G Suite: análise detalhada do serviço profissional do Google

G Suite análise detalhada
14 dias gratuitos para experimentar o G Suite
  • Empresa: Google
  • Preço: a partir de R$ 24,30 por mês por usuário (teste gratuitamente por 14 dias através deste link)
  • Indicado para: profissionais autônomos e empresas de todos os tamanhos
  • Avaliação geral: Melhor serviço de e-mail profissional e ferramentas de produtividade (recomendado pela nossa equipe)
  • Resumo: Excelente suíte de aplicativos e ferramentas, indispensável para empresas modernas.

Visitar site

Sobre o G Suite

G Suite é o nome dado ao pacote de aplicativos e serviços online criado pelo Google para empresas. Anteriormente conhecido como Google Apps, a suíte de aplicativos tem como foco a produtividade de empresas e equipes. Os usuários podem utilizar as tecnologias do Google em serviços que permitem customização, como a inclusão de domínios personalizados e o logotipo da empresa.

Dentre as ferramentas oferecidas, podemos citar o e-mail profissional, criado sobre a plataforma do Gmail; o armazenamento e compartilhamento de arquivos online e offline, através do Google Drive; os aplicativos de escritório para edição de textos, planilhas e apresentações; o criador de sites, e muitos outros. O G Suite ainda permite controle avançado de permissões de usuários, de modo que os administradores do serviço definam acessos por serviços, diretórios ou até mesmo documentos específicos.

Prós e contras

PrósContras
Ferramentas poderosas e profissionaisAlgumas ferramentas estão disponíveis apenas em planos superiores
Quantidade de recursos e ferramentas para empresasCobrança por usuário
Facilidade de usoA importação de documentos do Microsoft Office ainda não é perfeita
Alta compatibilidade com dispositivosO custo pode ser elevado para empresas com muitos funcionários
Personalização de domínio, e-mail e outros aspectosCustomização limitada das interfaces
Baseado na nuvemDepende de uma conexão com a internet (na maior parte do tempo)
Facilidade de colaboração/compartilhamento 
Ferramentas criadas pelo Google 
Muito espaço de armazenamento 
Segurança das informações 

Para quem o G Suite é indicado

O G Suite é indicado para empresas de todos os tipos e tamanhos, e até mesmo para freelancers e pequenos times. O motivo é a quantidade e qualidade dos recursos oferecidos.

Pequenas empresas e profissionais da web podem se beneficiar de muitas das ferramentas oferecidas, como, por exemplo, o e-mail profissional altamente confiável e que utiliza os servidores do Google. Ele foi criado sobre a plataforma do Gmail e pode ser customizado com a marca da empresa e um domínio personalizado. Os aplicativos de escritório, como o Documentos (Google Docs), Apresentações e Planilhas (Google Sheets), estão disponíveis em conjunto com a plataforma de armazenamento Google Drive, o que torna a colaboração e compartilhamento de arquivos bastante eficiente e segura, dentro e fora da empresa.

Além dos recursos mencionados acima, grandes empresas podem se beneficiar dos recursos avançados de segurança da informação, como é o caso do Vault, disponível nos planos Business e Enterprise.

O G Suite anteriormente se chamava Google Apps e possuía uma modalidade gratuita. Infelizmente o plano grátis não está mais disponível. Exceto para ONGs e algumas instituições na área de educação, onde é possível obter o G Suite gratuitamente. Para saber mais, acesse nosso artigo sobre o G Suite para organizações sem fins lucrativos.

Apesar disso, ele vale o seu preço, como acredito que você verá a seguir. Se você está procurando por uma solução de e-mail profissional grátis, veja este artigo sobre o Zoho Mail.

Planos e preços G Suite

O G Suite está disponível em 3 planos distintos: Basic, Business e Enterprise. Os recursos principais, como e-mail, Drive e aplicativos de escritório, estão disponíveis nos 3 planos, sem distinção de capacidade. As diferenças entre os planos estão no espaço de armazenamento e nos recursos avançados, como você pode conferir na tabela abaixo.

