Como escolher uma boa hospedagem

Como escolher uma boa hospedagem

Você está criando um site e agora precisa escolher uma boa hospedagem? Se você está em dúvida sobre qual contratar, fique tranquilo: você não está sozinho. Muitas pessoas se deparam com esta pergunta e ficam sem saber por onde começar. Neste artigo, explicaremos como escolher uma boa hospedagem em apenas 4 etapas.

Uma delas está relacionada à empresa de hospedagem, que precisa oferecer um serviço de qualidade e um suporte sempre disponível. Estes são os requisitos mínimos, pois sem eles você corre o risco de ter o seu site indisponível na hora em que mais precisa.

No entanto, além da empresa, você também precisa escolher o plano de hospedagem. Isso porque cada empresa oferece diversos planos, para diferentes tipos de site. Cada plano possui configurações específicas, que podem mudar bastante de uma empresa para outra.

Preparamos aqui uma maneira prática de ajudá-lo, explicando como escolher uma boa hospedagem em apenas 4 passos. Vamos lá? 🙂

1. Dimensione o tamanho do seu site

Tamanho do site

O site que você possui ou está construindo é pequeno, médio ou grande? Caso não saiba quanto espaço ele ocupa, pense no número de páginas e de conteúdos. É um site de até 10 páginas ou muito maior do que isso? Qual a quantidade de imagens e vídeos publicados no site?

Essa pergunta é importante porque o tamanho do seu site determinará o espaço em disco necessário na sua hospedagem. Agora vamos mostrar a hospedagem ideal para os dois casos.

Pequeno a médio – maioria dos sites

A maioria dos sites se enquadra nessa categoria, por ocupar um espaço em disco relativamente pequeno comparado ao que está disponível no mercado. Se o seu site ou o seu blog ocupa um espaço de até 100 GB, a hospedagem de sites (compartilhada) suprirá as suas necessidades. Essa é a hospedagem mais popular e atende a grande maioria dos sites na internet, como o nosso, por exemplo. Além disso, é a mais barata, com planos entre R$ 6 e R$ 20 mensais (veja aqui as melhores hospedagens do mercado).

Para te dar uma ideia de quanto esse espaço significa, 100 GB comportam mais de um milhão de imagens de 100 KB. Claro que um site não é feito só de imagens e nem todas elas terão esse tamanho, mas dá para mostrar o que pode ser feito com um espaço em disco desses. Também é preciso pesquisar, já que as hospedagens também variam em espaço em disco. As mais conhecidas oferecem entre 10 GB e 100 GB e podem ou não dividir o espaço com outros recursos, como e-mail e banco de dados.

Sites criados em WordPress também podem contar com planos de hospedagem específicos para a plataforma (veja aqui os planos de hospedagem para WordPress).

Sites grandes – com muito conteúdo multimídia

Nessa categoria estão alguns sites específicos, que ocupam um espaço em disco superior a 100 GB. Portais de conteúdos que publicam conteúdos multimídia diariamente e sites pesados, com grande volume de fotos, vídeos e áudios, são bons exemplos. Em casos como esses, é recomendável contratar um plano mais robusto, como um servidor VPS, cloud ou servidor dedicado.

Existem alguns casos em que sites e blogs “pequenos” não são comportados em hospedagens compartilhadas. Isso pode acontecer por alguns motivos, sendo o mais comum quando o dono do site publica uma grande quantidade de imagens, sem antes otimizá-las. Esta prática pode fazer com que o espaço em disco seja utilizado e seja preciso migrar de hospedagem. Sem contar com o desempenho do site, que certamente será afetado.

Se o site ainda não foi publicado, você pode começar com uma hospedagem de sites comum e esperar o seu site crescer para migrar para um plano mais robusto. Afinal, isso pode levar algum tempo e você vai economizar bastante nesse meio tempo, já que os valores das hospedagens variam bastante.

