Melhores plugins de tradução para WordPress

Ilustração com o símbolo do WordPress sobre balões de fala para representar os melhores plugins de tradução para WordPress.

A necessidade de criar sites em dois ou mais idiomas é bastante frequente em diversos segmentos de negócio na internet. Seja você um prestador de serviços que deseja ampliar o seu alcance geográfico ou uma empresa com clientes espalhados pelo mundo.

E quando falamos de tradução de conteúdo e sites multi-idiomas, logo lembramos do WordPress. O famoso gerenciador de conteúdo, que atualmente está presente em mais de 38% de todos os sites no mundo, tem em seu diretório uma variedade grande de plugins e temas criados com esse propósito.

Neste artigo, analisamos e listamos os melhores plugins de tradução para WordPress e que você pode começar a usar hoje mesmo em seu site. Conheça abaixo os detalhes de cada um e escolha a opção mais adequada à sua necessidade.

Antes de começar

Antes de escolher o melhor plugin de tradução para o WordPress, é importante saber de alguns aspectos da plataforma e das ferramentas de tradução disponíveis.

Primeiramente, é importante saber que plugins podem ser usados em qualquer versão do WordPress instalada em um servidor de hospedagem. No caso do serviço WordPress.com, apenas os planos Negócios e eCommerce permitem o uso de plugins e temas externos.

Outro ponto importante é que o painel de controle do WordPress deve estar configurado no idioma principal do site. Além de facilitar o gerenciamento do site, isso pode ajudar também na configuração de plugins e temas que já possuem tradução para o idioma principal. Se o seu WordPress está configurado para ser exibido em português do Brasil, por exemplo, os temas e plugins que você instalar e que possuem uma versão em português do Brasil (pt-br) já serão exibidos neste idioma.

Além disso, certifique-se de que o tema que você utiliza ou pretende utilizar em seu site está preparado para ser traduzido. Essa preparação envolve aspectos presentes no código-fonte do tema e são fundamentais quando se deseja traduzir elementos gerais do site que estão fora do conteúdo, como por exemplo, menus e widgets. Este aspecto pode ser observado na documentação do tema ou plugin em questão. Felizmente, a maioria dos temas e plugins profissionais estão preparados para serem traduzidos.

A propósito, se você ainda não criou o seu site, confira este tutorial explicando passo a passo como criar um site WordPress do início ao fim. 😉

Tradução manual ou automática?

Antes de instalar qualquer plugin, é importante refletir sobre a forma como o conteúdo do seu site será traduzido. Você deseja realizar a tradução manualmente ou de maneira automática?

A tradução manual é mais precisa, pois demanda a escrita do conteúdo por um tradutor humano. Por outro lado, exige mais tempo e pode ser mais cara, caso seja necessário contratar um tradutor. Nesta modalidade, é comum que os textos que serão traduzidos precisem ser inseridos manualmente no WordPress, como se faz durante a publicação de um conteúdo qualquer no sistema.

Já a tradução automática pode ser incrivelmente mais rápida de implementar, já que o processo será feito automaticamente por um sistema, como o Google Tradutor. A desvantagem é conhecida por muitos: o texto traduzido pode ficar estranho, com baixa qualidade, e até mesmo conter erros. Isso ocorre porque ainda não existe um sistema automático de tradução que seja tão preciso quanto um bom tradutor humano. Cada idioma possui peculiaridades e expressões que muitas vezes não podem ser traduzidas ao pé da letra. Por isso, a tradução automática pode ser de grande ajuda para agilizar o processo, mas o ideal é refinar o resultado com uma revisão manual.

Portanto, antes de partir para a escolha do melhor plugin de tradução para o WordPress, é importante avaliar como será feita a tradução e pesar os aspectos inerentes ao método escolhido.

Melhores plugins de tradução para o WordPress

Feitas as considerações, vamos conhecer agora em detalhes os melhores plugins de tradução para WordPress disponíveis no mercado.

1. Weglot

Página inicial do site Weglot, considerado o melhor plugin de tradução para WordPress no quesito tradução como serviço.

