O que é Jelastic Cloud

Jelastic cloud

Antes de começar o overview desta plataforma cloud, gostaria de deixar claro que a intenção não é realizar nenhum tipo de tutorial sobre, e sim, mostrar alguns casos onde podemos utilizar a plataforma, ou até onde podemos ir com a mesma. Ajudando você, desenvolvedor, a decidir se esse seria o investimento correto para a sua aplicação.

Agora sim, Jelastic Cloud é um PaaS (Platform-as-a-Service, plataforma como serviço) quando fornecido para o desenvolvedor.

O que isso quer dizer?

No caso do Jelastic, uma plataforma como serviço, quer dizer que é entregue toda uma plataforma interativa de criação e gerenciamento de recursos cloud, onde o desenvolvedor tem tudo pré-configurado, e mesmo assim ele consegue realizar todo gerenciamento da sua plataforma e realizar suas personalizações quando necessário.

Diferente de uma Hospedagem de Sites compartilhada onde não se tem noção dos recursos que nossa aplicação está consumindo, muito menos podemos escalonar o ambiente, ou no caso de um Servidor Dedicado, onde podemos fazer tudo isso, porém precisamos de um grande investimento de tempo para realizar todas as configurações necessárias e um profundo conhecimento em gerenciamento de servidores.

Com o Jelastic temos um meio termo, conseguimos com alguns cliques configurar um servidor web, um servidor de banco de dados ou até mesmo um servidor de e-mail caso necessário. Porém não gastamos um grande tempo com essas configurações, já que tudo está praticamente “pré-montado”.

Com essa plataforma temos a possibilidade de:

  • Criar um ambiente para produção ou teste.
  • Clonar um ambiente já em produção.
  • Escalonar um ambiente já em produção verticalmente ou horizontalmente.
  • Iniciar ou pausar um ambiente já configurado e em produção.

Isso tudo em praticamente real-time, ou seja, a plataforma nos dá liberdade de criação e administração do ambiente em poucos cliques em um curto período de tempo, o que não é possível em uma Hospedagem Compartilhada, Servidores Dedicados ou VPS.

Locaweb e Websolute

Atualmente a Jelastic está hospedada em 45 Data Centers ao redor do mundo; ela não fornece a infraestrutura em si, em um data center próprio. O que ela faz é desenvolver e fornecer a plataforma de gerenciamento da infraestrutura para os grandes Hostings do mundo revenderem a mesma.

No Brasil temos duas empresas que fornecem a plataforma Jelastic, a Locaweb e a Websolute. Eu testei e utilizo a plataforma na Locaweb, mas fica ao seu gosto escolher uma delas, ambas lhe oferecem alguns dias gratuitos para testar o ambiente, antes de realmente ativar a conta e fechar negócio.

A Locaweb lhe fornece 14 dias gratuitos e a  Websolute 30 dias. O ambiente em si é praticamente o mesmo em qualquer hosting que você escolher. Pode haver algumas diferenças de versão da plataforma, então você pode sentir falta de algumas funcionalidades. A Locaweb está rodando atualmente a versão 4.9.1 enquanto a Websolute está rodando a versão 4.7.2.

No período de teste gratuito, os recursos do ambiente são limitados, como por exemplo, a quantidade de cloudlets por máquina, o número de ambientes que poderão ser criados e o espaço em disco a ser utilizado. O IP privado também não pode ser testado, então você não consegue configurar um FTP ou apontar seu domínio para o ambiente enquanto está utilizando a versão de teste (as limitações no período gratuito variam em cada empresa). Mesmo com essas limitações você consegue fazer bons testes e se acostumar com a plataforma, então vale a pena realizar os testes.

A Plataforma Jelastic Cloud

Agora que sabemos o que é o Jelastic Cloud e onde obter a plataforma, vamos ver as principais características da mesma e o que podemos tirar da plataforma.

Cloudlet

Cloudlet é uma unidade de medida utilizada para medir a quantidade de memória e processamento que a máquina possui, ou seja, 1 cloudlet equivale a 128MB de memória e 400MHz de potência de processamento, e esse valor vai se multiplicando, 2 cloudlets, 256MB de memória e 800MHz de processamento e assim por diante.