2. Avalie o volume de acessos ao site

tráfego do site

Seu site recebe muitas visitas? Avaliar o tráfego é importante por conta da transferência oferecida pelos planos de hospedagem. Além disso, cada vez que uma página é carregada, ela utiliza um pouco dos recursos do servidor de hospedagem.

Acessos moderados e uniformes 

É muito difícil estabelecer limites de acessos para cada tipo de hospedagem, pois isso varia muito conforme o site e o plano contratado. O que é importante entender é que o comportamento dos acessos costuma ser mais importante do que o volume mensal de acessos. Se o seu site é parecido com o nosso (ou ainda mais simples) e recebe até 50.000 visitas ao longo do mês (de maneira uniforme), a hospedagem compartilhada poderá ser suficiente. Lembrando que isso dependerá também do plano e da empresa contratada.

É importante levar em conta também o tipo de site que você possui, já que cada acesso utiliza um pouco dos recursos do servidor. Um site com muitos vídeos ou imagens certamente consumirá mais recursos do servidor do que um site que utiliza mais textos. Otimizar o site, por sua vez, evita sobrecarga no servidor de hospedagem e permite que se utilize uma hospedagem compartilhada, mesmo com um número maior de acessos.

Muitos acessos ou picos de tráfego

Um site com milhares de acessos diários pode consumir rapidamente os recursos de um plano de hospedagem comum e fazer com que o site fique fora do ar. Esse cenário é bastante comum em sites que possuem uma grande audiência ou que tenham um comportamento de acessos irregular, com picos de tráfego. Blogs populares e lojas virtuais são exemplos de sites com este tipo de tráfego.

Quando um blogueiro publica um novo conteúdo na rede social, o blog recebe uma enxurrada de novas visitas e pode ficar indisponível, se estiver hospedado em um plano que não aguente o tranco. No caso das lojas virtuais, as promoções também geram um fluxo alto de acessos simultâneos, que podem não ser suportados por uma hospedagem compartilhada. Em casos como esse, a recomendação é contratar uma hospedagem Cloud ou um servidor dedicado.

3. Considere o tipo de site que pretende criar (ou que possui)

loja virtual

Site institucional

A maioria dos sites se encaixa nessa categoria. Se o site que possui (ou que planeja criar) é de um negócio local, de uma empresa pequena ou ainda um site pessoal, a hospedagem compartilhada normalmente é suficiente. Esse tipo de site não costuma ocupar muito espaço em disco, nem atingir um volume de visitas muito alto, logo ela se encaixa bem nesse tipo de hospedagem. Naturalmente, toda regra tem exceções. Se o seu negócio aparecer em um programa de TV e centenas de pessoas acessarem o seu site naquele minuto, é provável que ele fique fora do ar.

Blog

Blogs geralmente também podem utilizar uma hospedagem compartilhada. Neste caso, a diferença principal talvez seja o potencial dele ter picos de tráfego, comuns a blogs de personalidades. Se o seu blog tem um tráfego regular, mesmo que seja bastante visitado, pode ser que ele seja suportado em uma hospedagem compartilhada. No entanto, se o volume de acessos for elevado (acima de 5.000 visitas diárias) ou tiver picos de tráfego, você provavelmente precisará de uma hospedagem cloud ou de um Servidor dedicado.  Há ainda situações de blogs que não tem um número tão grande de visitas, mas tem um tema muito pesado e imagens não otimizadas. Lembre-se, se isso acontecer, você poderá ser obrigado a mudar de plano.

Loja virtual

Se você possui um site de e-commerce, sua hospedagem precisa oferecer o protocolo de segurança SSL, que garante a segurança dos dados dos clientes através da criptografia em cada informação enviada e recebida. Não oferecer esse tipo de segurança é colocar em risco as informações dos seus clientes, que poderão ser expostas à pessoas mal-intencionadas.

O plano de hospedagem ideal varia conforme o tamanho da loja. Se for um e-commerce pequeno, com poucas páginas e produtos, uma hospedagem de sites compartilhada que ofereça SSL atenderá às suas necessidades. Por outro lado, lojas virtuais médias e grandes demandam planos mais robustos, como cloud e servidor dedicado. Em ambos os casos é preciso ficar atento aos picos de tráfego, que podem fazer com que a sua loja virtual saia do ar.