O Weglot é uma sistema de tradução para sites compatível não apenas com o WordPress, mas com diversas outras plataformas. Dentre as mais conhecidas, podemos citar Wix, WooCommerce, Shopify e muitas outras. A ferramenta está presente em mais de 50 mil sites atualmente (30 mil sites WordPress) e possui uma avaliação de 4.8 (de 5) pelos usuários no diretório de plugins do WordPress.

O Weglot está entre os melhores plugins de tradução para WordPress para aqueles que buscam uma solução externa. Ele funciona como um serviço por assinatura, onde o armazenamento dos textos traduzidos é gravado e disponibilizado pelos servidores da Weglot. Essa mecânica não causa impacto ou sobrecarga no servidor de hospedagem do site. Uma vez instalado, o plugin detecta automaticamente o conteúdo do seu site e o deixa disponível para tradução.

Dentre os recursos que merecem destaque no Weglot estão a possibilidade de tradução manual ou automática, o acesso a tradutores profissionais e a possibilidade de adicionar mais usuários nos planos superiores.

Prós:

  • Detecção automática de conteúdo;
  • Tradução manual ou automática;
  • A tradução pode ser feita diretamente no front-end (design);
  • Compatível com diversas plataformas de sites;
  • Rede de tradutores profissionais (pagos à parte);
  • Otimizado para SEO multilingue (seguindo as recomendações do Google);
  • Permite redirecionar a página de acordo com o idioma do navegador.

Contras:

  • Possui limite de palavras traduzidas e de pageviews por plano;
  • O conteúdo traduzido fica disponível apenas enquanto a assinatura estiver ativa.

Preço:
Gratuito para até 2 mil palavras traduzidas para um segundo idioma. Os planos pagos começam em €99 por ano.

Visitar Weglot

2. WPML

Página inicial do site WPML, um dos melhores plugins para tradução do WordPress em robustez.

O WPML é um plugin de tradução clássico para WordPress, com mais de 10 anos de existência. Apesar disso, ele continua se modernizando e é totalmente compatível com as versões mais recentes da ferramenta. Atualmente, quase 1 milhão de sites utilizam o plugin, o que coloca o WPML entre os mais populares no quesito tradução do WordPress.

O WPML armazena todas as traduções no banco de dados do próprio site. Isso pode demandar um uso maior do banco de dados e de recursos do servidor em sites muito grandes e com muitos idiomas. Por outro lado, o conteúdo traduzido é completamente seu e pode ser usado mesmo que você decida, no futuro, não renovar mais o WPML.

A licença do WPML é renovada anualmente e dá direito à atualizações de versão do plugin e suporte por e-mail. Caso a licença anual não seja renovada, o plugin continua em funcionamento, mas as atualizações e o suporte são interrompidos.

Dentre os recursos que merecem destaque no WPML estão a compatibilidade com os plugins e temas mais usados — como Yoast, Elementor, WooCommerce e outros, a otimização para SEO das versões traduzidas e um sistema de tradução automática, que pode ser usado como ponto de partida para a tradução manual.

Prós:

  • Bom custo-benefício;
  • Tradução manual ou automática;
  • Serviços de tradução externos podem ser contratados diretamente no painel do WordPress;
  • Compatível com a grande maioria dos temas e plugins existentes;
  • Otimizado para SEO multilingue (seguindo as recomendações do Google);
  • Permite redirecionar a página de acordo com o idioma do navegador;
  • Permite o uso de subdomínios, diretórios ou domínios distintos para cada idioma.

Contras:

  • Não possui versão gratuita;
  • A versão inicial é limitada e não traduz elementos do site externos ao conteúdo principal da página;
  • Tradução feita somente no back-end (painel admin) do WordPress;
  • Pode ser complexo para usuários inexperientes.

Preço:
O WPML não possui versão gratuita e começa em US$ 29 por ano.

