Domínios estacionados: descubra o que são e como usar

Domínios estacionados

Já vimos anteriormente que registrar mais de um domínio para o seu site pode ser interessante por diversos motivos. Entre eles, podemos citar aumentar as chances de ser encontrado na internet e, principalmente, proteger sua marca de qualquer pessoa que queira usar um domínio similar ao seu. Afinal, ele foi escolhido com tanto cuidado e planejamento que pode ser terrível ter um site de um concorrente com um domínio praticamente igual ou muito parecido com o seu, não é mesmo?

Imagine como seria difícil explicar para os seus clientes que os sites minhasuperloja.com e minhasuperloja.com.br não pertencem à mesma empresa. Sem falar nos prejuízos financeiros que isso pode trazer. Para evitar situações como essa, nada mais fácil e barato do que registrar variações do seu domínio.

Mas o que fazer com os domínios adicionais depois de registrá-los? Uma boa opção é configurá-los como domínios estacionados. Descubra a seguir o que é um domínio estacionado e como usá-lo em seu site. Veja também os cuidados que você deve tomar ao configurá-lo.

O que é um domínio estacionado

Um domínio estacionado é um domínio adicional apontado para o site principal. Diferente de um redirecionamento, o domínio estacionado permite que o usuário navegue pelo mesmo conteúdo tanto no domínio A quanto no B.

Suponha que o seu site tenha como domínio o endereço meusite.com.br. Para proteger sua marca, você decidiu registrar também o domínio meusite.com, meusite.net ou qualquer outro domínio diferente do principal. Ao configurar os domínios adicionais como estacionados, o usuário verá o mesmo conteúdo, ou seja, o mesmo site, em qualquer um dos domínios que acessar, seja o principal ou o(s) estacionado(s).

Algumas empresas de hospedagem consideram domínios apontados para a mesma hospedagem, mas sem uso, como domínios estacionados. Nesse caso, ao visitar o domínio em questão, o usuário verá uma página temporária, talvez da própria empresa de hospedagem, informando que ainda não existe um site no domínio em questão.

Por que usar domínios estacionados em meu site

Podemos citar algumas motivações para se registrar mais de um domínio para o mesmo site. Entre as principais estão a proteção da marca e a facilidade de acesso ao site pelos usuários.

Do ponto de vista da proteção da marca, pode ser interessante registrar domínios semelhantes ou iguais ao seu, mas com terminações diferentes. A Coca-Cola, por exemplo, possui diversas variações de seu domínio principal (cocacola.com.br) registrados. Entre eles estão variações na própria terminação .com.br, como coca-cola.com.br, assim como outras terminações, como cocacola.com e coca-cola.com (com hífen), entre muitas outras.

Quanto à facilitar o acesso dos usuários ao seu site, isso vale principalmente para erros de digitação. Imagine que, por descuido, o usuário pressione uma letra incorreta ao digitar o domínio do seu site. Se você possuir esta variação, poderá direcionar o usuário para o seu site normalmente, apesar do erro de digitação. Essa situação acaba sendo útil também para proteger a marca, já que impede que pessoas mal intencionadas possam registrar variações de um domínio com o intuito de enganar os usuários.

Bancos e instituições financeiras são, frequentemente, alvos da ação de malfeitores quando o assunto é domínios muito próximos dos reais, usados pelos bancos. Só para citar alguns exemplos, endereços como bancobradescoo.com.br, bradescoinvest.com.br, bradescojuridica.com.br, bradescobl.com.br, e muitos outros, são exemplos reais de domínios que já foram registrados por terceiros.

Resumindo, usar um ou mais domínios estacionados em seu site pode ser útil para proteger a sua marca e também para facilitar o acesso dos usuários ao cobrir situações onde é possível ocorrer erros de digitação. Isso vale tanto para extensões diferentes do mesmo domínio (ex.: .com ou .com.br) quanto para variações do domínio dentro da mesma extensão.

Qual a diferença entre um subdomínio e um domínio estacionado

Um subdomínio é uma subparte de um domínio, ou seja, está contido em um domínio. O subdomínio é separado do domínio por um ponto e todo o texto que vem antes deste ponto é o que dá nome ao subdomínio. Por exemplo: loja.meusite.com.br é um subdomínio de meusite.com.br. As possibilidades de criação de subdomínios são vastas, já que podemos usar qualquer combinação de letras e números para criar subdomínios. Assim, poderíamos ter os subdomínios abc.meusite.com.br, xyz.meusite.com.br, e muitos outros! Mas repare que, independente da combinação, um subdomínio sempre pertencerá a um domínio.

Já o domínio estacionado está completamente desvinculado do domínio principal. Assim, pode-se usar qualquer endereço de sua propriedade como um domínio estacionado, sem que haja necessidade de existir uma relação entre os endereços, como é o caso do subdomínio. Os domínios abc.com e xyz.net poderiam tranquilamente ser domínios estacionados do mesmo site. O vínculo, nesse caso, existirá apenas no conteúdo, que será o mesmo nos dois domínios, como vimos anteriormente neste artigo.

Veja também: O que é subdomínio

Como configurar um domínio estacionado

A configuração de um domínio estacionado dependerá da hospedagem de sites utilizada. Em hospedagens que utilizam o painel de controle cPanel, pode-se estacionar um domínio através da opção Aliases ou Parked Domains. Para isso, basta acessar a área em questão. Você então vai se deparar com uma tela parecida com essa:

cPanel: adicionar domínio estacionado

Nesta tela, insira o domínio que deseja estacionar no campo Domínio e em seguida clique em Adicionar domínio. Você receberá uma mensagem de confirmação que o domínio estacionado foi criado.

