O que é HTML

O que é HTML

O que é HTML?

HTML é a linguagem de marcação de textos, fotos e outros tipos de dados nas páginas da internet, que acessamos utilizando um navegador.

Para entendermos direito, vamos voltar um pouquinho no tempo. Tudo começou quando Ted Nelson em 1965 criou o hipertexto. Basicamente, é um texto que pode ser lido de forma não linear, em qualquer direção e ordem. É um texto que possui links (partes do texto previamente marcados, que nos levam a outros textos). Daí também se originou o termo de “navegar” no texto, que posteriormente utilizamos para navegar na internet. Quatro anos depois, com o projeto ARPANET (inicialmente 4 computadores militares ligados em rede), surgiu a necessidade de disponibilizar, de forma controlada, dados (textos), e a idéia de Ted Nelson serviu como uma luva.

Veja também: Como hospedar um site

Essa incrível e simples ideia (hipertexto) é utilizada na internet até hoje. Claro que, com o passar dos anos, a linguagem de formatação, que nos permite criar hipertexto, passou por muitas evoluções e melhoramentos, mas sem perder sua simplicidade. O HTML (Hyper Text Markup Language) foi criado por Tim Berners-Lee, físico e matemático, em homenagem a Ted Nelson, com a sugestão de que o texto fosse todo interconectado assim como os neurônios do cérebro. Seu projeto foi batizado com o hoje famoso nome world wide web. Tim Berners-Lee é considerado o pai da internet.

Tags

Tags são etiquetas usadas para dar comandos ao navegador. As tags html geralmente são utilizadas imediatamente antes e após o elemento que se deseja marcar ou formatar.

Por exemplo: se queremos que determinado texto apareça como negrito, devemos usar a tag <strong> para tal. Veja:

Esse é um exemplo de texto em <strong>negrito</strong>

Nesse caso, somente a palavra negrito ficará destacada, gerando como resultado:

Esse é um exemplo de texto em negrito.

As tags podem ser escritas usando maiúsculas, minúsculas ou até mesmo misturado, porém convencionou-se usar sempre minúsculas.

As tags também possuem um valor semântico, ou seja, informam aos buscadores (como o Google e o Bing) informações relativas ao significado do texto. Dessa maneira, os buscadores estão, cada vez mais, melhorando os resultados exibidos em uma busca.

HTML5

Com o avanço da velocidade da internet, e com a necessidade de anexar recursos multimídia e até mesmo  aplicações mais avançadas, a linguagem HTML evoluiu para sua versão mais recente, o  HTML5. Suas vantagens em relação às anteriores são inúmeras. Podemos citar, por exemplo, a possibilidade de tocar arquivos de áudio e  vídeo sem a utilização de plugins externos. Antes disso, boa parte dessas demandas eram supridas pelo plugin chamado Flash. Devido à algumas características do flash, a ferramenta está caindo em desuso aos poucos, enquanto o padrão HTML5 vem se firmando cada vez mais.

Conclusão

Neste artigo, pudemos observar o que é HTML, sua origem e como funciona. Também é importante saber que existem ferramentas específicas para criação de sites em HTML, inclusive com a utilização do modo de visualização “WYSIWYG” (what you see is what you get, ou o que você vê é o que você obtém), onde é possível se concentrar na criação, e deixar a maior parte de codificação para o aplicativo, no entanto, saber codificar em HTML pode ser a diferença entre resolver um problema de formatação ou não.

Tem alguma dúvida ou observação sobre esse post? Deixe um comentário, que teremos prazer em conversar.

Por:

Alan Araujo é tecnólogo em processamento de dados e engenheiro de redes e atua como professor de informática e técnico de computadores e redes. Estudou na UniverCidade e Infnet e acredita que o mundo é um lugar muito bom pra se viver, desde que se tenha acesso à internet.

Deixe um comentário