Novo painel da SiteGround é lançado em substituição ao cPanel (veja o que mudou)

Novo painel da SiteGround
SiteGround web hosting

Em um momento de grande polêmica em torno do cPanel, uma empresa global de hospedagem anuncia que está deixando de usar o painel de controle mais popular do mundo. Esta empresa é a SiteGround, que acaba de substituir o cPanel por um novo painel, desenvolvido pela sua equipe ao longo de quase três anos.

A notícia teve grande repercussão e chegou no mês seguinte ao anúncio da cPanel, em junho de 2019, que informava sobre uma mudança significativa na política de uso e cobrança de licenças. Para quem vê uma relação entre os fatos, a SiteGround afirma que é apenas uma coincidência. Não seria possível antever a questão do cPanel com tantos anos de antecedência, comentou um funcionário, ao ser questionado por um cliente no post da empresa.

Publicado em 30 de julho, o post da SiteGround sobre o novo painel recebeu uma enxurrada de comentários, principalmente de clientes. Enquanto muitos elogiavam a mudança, outros se mostraram preocupados ou decepcionados, alegando que o cPanel era um dos motivos pelos quais teriam escolhido a empresa. 

É fácil entender a polêmica. Mudar o painel de uma hospedagem é algo complexo e delicado. Afinal, é através dele que realizamos todas as funções relacionadas à hospedagem (o que inclui sites, domínios e e-mails). Neste caso, ainda mais, considerando que o cPanel é utilizado por milhões de profissionais e empresas em todo o mundo.

Por outro lado, o novo painel da SiteGround ficou melhor? Na minha opinião, sim. Em diversos aspectos. No entanto, entendo que a mudança possa não ter agradado uma parcela de clientes da empresa, tão acostumados com o cPanel.

Se você ficou interessado em saber como foi a mudança e o que esperar do novo painel da SiteGround, me acompanhe neste artigo. 🙂

Como o novo painel SiteGround foi criado

Segundo a empresa, o novo painel da SiteGround começou a ser desenvolvido quase 3 anos atrás, ou seja, em meados de 2016. Até então, o cPanel era o painel de controle oferecido aos clientes. Para se ter uma ideia, a empresa hoje tem mais de 2 milhões de domínios sob sua gestão.

Para desenvolver o novo painel — que inclui uma área de clientes e uma série de ferramentas para sites (Site Tools) — a empresa precisou contratar mais de 20 profissionais exclusivos para o projeto, incluindo desenvolvedores especializados em React. Essa tecnologia foi usada para oferecer uma experiência de navegação mais rápida e mobile-friendly (embora o cPanel também funcione em celulares).

Área “Site Tools”, no novo painel da SiteGround
Área “Site Tools”, no novo painel da SiteGround

Simplicidade também foi uma preocupação com a nova interface. Quem conhece o cPanel sabe como ele pode ser complicado, especialmente para usuários comuns. A propósito, esse parece ser o foco do novo painel da SiteGround: atender melhor o público não técnico, que precisa hospedar apenas um site. E também as agências, que contam com diversos colaboradores em um mesmo projeto. Mais adiante, ao mostrar a nova interface, isso vai ficar mais claro.

Conheça os planos de hospedagem da SiteGround

Web hosting crafted for easy site management - SiteGround

Por quais razões a SiteGround decidiu lançar seu próprio painel?

A empresa explicou os motivos que a levaram substituir o cPanel por um painel próprio. Quem conhece um pouco do funcionamento do cPanel, consegue entender o que eles estão falando, mesmo concordando ou não com a mudança. 

Segundo a SiteGround informou em seu post (e que traduzo aqui), os motivos para construir suas próprias ferramentas foram:

“Nós precisávamos nos afastar do conceito de sites adicionais (addon sites), uma vez que ele cria determinadas limitações para os nossos usuários e suas opções no gerenciamento de sites. No setup do cPanel, você tem um site primário e sites adicionais subordinados, que não recebem exatamente as mesmas funcionalidades. A partir de agora, com o Site Tools (ferramentas para sites), todos os sites são iguais.

Nós precisávamos implementar nosso próprio controle de acessos, de modo que nossos novos papéis de sub-usuários (colaboradores e subclientes do white-label) pudessem ter os níveis de acesso desejados.

Nós queremos adicionar novas funcionalidades de forma mais fácil. Temos um longo histórico de adição de novas ferramentas na interface do cPanel para atender às necessidades únicas dos nossos clientes: atualizações do WordPress, staging, integração com Let’s Encrypt, e mais. Agora será mais fácil adicionar ferramentas similares porque não teremos mais que estar em conformidade com um framework de terceiros. Manutenção e upgrades para esses ferramentas também serão mais fáceis.”

