Razões para você ter uma revenda de hospedagem

razoes para ter uma revenda de hospedagem

Quando alguém deseja criar um site ou colocá-lo no ar, a primeira coisa que vem à mente é: a quem devo recorrer para realizar este serviço? Afinal, o domínio dos conhecimentos relacionados às áreas de tecnologia, desenvolvimento e design é para poucos.

Por isso, é comum que profissionais das mais diversas áreas procurem por agências de publicidade, web e afins, no intuito de elaborar um projeto de site completo: desde o visual até a própria hospedagem.

Atentas a essa demanda, as empresas de hospedagem passaram a disponibilizar planos de revenda de hospedagem. Embora qualquer pessoa possa adquiri-los, podemos dizer que a grande maioria dos compradores são empresas interessadas no lucro que a revenda desse serviço pode gerar. Continue a leitura e descubra razões para você ter uma revenda de hospedagem! 😉

O pulo do gato

Revender significa tornar a vender; vender aquilo que se comprou para negócio. Neste sentido, o revendedor assume a função de intermediário, lidando diretamente com a empresa de hospedagem e revendendo o serviço para terceiros – seus próprios clientes. E é aí que está o “pulo do gato”: entre o valor cobrado pelas empresas de hospedagem e o preço dos planos disponibilizados pelo revendedor, é posta uma margem de lucro.

Podemos comparar essa situação à de um supermercado atacadista. Por adquirir produtos em grandes quantidades, ele consegue revender a um preço competitivo e ainda obter lucro. Na revenda de hospedagem não é diferente. Ao contratar um plano de hospedagem com um grande volume de recursos, o revendedor consegue lucrar mesmo disponibilizando aos seus clientes hospedagens com preços de mercado.

A revenda pode surgir ainda como uma estratégia de marketing corporativo para agências, por exemplo, já que propõe uma aproximação delas com seus clientes. Além disso, é uma forma de aumentar a gama de serviços deste setor, podendo elevar sua credibilidade. Mas esse assunto nós vamos deixamos para os profissionais de marketing. 🙂

É importante lembrar que as agências de publicidade formam apenas um dos públicos para os quais se destina a revenda de hospedagem. Ela também se comporta perfeitamente em situações como:

  • Pessoas interessadas em ter sua própria empresa de hospedagem de sites como um negócio isolado, sem precisar gerenciar e custear a manutenção de servidores;
  • Empresas que necessitam que a hospedagem de seus clientes seja controlada através de painéis separados;
  • Profissionais que desejam gerenciar diversos sites através de um único painel de controle, ajustando recursos de espaço em disco e tráfego.
razoes para ter uma revenda de hospedagem-infografico

O ônus e o bônus da revenda de hospedagem

É claro que nem tudo são flores quando você decide adquirir uma revenda de hospedagem. Em troca do lucro gerado, o revendedor assume o gerenciamento e a manutenção do servidor para os clientes finais. Ou seja, na prática a empresa de hospedagem continua sendo a responsável pelo serviço, mas quem presta suporte ao cliente final é o revendedor.

Um dos grandes diferenciais desse serviço trata da possibilidade de personalização dos painéis de controle. Por um lado, o revendedor pode gerenciar as contas de todos os seus clientes simultaneamente, definindo limites e recursos. Por outro, cada um desses clientes tem acesso ao seu próprio painel independente, podendo ser personalizado com a marca do revendedor. Atualmente os painéis mais utilizados no mercado são o cPanel e o Plesk.

E agora você deve estar se perguntando: quanto custa ter uma revenda de hospedagem? O preço cobrado por uma revenda é maior que uma hospedagem compartilhada comum, ao passo que seus recursos também são superiores. É importante lembrar ainda que os planos de revenda permitem o consumo total do espaço adquirido, além de ter seu tráfego renovado mensalmente. Quanto ao valor, adiantamos que em geral eles variam entre R$ 30 e R$ 200 por mês.

Por que ter uma revenda de hospedagem?

Digamos que seja de interesse das empresas de hospedagem que você seja um revendedor, certo? Afinal, você se torna um verdadeiro ponto de venda do serviço, ainda que ele tenha a identidade do revendedor.

Por isso, a revenda no formato b2b (business to business, do português “de empresa para empresa”) é como uma via de duas mãos: você adquire um produto praticamente pronto, personaliza à sua maneira e revende com margem de lucro. É conveniente para você e para a empresa de hospedagem. Todos recebem e todos ficam felizes. 🙂

Em resumo, você utiliza a infraestrutura de uma grande empresa de hospedagem enquanto pode focar na divulgação, nas vendas e no crescimento do seu negócio.

Confira algumas razões para você ter uma revenda de hospedagem:

  1. Como falamos, a hospedagem é um serviço pronto. Você “só” precisa vender. Por isso são grandes as chances de retorno rápido do investimento.
  2. É um negócio online: você não precisa de um espaço físico para atender seus clientes e nem se preocupa com mercadorias ou matérias-primas.
  3. Essa pode se tornar a sua fonte de renda principal ou extra, em caso de complemento do seu negócio atual.
  4. Você tem a opção de começar com planos mais básicos e ir aumentando seu negócio. Isso faz da revenda um investimento com poucos riscos.

Conclusão

Ainda que haja uma grande responsabilidade envolvida, a revenda de hospedagem pode ser um bom negócio se você souber gerenciá-la. Existem milhares de empresas ao redor do mundo que retiram daí o seu sustento. Por isso, quem vai pesar os prós e os contras desta prática é você, considerando o seu conhecimento e a sua capacidade de gestão.

Lembrando que a contratação de um plano de revenda de hospedagem acontece como qualquer outra: através dos sites das empresas. Indicamos que, caso você decida entrar de cabeça nesse negócio, efetue uma comparação minuciosa entre os fornecedores e estude os concorrentes para entrar no mercado de forma competitiva.

Boa sorte! Em caso de dúvida, estamos à sua disposição. Deixe seu comentário.

↑ Ir para o topo

Deixe um comentário

↑ Ir para o topo