Jelastic cloud configuração cloudlets

No momento que configuramos um servidor, ele mostrará uma barra onde possui dois botões móveis, onde cada um representa:

Cloudlets reservados: São os cloudlets que ficaram fixos em seu servidor. Configuramos um valor mínimo ou com uma pequena folga que julgamos necessário para a aplicação rodar no dia a dia.

Cloudlets dinâmicos ou Limites de escalabilidade: São os cloudlets que deixamos reservados para momentos de pico em nossa aplicação. Deixaremos, por exemplo, 5 cloudlets reservados e 10 dinâmicos, que só serão utilizados caso necessário.

Escalonamento Vertical

Escalonamento vertical é até onde o servidor pode subir com sua potência de processamento e memória quando a aplicação está sendo muito requisitada. Realizamos esta configuração nos cloudlets reservados e cloudlets dinâmicos; feita esta configuração, o Jelastic Cloud tem a capacidade de perceber quando o recurso é necessário ou quando o recurso não é necessário.

Por exemplo, ao atingir o limite de 5 cloudlets reservados, o ambiente dentro de 1 ou 2 segundos libera mais 1 cloudlet dinâmico até atingir o seu limite de escalabilidade previamente configurado por você. Conforme as requisições forem baixando, o ambiente vai desativando esses cloudlets extras 1 a 1, até chegar ao seu número normal de cloudlets reservados.

Escalonamento Horizontal

Escalonamento Horizontal nada mais é do que a multiplicação das máquinas previamente configuradas.

Imaginemos o seguinte cenário: possuímos um blog WordPress e em nosso ambiente teremos um servidor web com Apache, com 5 cloudlets reservados e 10 cloudlets dinâmicos. E um servidor de banco de dados MySQL com os mesmos números. Percebemos que nosso blog anda meio lento, e o monitoramento mostra que esses recursos não estão sendo suficientes para o banco de dados, pois ele está consumindo todos os cloudlets reservados e dinâmicos. Podemos simplesmente subir os números de cloudlets  para o máximo, que é de 64 cloudlets, e mesmo assim após alguns segundos ele permanece consumindo todos os recursos da máquina (claro que esse é um exemplo exagerado, mas é só um exemplo!).

Com isso, o Jelastic Cloud nos permite replicar a máquina do Banco de Dados, que é separada da máquina Web, e que neste exemplo está ok, e realizar um balanceamento de carga do banco de dados. Caso esta configuração seja adotada, a segunda máquina terá a configuração idêntica à primeira, inclusive a quantidade de Cloudlets.

Jelastic cloud configuração dos nós

No painel do Jelastic isso será chamado de “Nó”, porém não precisamos utilizar deste recurso somente quando estamos em crise, mas sim por redundância. Podemos previamente configurar nosso ambiente web e de banco de dados com dois Nós, e, como cada Nó é criado em Hardwares diferentes no data center, caso ocorra algum problema em um deles o outro permanece em funcionamento.

Podemos fazer o escalonamento horizontal automaticamente também, criando algumas regras. Por exemplo, sempre que o processamento do servidor Apache estiver acima de 80%, por pelo menos 5 minutos, adicionar 1 Nó até atingir o limite de 3 Nós.

Jelastic cloud escalonamento automático

Com isso, o ambiente segue verificando o estado de suas máquinas, caso suas máquinas estejam utilizando mais de 80% de seu processamentos juntas, sobe mais uma máquina, e assim por diante, até atingir o limite pré-configurado. E, para diminuir, a mesma coisa: sempre que o processamento do servidor estiver abaixo de 50℅, por pelo menos 20 minutos, remover 1 Nó, até chegar ao número mínimo de máquinas.

Esse foi só um exemplo básico de como funciona uma regra de escalonamento horizontal. Você pode criar regras mais complexas levando em consideração outros parâmetros do servidor, como Processamento, Memória, Utilização de Rede, I/O de disco ou IOPS de disco. Você pode gerar mais de uma regra para cada um de seus servidores.