Como e quando será feita a mudança do cPanel para o novo painel da SiteGround?

Desde o dia 30 de julho de 2019, todos os novos clientes de hospedagem já estão usando o novo painel de cliente. À exceção, no momento, das contas de Cloud e de servidor dedicado, de alguns parceiros, e dos clientes dos idiomas espanhol ou italiano. 

Os clientes que estão usando o cPanel e a antiga área de cliente serão gradualmente migrados para as novas interfaces, a partir de setembro de 2019. A empresa afirma que usará um script automático para transformar todos os addons existentes em sites separados, incluindo a migração devida de sites, e-mails e outras informações. Os clientes serão previamente notificados por e-mail sobre o cronograma de mudanças.

Infelizmente não é possível antecipar — nem postergar — a adesão ao novo painel da SiteGround. Quem quiser continuar usando o cPanel precisará tomar uma decisão rápida sobre o que fazer ou para onde ir (veja aqui mais opções de hospedagem).

Para que os clientes atuais possam conhecer o novo painel da SiteGround, a empresa disponibilizou uma versão demo em todas as contas de hospedagem. A ideia é que todos possam experimentar e esclarecer todas as dúvidas antes que o painel seja implementado na conta. Veja em seguida como é o novo painel da SiteGround.

Como é a nova interface do painel SiteGround?

O novo painel da SiteGround não tem nenhuma semelhança visual com o cPanel. E imagino que essa tenha sido a ideia. Por outro lado, eles se inspiraram nas funcionalidades do renomado painel para garantir que nenhuma (ou quase nenhuma) delas ficasse para trás.

O resultado foi um painel de controle que surpreende positivamente, tanto na usabilidade quanto nos recursos (embora eu reconheça que essa opinião possa não ser compartilhada entre todos os usuários do cPanel).

Comparação entre o painel antigo (à esquerda) e o novo (à direita)
Comparação entre o painel antigo (à esquerda) e o novo (à direita)

O novo painel da SiteGround possui muitas funcionalidades, então vou destacar as que me chamaram mais atenção.

Painel único

Uma das dificuldades que as empresas de hospedagem enfrentam ao usar o cPanel está na integração das ferramentas. Assim como em outras empresas que usam esse painel, na SiteGround os acessos de cliente e da conta cPanel ficavam separados. Para usuários comuns e que administram poucos sites, isso é contra-intuitivo e inconveniente.

Painel antigo, com botão para acessar o cPanel, e o novo, organizado por site
Painel antigo, com botão para acessar o cPanel, e o novo, organizado por site

No novo painel da SiteGround todos os recursos e informações estão na mesma interface. Seja para criar um e-mail, contratar um novo produto ou editar os dados da empresa, tudo pode ser feito a partir de um mesmo painel. Na minha opinião, para um usuário que gerencia poucos sites, a nova interface é muito mais intuitiva e amigável. Além disso, o novo painel oferece uma ótima experiência também em celulares, tornando possível acessar e editar sua conta a partir de qualquer dispositivo.

Menu do novo painel da SiteGround
Menu do novo painel da SiteGround

Abordagem centrada no site

No cPanel, os sites, e-mails e domínios estão subordinados à conta de hospedagem, o que é conveniente para quem gerencia muitos sites na mesma conta. Por outro lado, essa hierarquia gera problemas para alguns tipos de usuários, sendo o maior deles a questão da segurança.

Um exemplo: uma empresa necessita fazer uma melhoria no seu site, que está em uma hospedagem que usa cPanel. Ao contratar um profissional para fazer o serviço, ela precisará conceder acesso à conta cPanel da empresa. Com isso, esse profissional ganhará acesso não somente ao site, mas a todos os sites e caixas de e-mail subordinados àquela conta. Não há níveis de acesso por área do cPanel, o que pode comprometer a segurança das informações, em casos como esse. Naturalmente, o mais comum é que sejam profissionais de confiança da empresa, mas é importante saber que essa questão existe.

No novo painel da SiteGround a hierarquia está centrada em cada site, em vez da hospedagem. Deste modo, cada site é uma unidade central para todos os processos e operações dentro da nova interface. A hospedagem é apenas um serviço que pode ser aplicado em um ou mais websites, conforme o plano contratado. Há ainda diferentes níveis de acesso à conta, como veremos adiante.