Visitar WPML

3. TranslatePress

Página inicial do site TranslatePress

O TranslatePress está entre as opções mais fáceis de usar. Sua configuração é simples e as traduções são realizadas diretamente no front-end do site. Isto é, você pode traduzir o conteúdo do site à medida que navega pelo site. O plugin possui mais de 100 mil instalações ativas e uma avaliação de 4.6 (de 5) no diretório de plugins do WordPress.

Dentre os recursos que merecem destaque no TranslatePress, cito a integração nativa com o sistema de blocos do WordPress (Gutenberg), o que permite, entre outras coisas, exibir imagens diferentes de acordo com o idioma. Também permite usar traduções automáticas definitivamente ou como ponto de partida para a tradução manual.

Prós:

  • Traduz todos os elementos da página, mesmo na versão gratuita;
  • Permite exibir imagens diferentes de acordo com o idioma;
  • Oferece suporte total ao WooCommerce;
  • Tradução automática ou manual, sendo possível editar as traduções automáticas;
  • O recurso “navegue como” permite visualizar o site como diversos tipos de usuários;
  • Otimizado para SEO multilingue (seguindo as recomendações do Google);
  • O conteúdo traduzido é de propriedade do usuário, mesmo se o plano não estiver mais ativo;
  • Permite redirecionar a página de acordo com o idioma do navegador ou endereço de IP.

Contras:

  • O uso de múltiplos idiomas e as configurações mais avançadas de SEO estão disponíveis apenas nos planos pagos.
  • Não permite traduzir conteúdos no back-end (painel admin);
  • Permite apenas o uso de subdiretórios para as traduções (exemplo.com/pt/).

Preço:
O TranslatePress possui uma versão gratuita, que pode ser baixada no diretório de plugins do WordPress ou diretamente no painel admin. As versões pagas começam em €79/ano.

Visitar TranslatePress

4. Polylang

Página inicial do site Polylang

O Polylang é outro sistema bastante popular e está entre os melhores plugins de tradução para WordPress. Presente em mais de 500 mil sites, o plugin possui uma classificação de 4.7 (de 5) no diretório do WordPress.

A tradução é feita no painel admin do WordPress e é possível traduzir diversos elementos além do conteúdo principal, como tipos de posts customizados (custom post types), widgets, menus, entre outros. É compatível com a maioria dos plugins e inclui boas práticas de SEO nas traduções.

Prós:

  • A versão gratuita inclui recursos fundamentais;
  • Compatível com WooCommerce (apenas nos planos pagos);
  • Inclui todas as publicações e taxonomias para tradução já na versão gratuita;
  • Não cria tabelas adicionais no banco de dados, o que pode representar ganho em desempenho em algumas configurações;
  • Compatível com os plugins de SEO mais usados no mundo;
  • Permite o uso de subdomínios, diretórios ou domínios distintos para cada idioma.

Contras:

  • A versão gratuita não permite duplicar posts para tradução;
  • Edição de traduções feitas apenas no back-end (painel admin);
  • Não oferece a possibilidade de tradução automática do conteúdo, a não ser através de um plugin de terceiros.

Preço:
O Polylang possui uma versão gratuita. Os planos pagos começam em €99/ano.

Visitar Polylang

5. MultilingualPress

Página inicial do MultilingualPress

O MultilingualPress é uma opção um pouco diferente de todas as que mencionamos até agora. A principal diferença reside no fato de que o plugin utiliza a função Multisite, nativa do WordPress, para criar versões traduzidas do idioma original. Este funcionamento possui suas vantagens e desvantagens.

Como vantagem está o desempenho: uma vez que cada idioma corresponde a um site distinto, a velocidade de carregamento das páginas pode ser superior, com ganhos ainda maiores se um sistema de cache estiver implementado. Este funcionamento também permite maior independência entre os sites, sendo possível alterar completamente a aparência do site de acordo com o idioma.

Como desvantagem, podemos citar a instalação mais complexa, que pode ser um pouco desafiadora para aqueles que estão começando no WordPress e/ou que nunca administraram a versão Multisite do CMS. O mesmo vale para a administração, que, além do painel de cada site, também possui uma área centralizada para administração do conjunto de sites.