Balanceamento de Carga

O balanceamento de carga é responsável por realizar a distribuição de requisições em seu site. Ele tem a função de verificar qual máquina tem maior disponibilidade e encaminhar as requisições para a mesma. Ou, quando uma máquina está off devido a algum problema, as requisições serão redirecionadas para as máquinas que estão on.

Quando o escalonamento horizontal é configurado, ou seu ambiente trabalha com mais de uma máquina, por padrão o balanceamento de carga Nginx é ativado. Mas você tem liberdade para escolher entre o Apache, Haproxy ou Varnish, deixando-lhe à vontade para escolher o servidor de balanceamento com o qual você possui mais afinidade.

Além de escolher o servidor que irá realizar o balanceamento de carga, você pode configurar a capacidade de memória e processamento da máquina, ou até mesmo multiplicar as máquinas de balanceamento conforme sua necessidade, realizando as configurações de Cloudlets e de Nós.

Jelastic cloud - balanceamento de carga

Monitoramento

O monitoramento do Jelastic, com certeza é o recurso mais legal da plataforma e que você irá utilizar praticamente todos os dias. Nele, teremos informações de Processamento, Memória, Rede e Disco, e todas essas informações são atualizadas em real time.

Esse é um dos recursos mais importantes para entender o motivo da aplicação estar lenta, ou para investigar as reclamações de nossos usuários, de que a aplicação está ficando fora do ar em um determinado período de tempo durante o dia,  já que podemos verificar gráficos de até 1 semana anterior. É com esse monitoramento que iremos estudar nosso ambiente ao realizar o deploy, fazendo pequenos ajustes de Cloudlets ou de Balanceamento de carga, para não deixar faltar nem sobrar recursos, evitando desperdiçar dinheiro ou causar transtornos aos nossos clientes.

Jelastic cloud monitoramento

Tipos de servidor Web

O Jelastic disponibiliza uma série de servidores web pré-configurados para diversas linguagens web. Além dos servidores e linguagens listados abaixo, você ainda pode contar com um ambientes que disponibiliza NodeJS e Docker.

Java

  • GlassFish
  • Jbossas
  • Jetty
  • Railo
  • SmarthFoxServer
  • TomEE
  • Tomcat
  • WildFly

PHP

  • Apache
  • Nginx

Ruby

  • Apache
  • Nginx

.NET

  • IIS 8

Python

  • Apache

Tipos de Servidores de Banco de Dados

Também podemos contar com uma grande variedade de banco de dados relacionais e não relacionais no Jelastic.

Bancos de dados relacionais

  • MSSQL 2012
  • MariaDB
  • MySQL
  • PerconaDB
  • PostgreSQL

Banco de dados não relacionais

  • Cassandra
  • CouchDB
  • MongoDB
  • Neo4j
  • OrientDB
  • Redis

Maketplace

Jelastic cloud market place

No Marketplace do Jelastic você irá encontrar as aplicações mais populares da web, como WordPress, Joomla, Magento, Wikis, aplicativos de e-mail, aplicativos de gerenciamento de projetos, aplicativos de gerenciamento de arquivos e muitos outros.

O Marketplace foi criado para facilitar a instalação e configuração desses aplicativos. Bastam dois cliques: uma para escolher a aplicação que se deseja utilizar, e outro para escolher o nome do ambiente, e a aplicação será instalada e configurada automaticamente. Como exemplo, iremos escolher o WordPress. Após o começo da instalação, o Jelastic irá criar um ambiente em condições básicas para rodar o WordPress, utilizando um servidor web Nginx e um servidor de banco de dados MySQL.

Jelastic cloud instalação WordPress

Ao realizar a criação do ambiente, temos a etapa de instalação do WordPress, que também é toda automática. Ao finalizar o procedimento de criação do ambiente de instalação do WordPress, que não deve durar mais de 10 minutos, aparece uma janela com os dados de acesso ao painel de administração do WordPress, onde você pode começar a trabalhar.