Segundo a empresa, essa mudança de foco foi feita com base nas necessidades dos clientes, que em sua maioria querem construir e gerenciar um site, e não uma hospedagem.

Seção de websites no novo painel da SiteGround
Seção de websites no novo painel da SiteGround

Seguindo a hierarquia do novo painel, cada site ganhou seu próprio kit de ferramentas (chamado de “Site Tools”). Ele difere do cPanel, pois funciona de forma independente em cada site hospedado na conta. Através do Site Tools é possível administrar todos os aspectos de cada site, incluindo arquivos, e-mails, domínios, performance, segurança, entre outros.

As funcionalidades são praticamente as mesmas do cPanel (sempre haverá quem discorde). Porém, elas são organizadas e exibidas de uma maneira mais intuitiva e acessível para usuários menos técnicos.

Site Tools no novo painel da SiteGround
Site Tools no novo painel da SiteGround

Maior facilidade na criação do site e gerenciamento da hospedagem

Segundo a empresa, uma parcela significativa de clientes possui apenas um site. Em sua maioria são donos de pequenas empresas, lojas de e-commerce, profissionais liberais e blogueiros. Por isso, ao desenhar a nova interface, eles identificaram como uma de suas prioridades a necessidade de um onboarding mais fácil e rápido para os clientes

De fato houve uma grande melhoria no processo inicial de criação e publicação do site. Para adicionar um novo site, basta clicar em “New Website” (novo website) e então seguir os passos sugeridos pela ferramenta.

O primeiro passo é a escolha do domínio, que pode ser novo, existente ou temporário. Esta última opção — que também está disponível no cPanel, mas de forma menos intuitiva — é uma mão na roda para quem quer começar o site, mas ainda não tem o domínio registrado.

O painel indica os passos para criar um novo website
O painel indica os passos para criar um novo website

Depois do domínio, o passo seguinte é fazer o setup do site, que pode envolver uma instalação de uma aplicação, como o WordPress, por exemplo, ou a migração de um site existente (veja nosso tutorial sobre como migrar de hospedagem por conta própria).

Uma das preocupações com o novo painel da SiteGround era de que não seria mais possível instalar aplicações com facilidade, já que o Softaculous era disponibilizado no cPanel. A boa notícia é que a SiteGround manteve a funcionalidade do Softaculous, ao usar essa ferramenta de forma remota no back-end. Em outras palavras, o instalador automático continua disponível aos clientes, tendo mudado apenas de aparência.

Mais de 30 aplicações estão disponíveis no instalador automático. Entre elas estão: WordPress, WordPress + WooCommerce (para lojas virtuais), Joomla, Magento, Drupal, Moodle, Opencart, phpBB e Prestashop.

Tela de setup de um novo site no painel da SiteGround
Tela de setup de um novo site no painel da SiteGround

Recursos específicos para WordPress

A SiteGround é recomendada pelo WordPress.org, portanto faz muito sentido que ela dê uma atenção especial aos usuários dessa plataforma. Isso sem contar o fato do WordPress ser o gerenciador de conteúdo mais utilizado no mundo.

Uma dessas facilidades está no “Kit WordPress”, disponível para cada site. Em poucos cliques é possível acessar o painel de administração do WordPress (wp-admin), configurar a atualização automática, gerenciar backups, implementar caching (que melhora a performance), entre outras funções que até então pareciam complexas para usuários comuns.

Kit WordPress permite acesso fácil e rápido às configurações da ferramenta
Kit WordPress permite acesso fácil e rápido às configurações da ferramenta

Na seção de instalação e gerenciamento do WordPress é possível fazer novas instalações ou gerenciar as instalações existentes. Entre as ações estão: atualizar senha de administrador do WordPress, resetar permissões, e mover ou deletar a aplicação.

Área de gerenciamento de instalações WordPress
Área de gerenciamento de instalações WordPress
Managed WordPress Hosting. Powerful, yet simple to use. SiteGround

As outras seções dedicadas ao WordPress incluem o Staging (onde é possível criar cópias do site para testar modificações antes de publicá-las), a ferramenta de migração (que faz o processo de forma automática através de um plugin da empresa) e o Autoupdate (onde é possível personalizar um cronograma de atualização da ferramenta, em vez de usar a atualização padrão da empresa).