Isto é tudo o que precisa ser feito para criar um domínio estacionado no cPanel. O sistema vai se encarregar de espelhar o conteúdo do seu site principal com este que acabou de criar.

Importante: O domínio deve estar registrado por você para que possa ser usado como um domínio estacionado. Além disso, o DNS do domínio deve apontar para a hospedagem em questão.

Ao voltar para a área de criação de domínios estacionados, você verá que o domínio que você acabou de adicionar está listado nesta seção. Se você usa o cPanel, você poderá criar um redirecionamento neste domínio e redirecionar seus usuários para outro endereço, diferente do domínio principal.

Lista de domínios estacionados

Domínios estacionados e SEO: cuidado com conteúdo duplicado

Existe uma questão muito importante quando falamos de domínios estacionados, relacionada à visibilidade do site nos buscadores, processo também conhecido pela sigla SEO. Este é o acrônimo para Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca. Entre os buscadores, podemos incluir o Bing, o Yahoo e, principalmente, o Google, que é o mais usado mundialmente.

Quem é da área sabe que o Google e outros buscadores penalizam sites que exibem conteúdo duplicado, ou seja, que foi publicado anteriormente em outro lugar. Este procedimento existe para valorizar sites que produzem conteúdo original em detrimento de outros sites que apenas reproduzem conteúdos de terceiros.

Por isso, ao configurar um domínio estacionado em seu site, existem chances dos buscadores interpretarem isso como conteúdo duplicado, já que os sites A e B serão exatamente iguais. E isso pode trazer consequências negativas para a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca.

Felizmente, existem maneiras de evitar isso e informar ao Google e à outros buscadores que o(s) domínio(s) estacionado(s) no seu site pertencem à você e não são conteúdo duplicado. Veremos a seguir, duas maneiras de contornar esta questão e configurar seu site corretamente do ponto de vista de SEO.

Opção 1: Faça um redirecionamento do domínio adicional para o principal

Esta é a maneira mais simples de evitar que domínios estacionados sejam considerados como conteúdo duplicado. Ao invés de simplesmente adicionar o domínio estacionado e permitir que a navegação aconteça em mais de uma URL, insira um redirecionamento no domínio adicional para o domínio principal.

Dessa forma, qualquer pessoa que tentar acessar o segundo domínio será direcionada para o principal e a navegação não será possível por qualquer outro domínio que não seja o principal. Para exemplificar esta situação, tente acessar o endereço tudosobrehospedagem.com. Repare que você será redirecionado para tudosobrehospedagemdesites.com.br, que é o domínio principal deste site.

Existem muitas maneiras de fazer um redirecionamento desse tipo. Em geral, é bem simples fazer redirecionamentos através do painel de controle da hospedagem. Outras opções envolvem editar o arquivo de configuração do servidor, como é o caso do .htaccess para o servidor Apache. Se você não sabe como proceder ou está inseguro, entre em contato com o suporte de sua hospedagem e eles certamente poderão lhe ajudar.

O Google encoraja os donos de websites a utilizar um link especial para informar ao buscador a URL original de cada conteúdo. O objetivo é justamente evitar que uma página seja considerada duplicada pelo buscador.

Para conseguir isto, basta inserir uma tag do tipo link dentro do cabeçalho HTML da página (entre as tags <head> e </head>). Este link deve conter dois atributos: rel=canonical, para indicar a natureza do link, e o href, que deve conter a URL original. O resultado será uma tag com o seguinte formato:

<link rel="canonical" href="http://dominioprincipal.com.br/pagina-exemplo" />

Assim, mesmo que o buscador encontre esta página usando o endereço dominioestacionado.com.br/pagina-exemplo, ele saberá que não se trata de conteúdo duplicado, mas sim que esta página é na verdade um reflexo de dominioprincipal.com.br/pagina-exemplo.

Todas as páginas do site devem ter uma tag desse tipo, apontando para a URL original. Em CMSs como o WordPress é possível conseguir isso facilmente através do uso de plugins como o Yoast SEO. Em geral, os sistemas de gerenciamento de conteúdo mais usados oferecem esta possibilidade. Se este não for o caso, entre em contato com a pessoa que desenvolveu o seu site e verifique a viabilidade desta implementação.

Esta é uma prática muito comum (e recomendada) em outros cenários, como por exemplo quando temos sites que aceitam navegação com e sem www, via http e https e em qualquer situação cujo mesmo conteúdo possa ser acessado por mais de uma URL, além da original. Para saber mais sobre isso, veja esta página do Google sobre URLs canônicas.

Conclusão

Neste artigo, entendemos o que é um domínio estacionado, para que serve e como usá-lo em um site. Vimos também as implicações de usar tal recurso, do ponto de vista de otimização para os buscadores. Como mencionamos, existem maneiras bem simples de configurar domínios adicionais em um site e evitar possíveis problemas de SEO.

Concluímos, portanto, que pode valer a pena registrar e configurar mais de um domínio em um site, seja para proteger nossa marca, seja para ajudar usuários que não digitaram o endereço corretamente.

Se você ficou com alguma dúvida ou possui algo a acrescentar, deixe um comentário e terei prazer em ajudá-lo!

Por:

Designer, desenvolvedor web e um dos fundadores do Tudo sobre Hospedagem de Sites. Entusiasta do WordPress e apaixonado por tecnologia em geral. Acredita que a internet está ajudando a tornar o mundo um lugar melhor de se viver. =)

Deixe um comentário