G Suite
Planos Basic Business Enterprise
Espaço/usuário 30 GB Ilimitado Ilimitado
Gmail profissional Sim Sim Sim
Google Drive Sim Sim Sim
Documentos, planilhas e apresentações Sim Sim Sim
Google Agenda Sim Sim Sim
Chat e videoconferência Sim Sim Sim
Drives de Equipe Não Sim Sim
App Maker (criador de aplicativos) Não Sim Sim
Vault (auditoria e retenção) Não Sim Sim
Preço/usuário/mês R$ 24,30
Ver plano
R$ 45,90
Ver plano
R$ 112
Ver plano

G Suite: principais recursos

Veremos a seguir alguns dos recursos que merecem destaque no G Suite. A escolha dos recursos foi baseada em nossa experiência com o serviço, e usou como critério aqueles que são usados no dia a dia. Para outras pessoas e organizações, no entanto, pode haver outros recursos mais relevantes. Considerando a quantidade de ferramentas disponíveis no G Suite, é possível e provável que esta lista não seja unânime.

E-mail profissional – Gmail para empresas

O e-mail profissional do G Suite foi criado sobre a plataforma do conhecido Gmail, serviço de e-mail gratuito do Google. Por isso, o usuário que já utiliza o Gmail não enfrentará qualquer dificuldade na utilização da plataforma profissional.

Apesar de compartilharem a mesma plataforma, existem algumas diferenças significativas entre o e-mail profissional do G Suite e o Gmail. Uma das principais diferenças é a ausência de anúncios. O Gmail, por ser um serviço gratuito, exibe anúncios, o que não ocorre no G Suite. Podemos destacar ainda o uso de um domínio personalizado para as contas de e-mail da empresas, como por exemplo maria@empresa.com ou contato@empresa.com, o que não é possível no Gmail.

O nível de personalização da interface também possui similaridades com o Gmail. Os temas, que alteram o esquema de cor e fontes da interface, estão igualmente disponíveis no e-mail do G Suite. No entanto, apenas no G Suite é possível inserir o logotipo da empresa, o que dá um toque profissional à interface.

G Suite logotipo personalizado
O Gmail pode ser personalizado com o logotipo da empresa (fonte: G Suite)

Outro ponto que merece destaque é que, assim como o Gmail, o e-mail do G Suite também pode ser usado em dispositivos móveis, como smartphones e tablets, e em programas de e-mail, como o Outlook e o Thunderbird. Além de, é claro, o próprio navegador. O uso em dispositivos móveis pode ser feito através de um aplicativo próprio (o mesmo usado para o Gmail) ou de terceiros, através dos protocolos POP, IMAP e SMTP.

Google Drive – armazenamento e compartilhamento de arquivos e pastas

O Google Drive é o serviço de armazenamento na nuvem do Google. Os arquivos e diretórios dos usuários podem ser acessados e editados através de qualquer dispositivo com acesso à internet, usando-se um navegador ou o aplicativo específico para o dispositivo (computador, tablet ou smartphone).

Assim como ocorre no serviço de e-mail, a versão para o G Suite utiliza o mesmo sistema do Google Drive que está disponível para o grande público, mas com algumas diferenças. A primeira delas é a existência de um aplicativo próprio para sincronização em computadores, o Drive File Stream. Para o grande público (usuários que não possuem o G Suite), apenas o programa Backup and Sync está disponível.

A grande sacada do Drive File Stream é que ele, por padrão, não grava os arquivos no disco rígido do computador. Ao invés disso, ele exibe todos os arquivos e diretórios, carregando-os via streaming conforme a necessidade do usuário. A vantagem é que os arquivos não ocupam espaço de armazenamento no computador, apenas na nuvem. Esse funcionamento pode ser alterado a qualquer momento — em arquivos e diretórios específicos ou em toda a base, permitindo que os arquivos sejam salvos “de verdade” no computador, se o usuário desejar.

Página de download do Drive File Stream e do Backup and Sync
Página de download do Drive File Stream e do Backup and Sync

O programa Backup and Sync também está disponível para os usuários do G Suite. Caso opte pela instalação deste, o funcionamento é parecido com o de outros serviços de armazenamento na nuvem. O usuário escolhe se quer sincronizar todo o conteúdo do Drive ou apenas algumas pastas. Nesse caso, todas as pastas que forem escolhidas terão seus arquivos gravados no computador do usuário, consumindo o espaço correspondente no disco rígido.

A plataforma do Google Drive na web concentra os programas de criação e edição do Google, como o Documentos, Planilhas, Formulários, Sites e Apresentações.