Área de gerenciamento de atualizações do WordPress
Área de gerenciamento de atualizações do WordPress

Ferramentas de colaboração para agências e freelancers

Como comentei antes, o cPanel não possui usuários com níveis diferentes de acesso. Portanto, qualquer projeto de site que envolva diversas pessoas demanda maior atenção com questões como segurança e colaboração. Ainda mais em agências, que lidam com múltiplos sites e contas.

A partir do feedback de clientes, a SiteGround desenvolveu algumas funcionalidades específicas para agências, designers e desenvolvedores, com o objetivo de facilitar a colaboração entre empresas e profissionais. São elas:

  1. Possibilidade de transferir facilmente a propriedade de sites para clientes – com o novo setup, o profissional ou agência pode criar o site dentro da sua própria conta de hospedagem e ao final transferi-lo para o cliente, com apenas um clique. A opção está disponível na área de cliente. Além de transferir a propriedade para o cliente, pode-se adicionar recomendações de hospedagem e outros serviços, que sejam necessários.
  2. Possibilidade de adicionar colaboradores em projetos – clientes hospedados em planos GrowBig (ou superior) podem adicionar suas agências ou profissionais terceirizados como colaboradores, a partir da área de cliente. Isso permite que esses fornecedores tenham acesso às ferramentas do site em questão e possam postar tickets sem precisar ter acesso à conta principal do cliente. Outra possibilidade é adicionar colaboradores em um projeto que esteja sendo desenvolvido em equipe.
  3. Possibilidade de fornecer acesso ao Site Tools sem a marca SiteGround (white-label) – em negócios onde o fornecedor é proprietário das contas de hospedagem dos clientes (como no caso de revendas), é possível conceder aos clientes o acesso às ferramentas do site (Site Tools) sem qualquer referência à marca da SiteGround. O recurso de white-label é útil para quem presta serviços que combinam o gerenciamento do site e da hospedagem e está disponível nos planos GoGeek ou superior. O cPanel é um dos painéis mais utilizados para revenda de hospedagem também por essa funcionalidade, possível através do painel WHM.

Outra vantagem nas funcionalidades acima listadas é a possibilidade de fazer tudo com apenas um login. Quem trabalha com criação e hospedagem de sites sabe que é comum administrar múltiplos logins, um para cada conta de cliente. No novo painel da SiteGround é possível usar apenas o seu login para acessar todos os sites que possui ou administra, a partir da sua própria área de cliente.

Conheça as melhores revendas de hospedagem

Recursos para desenvolvedores

Embora o novo painel da SiteGround tenha sido criado com o foco em usuários leigos, a empresa parece não ter deixado de lado as necessidades do público técnico. Tanto no post de lançamento, como nos comentários respondidos pela empresa, eles enfatizam que todos (ou quase todos) os recursos presentes no cPanel foram recriados no novo ambiente. E o melhor: agora ficaram mais acessíveis a todos.

Não irei me aprofundar no tema, pois a lista de funcionalidades do cPanel é gigantesca (além de não ser a minha especialidade). No entanto, vou listar algumas que considero importantes e estão presentes no novo painel:

Repositório Git – nele é possível criar e gerenciar um ou mais repositórios para as aplicações. O Git é amplamente utilizado por desenvolvedores, que trabalham em diferentes áreas do site e querem ter maior controle e agilidade nas atualizações.

Cron Jobs – presente também no cPanel, essa ferramenta permite automatizar comandos ou scripts no site. Com ele é possível agendar tarefas em um tempo ou um intervalo definido.

PHP Manager – nesta seção é possível verificar qual versão PHP está habilitada na sua aplicação e mudá-la facilmente, com apenas um clique. Em outros painéis de controle essa informação costuma ficar mais escondida. Veja aqui a importância de manter a versão de PHP da sua hospedagem atualizada.

Ferramenta para alterar a versão do PHP no novo painel da SiteGround
Ferramenta para alterar a versão do PHP no novo painel da SiteGround

SSH Keys Manager – nesta seção é possível gerenciar as chaves SSH existentes, assim como gerar ou importar novas chaves. Como explicado no próprio painel da SiteGround, o SSH fornece um acesso seguro ao site, através de uma conexão criptografada. Através da conexão SSH, é possível gerenciar arquivos e pastas, modificar suas permissões, modificar arquivos diretamente no servidor, entre outras coisas. Para fazer isso, é preciso ter chaves SSH. Para se aprofundar sobre esse assunto, leia nosso artigo sobre o que é e como usar o SSH na sua hospedagem.

Existem ainda outras funcionalidades em desenvolvimento, segundo a empresa. Um deles é a mudança de domínio primário, que deve ser implementada em breve. Outras integrações futuras incluem ferramentas como o G Suite, entre outras.