É comum utilizar também as lojas virtuais prontas, que já vêm com a hospedagem incluída. Neste caso, basta escolher o plano adequado às suas necessidades. Normalmente eles variam conforme a quantidade de produtos e visitas mensais.

4. Avalie a empresa e o plano de hospedagem

Avaliando a hospedagem

Ao responder as três primeiras perguntas, você já está apto a escolher o plano de hospedagem ideal para o seu site. Mas se ainda assim tiver dúvidas, experimente nosso teste gratuito: “Qual o tipo de hospedagem ideal para o seu site?“. São apenas 3 perguntas rápidas que irão te ajudar a encontrar a hospedagem adequada às suas necessidades.

Agora que você já sabe qual o tipo de hospedagem o seu site precisa, é hora de avaliar as empresas e planos. Veja abaixo pontos importantes ao escolher uma boa hospedagem:

Sobre a empresa de hospedagem

  • Reputação no mercado – qual é a opinião dos clientes no Reclame Aqui e nas redes sociais? É uma empresa conhecida?
  • Suporte – quais os canais e horário de atendimento? Há suporte em português?
  • Gerenciamento – o painel de controle é em português?
  • Garantias – a empresa oferece reembolso, caso o cliente fique insatisfeito?
  • Uptime – a empresa oferece uma garantia de disponibilidade do servidor acima de 99,5%?

Sobre o plano de hospedagem

  • Espaço em disco – qual o espaço em disco oferecido no plano?
  • Transferência de dados – qual o limite de tráfego do plano?
  • Plataforma – é oferecida hospedagem Linux ou Windows?
  • E-mail – quantas contas de e-mail e qual o espaço para armazenamento em cada conta?
  • Extras – é oferecido um construtor de sites? O certificado SSL é gratuito?

E o preço, devo levar em conta?

A questão do preço não deve ser determinante na sua escolha da hospedagem, mas pode ajudá-lo. Há empresas de hospedagem com preços bem competitivos, que oferecem um serviço de ótima qualidade. Isso acontece porque o preço está relacionado a diversos fatores, como por exemplo a localização do servidor. Empresas com servidores fora do Brasil costumam oferecer planos mais baratos do que as que hospedam no Brasil.

Ao analisar o preço de uma hospedagem, leve em consideração o que está sendo oferecido e quais são as suas garantias. Se é uma boa hospedagem e o preço está dentro do esperado, então aí está uma boa opção.

Espero que as dicas tenham te ajudado a escolher uma boa hospedagem de sites. Até a próxima!

Quais as melhores hospedagens de sites?

Por:

Tudo Sobre Hospedagem de Sites é um site independente e que se propõe a ser exatamente o que sugere seu nome: uma fonte de conhecimento relevante sobre o universo de hospedagem de sites.

6 Comentários

  1. Filipe

    Como a vida seria mais fácil se todos os sites de ajuda e esclarecimento fossem como este. Entrei na mais profunda ignorância e saí sabendo o que quero, como quero, e onde encontrar.
    Através de uma linguagem simples, orientações focadas e uma quantidade de informação adequada, deram-me bases para orientar a minha decisão.
    Parabéns e muito Obrigado

    Responder
    • Redação
      Equipe Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Filipe! Obrigado pelo comentário. Ficamos felizes em saber que conseguimos te ajudar. 🙂
      Um abraço.

      Responder
    • Redação
      Equipe Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Que bom, Carolina! Ficamos felizes em saber que ajudamos.
      Obrigado pelo comentário. 🙂

      Responder
  2. Cleiton

    São boas estas dicas básicas para escolher uma boa hospedagem de sites, outra coisa que gostaria de acrescentar aqui é procurar saber sobre a satisfação de clientes dessas empresas, desse modo é possível ter uma visão prática sobre pontos fracos e fortes que podem ter.

    Responder

Deixe um comentário