deve monitorar e gerenciar seus servidores a fim de evitar e/ou mitigar ataques e invasões que possam prejudicar os seus clientes. É importante ressaltar que a servidores dedicados (e alguns VPSs) devem ser gerenciados pelo cliente, que fica responsável pela sua segurança.

Sendo assim, antes de escolher a sua hospedagem, verifique se ela é segura. Se quiser ser ainda mais precavido, utilize ferramentas externas que protegem o seu site contra vulnerabilidades.

HTTPS / SSL

O Google declarou que o certificado SSL agora conta como fator de ranqueamento nos resultados de pesquisa. Apesar de não ter um peso grande no SEO, a tendência é que se torne cada vez mais importante em um site. Afinal, esta é uma iniciativa do próprio Google (e de outras empresas) para tornar a internet mais segura.

Como a implementação do SSL em um site precisa passar pela hospedagem, certifique-se de que o seu plano permite a instalação de um certificado de segurança. Ou melhor ainda, se permite o uso de um certificado gratuito, como o Let’s Encrypt. Como um SSL custa em média R$ 200 por ano, esta economia pode cobrir os custos da sua hospedagem. E de quebra, você ainda garante a segurança do seu site. 🙂

Localização

Apesar de não ser um fator determinante, a localização do servidor onde o seu site está hospedado pode ter alguma influência no seu SEO, dependendo da audiência que você estiver tentando atingir. Neste sentido, um site hospedado no Brasil com as mesmas características de um site hospedado no exterior, poderia ter vantagem no ranqueamento para usuários no Brasil, pelo fato do servidor estar geograficamente mais próximo da audiência.

Isso não significa que você não deva contratar uma hospedagem no exterior, nem migrar o seu site para uma hospedagem no Brasil. Como o próprio Google afirma, este fator tem pouca importância no ranqueamento. A razão para a baixa importância se deve ao fato de que é cada vez mais comum hospedar em países onde a infraestrutura de data centers é superior (como nos Estados Unidos) e também pelo uso crescente das redes de distribuição de conteúdos (CDNs).

Outro aspecto relacionado à localização do servidor está na velocidade de resposta para os usuários. Quanto mais próximos os usuários estiverem do servidor, mais rápida será a resposta. Estamos falando de milissegundos, que não interferem na maioria dos sites, mas que fazem a diferença em sites com grande volume de acessos.

Tipo de hospedagem

Uma hospedagem compartilhada é dividida por centenas de clientes. Logo, se o seu site está neste tipo de hospedagem, você correr o risco de ter um ou mais “vizinhos” que usam a hospedagem para praticar spam, phishing e outras ações do tipo. Apesar de mínimo, existe o risco do seu site ser prejudicado no ranqueamento por compartilharem o mesmo servidor (e endereço de IP). Como disse o próprio Matt Cutts neste vídeo, isto é raro, mas não é impossível de acontecer.

Felizmente, a maioria das empresas de hospedagem monitora os seus servidores a fim de evitar e combater esta prática. Mas ainda existem empresas que não são cuidadosas e permitem que qualquer cliente utilize sua hospedagem. Por isso, ao contratar uma empresa, evite as que não levam esta questão a sério. Lembre-se: uma boa reputação é fundamental para o SEO do seu site.

Conclusão: qual a relação entre SEO e hospedagem?

Como vimos, a hospedagem tem um papel importante no SEO do seu site. Disponibilidade, velocidade, segurança e localização são apenas alguns aspectos de uma hospedagem, que podem impactar no SEO do seu site. E relembrando, ainda que uma hospedagem não possa garantir o ranqueamento de um site nos mecanismos de busca, ela poderá afetar negativamente o seu posicionamento, se não for séria, estável e confiável.

Agora que você já sabe como é importante escolher uma boa hospedagem para o seu site, confira nosso ranking com as melhores empresas de hospedagem! 🙂

↑ Ir para o topo

Por:

Profissional de marketing e empreendedora, com mais de 10 anos de bagagem digital. Ama viajar e sonha com o dia em que qualquer pessoa poderá ter o seu site na internet.

2 Comentários

  1. Luís Franco

    Parabéns pelo artigo Thatiana, ele sanou algumas dúvidas minhas sobre a relação entre SEO e hospedagem. Estou pensando em fazer um site simples para exposição de um empreendimento imobiliário, simples, com algumas fotos, textos e contato. Você pode sugerir alguma plataforma de criação de sites e hospedagem para esse fim?

    Responder
    • Tathiana Sobroza

      Obrigada pelo comentário, Luís!
      Sobre a sua dúvida, eu escolheria a plataforma com base em alguns aspectos. O primeiro deles é quem irá criar o site. Se você for criar o site, mas não tiver conhecimento nesta área, o criador de sites é mais interessante (veja algumas opções aqui). Mas isso se o site for atender uma necessidade mais imediata. Caso você pretenda ficar com este site por mais tempo e quiser trabalhar o SEO para gerar tráfego orgânico para ele, recomendo que faça o seu site em WordPress (confira este passo a passo para criar por conta própria). Ele é de longe o que tem maior potencial para trabalhar o SEO e que mais te trará benefícios a longo prazo. Sobre a hospedagem, na primeira opção ela já está incluída no plano; na segunda é preciso contratar uma hospedagem (veja aqui ótimas opções com desconto). Em relação ao layout e aos recursos, ambas as ferramentas te atenderão (pelo que descreveu), mas o WordPress é o que oferece mais possibilidades. Caso queira entender as diferenças em detalhes, produzi um artigo que compara o Criador de sites e o WordPress. É bem completo e também pode te ajudar. O link é este: https://tudosobrehospedagemdesites.com.br/criador-de-site-ou-wordpress/.
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida nova, basta comentar. 🙂

      Responder

Deixe um comentário

↑ Ir para o topo