Conclusão sobre o novo painel da SiteGround

Na minha opinião, a SiteGround acertou em cheio na nova interface. Além de contar com uma série de recursos úteis para quem administra um site, o painel é bem organizado, visualmente atraente e muito fácil de usar. Sem contar que ele é acessível por celulares, algo que se tornou indispensável nos dias de hoje. É uma pena que ainda não esteja disponível em português.

Do ponto de vista da empresa, entendo que a mudança para um painel próprio faz muito sentido. Primeiro, pela maior liberdade de criação e manutenção das ferramentas, muitas delas desenvolvidas para atender às necessidades específicas dos seus clientes. Segundo, pelos custos que acredito serem menores, ainda mais considerando a mudança próxima nos preços do cPanel. E em terceiro, para acompanhar as mudanças que vêm ocorrendo no segmento de hospedagem, nos últimos anos.

Como alguém que lida com sites desde que eles começaram a existir, acredito que o mercado está se transformando e trazendo um novo segmento de clientes. Lembro-me quando era preciso entrar em contato com um webmaster para substituir um simples texto no site. Desde então muita coisa mudou, e o que vejo é uma tendência em que, cada vez mais, clientes leigos contratam empresas para criar e hospedar seus sites por conta própria

Prova disso são as dezenas de criadores de sites lançados de uns anos para cá (e em franca expansão). Ou ainda, a transformação das agências, que agora cuidam da presença online do cliente, muitas vezes incluindo a gestão ou o fornecimento da hospedagem. Sendo assim, é natural e esperado que as empresas de hospedagem acompanhem essa mudança.

Do outro lado, profissionais com conhecimento avançado estão migrando para outras soluções, que também evoluíram para atender sites e aplicações cada vez mais robustos e complexos. Não é à toa que vemos o crescimento de Clouds como a AWS, a Google Cloud Platform e a Azure, que vêm ganhando uma boa fatia do mercado.

Para os usuários acostumados com o cPanel, e que fazem uso de recursos avançados desse painel de controle, entendo que podem sentir muita diferença na nova interface da SiteGround, e até mesmo deixar de encontrar alguma funcionalidade. Pelos comentários de usuários feitos no post da empresa, os mais afetados parecem ser donos de revendas ou de hospedagens com um grande número de contas cPanel. Realmente, para eles essa mudança pode ser assustadora. 

Por outro lado, com a mudança na política de preços do cPanel a partir de setembro, é apenas uma questão de tempo para vermos diversas empresas de hospedagem reajustarem seus preços, principalmente para contas com um número elevado de sites. Em paralelo, talvez vejamos cada vez mais empresas migrando do cPanel para suas próprias soluções. Seja como for, o mercado está sempre mudando e evoluindo, então como esperar que o cPanel fosse eterno? Fica aqui a questão para refletir. 🙂

Sobre a SiteGround

A SiteGround é uma empresa ainda pouco conhecida no Brasil, mas que vem crescendo rapidamente em diversas partes do mundo. Fundada em 2004 na Bulgária, a empresa possui escritório em outras 3 regiões (Estados Unidos, Reino Unido e Espanha), além de data centers em 3 continentes (América do Norte, Europa e Ásia).

Tenho acompanhado a SiteGround há algum tempo, e nos últimos anos e a vi dobrar o número de domínios hospedados. Atualmente, a empresa possui mais de 2 milhões de domínios hospedados e conta com mais de 500 funcionários. 

É fácil compreender o seu sucesso, mesmo em um mercado tão competitivo quanto o de hospedagem. A SiteGround oferece uma hospedagem super estável e de alta qualidade, com diversos recursos “de fábrica” e um suporte incrivelmente bom e rápido. Tudo isso por um custo inicial de 3,95 dólares, o que a coloca na média das hospedagens mais populares. Uma prova disso é que são indicados pelo próprio WordPress.org. O único ponto que ainda falta para o mercado brasileiro é o pagamento em Real e o suporte em português. Mas para quem não tem esse problema, é uma excelente hospedagem.

Se você ficou interessado em saber mais, leia nosso review sobre a SiteGround ou visite o site da empresa.

The easiest start for your website - SiteGround web hosting

Tags:

Por:

Profissional de marketing com mais de 10 anos de experiência na área digital, já liderou e participou da criação de dezenas de sites e blogs, desde pessoais até de grandes empresas. É cofundadora e autora do Tudo sobre Hospedagem de Sites.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