Outro ponto que merece atenção é que o MultilingualPress possui uma versão gratuita — mas que não recebe mais suporte —, disponível no diretório do WordPress. Há inclusive um aviso na página informando sobre os problemas de compatibilidade que a instalação de um plugin antigo pode gerar em versões mais recentes do WordPress. A versão atualizada do plugin está disponível somente nos planos pagos, no site da empresa.

Prós:

  • Grande flexibilidade para alterar os sites de idiomas diferentes;
  • Compatível com o WooCommerce;
  • Possibilidades de otimização de desempenho devido à arquitetura Multisite;
  • Utiliza funcionalidades padrão do WordPress, o que pode causar menos conflitos com plugins e temas;
  • Permite o uso de subdomínios, diretórios ou domínios distintos para cada idioma;
  • Suporte nativo ao atributo hreflang, usado pelo Google para servir idiomas e URLs regionais nos resultados de pesquisa.

Contras:

  • Instalação e administração mais complexa;
  • Versão grátis obsoleta;
  • Edição de traduções feitas apenas no back-end (painel admin);
  • Preço superior aos plugins disponíveis no mercado.

Preço:
A licença anual do MultilingualPress começa em US$ 139,30 no primeiro ano, com renovação por US$ 199/ano.

Visitar MultilingualPress

6. Translate WordPress with GTranslate

Página inicial do site GTranslate, um dos melhores plugins de tradução automática para WordPress

O GTranslate é um serviço de tradução baseado na nuvem e que oferece a tradução automática do Google como ponto de partida. O plugin possui mais de 200 mil instalações ativas e uma avaliação de 4.9 (de 5) no diretório do WordPress.

Ao usar o GTranslate em uma das versões pagas, o sistema faz uma cópia do website original e traduz seu conteúdo automaticamente para o idioma indicado. Esta cópia fica armazenada externamente, nos servidores do GTranslate, sem causar impacto no servidor do site. As traduções automáticas podem ser editadas à vontade, caso o usuário deseje.

A versão gratuita, por outro lado, não gera cópias do site nem oferece a possibilidade de editar as traduções automáticas. Ao invés disso, ocorre uma tradução automática do conteúdo da página dinamicamente (via javascript). O conteúdo é então exibido para o usuário, mas não fica armazenado.

Prós:

  • As traduções são armazenadas externamente, sem causar impacto no servidor de hospedagem;
  • As traduções são feitas automaticamente, podendo ser editadas pelo usuário;
  • Permite traduzir temas, plugins e todos os elementos do WordPress, incluindo AMP;
  • Compatível com o WooCommerce;
  • Permite o uso de subdomínios, diretórios, domínios distintos, parâmetros de URL ou cookies para cada idioma;
  • Bastante flexível na configuração da estrutura do site, permitindo inclusive a tradução das URLs.

Contras:

  • Otimizado para SEO apenas nas versões pagas;
  • Não é possível armazenar nem editar as traduções no modo gratuito;
  • Serviço com pagamento mensal, uma vez interrompida a assinatura, o conteúdo é perdido.

Preço:
O GTranslate possui uma versão grátis que não armazena nem permite editar as traduções. As versões pagas começam em US$ 7,99 por mês.

Visitar GTranslate

7. Google Website Translator

Página inicial do site Prisna, que desenvolve o plugin de tradução Google Website Translator

O plugin Google Website Translator oferece integração do WordPress com a API de tradução do Google Tradutor. Apesar da API não estar mais disponível para ser implementada em sites novos, este plugin continua oferecendo o recurso. Nós testamos e de fato funciona. O plugin possui mais de 10 mil instalações ativas e uma avaliação de 4.5 (de 5) no diretório do WordPress.

O Google Website Translator traduz automaticamente todos os elementos presentes na página, mas a edição de traduções está disponível apenas na versão paga. Está entre os plugins de tradução mais rápidos e fáceis de configurar, no entanto, deixa a desejar em aspectos mais avançados.