Jelastic cloud WordPress instalação concluída

Mesmo fazendo esta instalação automática, você tem liberdade para alterar o seu ambiente quando julgar necessário, aumentando ou diminuindo os recursos de determinado servidor, realizando escalonamento, implementando cache, configurando domínio, FTP e tudo que for necessário. Esta é só mais uma forma de economizar tempo.

Após a instalação ser concluída, você também receberá um e-mail com as informações de acesso ao banco de dados e ao painel de administração do WordPress.

Sistema de Cobrança

Com o Jelastic, você irá pagar pelo que utilizar, ou seja, tudo é contado por hora: cloudlets, espaço utilizado em disco, tráfego de rede e IP público contratado em cada servidor.

Mas existem alguns detalhes que devemos nos atentar!

Irei mostrar somente como funciona o sistema de cobrança da plataforma. Caso deseje consultar os valores cobrados por cada empresa, recomendo que consulte os sites da Locaweb, Websolute, ou até mesmo o próprio site da Jelastic, onde são listados todos os provedores que oferecem a plataforma, juntamente com os valores cobrados. Outras informações sobre o serviço também estão disponíveis lá.

Cloudlets Reservados e Cloudlets Dinâmicos

Os cloudlets reservados serão pagos, independentemente de terem sido utilizados. Por exemplo, se reservarmos 15 cloudlets, e durante 1h utilizarmos somente 5, pagaremos pelos 15 reservados.

Já os cloudlets dinâmicos só serão pagos caso algum seja ativado em um momento de pico. Utilizando o mesmo exemplo, caso a aplicação esteja consumindo todos os 15 cloudlets reservados e mais 1 cloudlet dinâmico, dos 10 dinâmicos configurados, só pagaremos por aquele único cloudlet utilizado. O pagamento será contado da hora em que ele foi ativado até o momento em que o mesmo for desativado.

Você também pode obter descontos no valor hora de cada cloudlet reservado. Quanto maior  o número de cloudlets em seu servidor, maior o desconto (Os valores de descontos variam em cada provedor).

Espaço em disco

Em relação ao espaço em disco, você pagará por GB utilizado por hora, em cada servidor. Ou seja, se você utilizar 1 GB de disco em sua aplicação web e 2 GB no servidor de banco de dados, você pode calcular 3 GB utilizados por hora. Na Locaweb, a utilização de até 2 GB de espaço em disco é gratuita.

Tráfego de Rede

O consumo de tráfego de rede externo utilizado pela sua aplicação também é cobrado em GB/hora. Ou seja, todas as requisições feitas em sua aplicação, como uploads downloads, são cobradas. Na Locaweb, a utilização de até 1 TB de tráfego de rede é gratuita. Só iremos começar a pagar caso este valor seja ultrapassado.

IP Público

É necessário obter um IP público para poder apontar nosso domínio para o ambiente configurado no Jelastic, assim como para configurar um FTP, e até mesmo para um servidor de banco de dados. O IP público também é cobrado por hora.

Conclusão

O Jelastic Cloud soluciona o problema de quem possui aplicações com picos de acessos ou grande volume de requisições diárias. Ele seria a solução ideal para um e-commerce, por exemplo, que não possui muitos acessos diários, porém, em determinados períodos do mês ou do ano, quando são realizadas campanhas promoções, como a Black Friday. Nesse cenário, com certeza teremos aumento de volume, e será necessário escalonar o ambiente de forma rápida e fácil, para que não cause transtornos ao usuário final, nem prejuízo financeiro à empresa.

O desenvolvedor não precisa ter um profundo conhecimento em configurações e gerenciamento de servidor, já que a plataforma disponibiliza diversas tecnologias pré-configuradas, onde, com um único clique, é possível instalar e ter sua aplicação funcionando.

Você não precisa se preocupar com o valor investido, já que você só paga pelo o que usa. Mesmo para aplicações mais simples, o Jelastic Cloud pode ser uma boa solução.

Por:

Desenvolvedor Front-end apaixonado, entusiasta em todas as tecnologias quando o assunto é Web. Com experiência em infra e muito focado em Cloud, busco sempre entender onde as coisas acontecem.

Deixe um comentário