Prós:

  • Instalação fácil e rápida;
  • Plugin leve e simples de configurar;
  • É gratuito.

Contras:

  • Configurações de SEO limitadas e apenas na versão paga;
  • Poucas opções de customização.

Preço:
O plugin possui uma versão gratuita contendo recursos limitados. A versão paga consiste em uma licença vitalícia (paga apenas uma vez) de US$ 50.

Visitar plugin

8. Loco Translate

Página inicial do site Loco Translator

O Loco Translate é um plugin de tradução com um propósito diferente dos demais apresentados até aqui: ele foi criado com o objetivo de traduzir temas e plugins. Ou seja: ele não pode ser usado para tradução do conteúdo de um site, como posts e páginas. Dito isso, o Loco Translate possui mais de 1 milhão de instalações ativas, com avaliação de 4.9 (de 5) no diretório de plugins do WordPress. Ele é o melhor plugin de tradução para WordPress no quesito temas e plugins.

Seu funcionamento é baseado na criação e manipulação de arquivos de tradução nos formatos PO ou POT. Estes formatos são amplamente usados para a tradução do próprio WordPress e também de temas e plugins. No entanto, a edição deste tipo de arquivo geralmente demanda o uso de recursos externos, como programas específicos. O Loco Translate elimina essa necessidade e permite a tradução de temas e plugins diretamente no painel do WordPress.

Prós:

  • Tradução amigável, que utiliza o próprio painel de edição do WordPress;
  • Permite criar, editar, importar e exportar arquivos de tradução no formato PO;
  • Voltado para a tradução de temas e plugins.

Contras:

  • A modalidade gratuita é limitada em número de traduções (2 mil);
  • Não traduz o conteúdo de posts e páginas.

Preço:
Gratuito para até 2 mil traduções (trechos, não palavras). Os planos pagos começam em US$ 5,95 por mês.

Visitar Loco Translate

Afinal, qual é o melhor plugin de tradução para WordPress?

Como vimos, encontrar o melhor plugins de tradução para WordPress é uma tarefa que deve levar em conta a finalidade, o orçamento e as características particulares de cada projeto.

Para aqueles que buscam uma solução que armazena as traduções externamente (como um serviço), os melhores plugins de tradução para WordPress são o Weglot e o GTranslate. Nestes plugins, paga-se uma assinatura mensal para manter o serviço funcionando em servidores externos.

Para aqueles que procuram opções mais robustas, com diversas funcionalidades e com o conteúdo armazenado no próprio site, o WPML e o Polylang são ótimas alternativas. Tratam-se de plugins bem desenvolvidos e que acompanharam a evolução do WordPress.

Já para os que procuram um plugin gratuito, fácil de usar e com tradução automática, o Google Website Translator é uma boa pedida.

Se a necessidade é obter customizações maiores entre os idiomas, como alterar a URL das páginas e a aparência, o MultilingualPress é a solução, pois utiliza o modo Multisite do WordPress e cria uma instalação para cada idioma.

Por fim, se o seu objetivo é apenas traduzir um tema ou plugin, algo muito buscado por desenvolvedores, o Loco Translate é a opção indicada.

Vale lembrar que cada projeto possui características únicas e a recomendação do melhor plugin de tradução para WordPress pode diferir das apresentadas aqui em alguns casos. Ainda assim, espero ter conseguido fornecer boas opções para aqueles que desejam conquistar o mundo através de um site WordPress multi-idioma. 🙂

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário e farei o possível para ajudar!

Tags:

Por:

Designer, desenvolvedor web, músico — e um dos fundadores do Tudo Sobre Hospedagem de Sites. Desde 2010 vem atuando na área de hospedagem de sites, tendo ajudado centenas de pessoas a encontrarem as melhores soluções para seus projetos online. É um entusiasta do WordPress e acredita que a Internet pode transformar a vida das pessoas através do conhecimento. Desde 2013 compartilha sua experiência sobre hospedagem e criação de sites no TSHS. É responsável pela área de infraestrutura e desenvolvimento do site e autor dos artigos e tutoriais técnicos do blog.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