Aplicativos do Google Drive
Aplicativos do Google Drive

Para os usuários dos planos Business e Enterprise, está incluída também a modalidade Drives de Equipe. Trata-se de um espaço de armazenamento compartilhado por um time/equipe. A vantagem dos Drives de Equipe é facilitar o compartilhamento e o gerenciamento de arquivos entre os membros de um mesmo time. É possível definir permissões por usuário e controlar, por exemplo, quem pode apagar arquivos ou criar diretórios.

O espaço para armazenamento, por usuário, é de 30 GB no plano Basic ou 1 TB nos planos Business e Enterprise. Caso existam mais de 5 usuários no G Suite, o armazenamento é ilimitado nos planos Business e Enterprise.

Agenda – pessoal e compartilhada

A agenda do G Suite tem foco na interação dos membros da empresa e na integração com os principais aplicativos do serviço.

É possível configurar o nível de visualização da agenda de cada usuário por outros membros da equipe. Assim, colegas de trabalho podem ver os compromissos de alguém ou apenas confirmar a disponibilidade de horário, dependendo da configuração escolhida. É possível também criar agendas independentes que podem ser compartilhadas entre pessoas específicas ou com toda a empresa.

A interface, também baseada no Google Agenda, permite a visualização das diversas agendas de maneira sobreposta.

Agenda do G Suite em um dispositivo móvel e em um computador
A agenda do G Suite pode ser acessada em diversos dispositivos (fonte: G Suite)

Assim como os demais serviços, a agenda pode ser acessada em computadores, tablets e smartphones, em um aplicativo próprio ou no navegador. Para usuários que estão migrando de outras plataformas, a Agenda permite a importação de agendas em outros formatos, como Outlook, iCal, entre outros.

Hangouts – chat e videoconferência

Hangouts é a plataforma de comunicação instantânea do G Suite. Anteriormente conhecida como Google Talk, ela evoluiu e agora possui duas modalidades independentes: Hangouts Chat e Hangouts Meet.

Hangouts Chat é o serviço de comunicação escrita instantânea do G Suite. Com ele é possível conversar em tempo real, através de textos, com pessoas do time ou com um grupo de pessoas. Membros da mesma empresa ficam disponíveis automaticamente na lista de contatos do Hangouts Chat. Mas é possível usá-lo para conversar com qualquer pessoa que possua uma conta Google ou que possua uma conta G Suite. Dessa forma, a comunicação com clientes e fornecedores externos também podem ser feitas pela plataforma.

Tela do Hangouts Chat em um computador
fonte: G Suite

O Hangouts Chat possui outros recursos interessantes, como a possibilidade de apagar o histórico de uma conversa automaticamente após algumas horas e a integração com outros aplicativos como o Drive e a Agenda. Dessa forma, pode-se anexar documentos ou compromissos em uma conversa de maneira bem prática.

Hangouts Chat em um dispositivo móvel
Fonte: G Suite

O Hangouts Meet é o serviço de videoconferência do G Suite. Ele se propõe a simplificar a realização de reuniões à distância, uma vez que não exige a instalação de softwares adicionais. As reuniões podem ser realizadas por vários usuários ao mesmo tempo, e em qualquer computador que possua um navegador ou dispositivos móveis (smartphones e tablets).

O Hangouts Meet possui integração com a agenda. Dessa forma, ao criar um evento e convidar outras pessoas, um link de conferência fica disponível e os participantes precisam apenas acessá-lo no dia e horário combinado para participarem da reunião.

Tela do Hangouts Meet em um computador
Fonte: G Suite

Google Sites – criador de sites

Como o próprio nome sugere, Google Sites é a plataforma de criação de sites do G Suite. O sistema possui integração total com os demais aplicativos do G Suite. Dessa forma, é possível inserir, nos sites criados com o Google Sites, documentos, planilhas, agendas, mapas, apresentação – e outros.

A criação de sites pode ser compartilhada. Ou seja, assim como nos documentos colaborativos, diversos membros da empresa podem criar e manter um mesmo site. Além disso, a plataforma dispensa conhecimento técnico em programação ou desenvolvimento de sites, permitindo que qualquer membro da equipe possa criar sites.

Tela do Criador de Sites do G Suite
Fonte: G Suite

Os sites são criados a partir de templates (modelos) disponibilizados pelo Google e que podem ser alterados à vontade. Todos os templates são responsivos, isto é, se adaptam à largura do dispositivo, permitindo assim que os sites sejam acessados em qualquer computador, tablet ou celular.

Site criado com o G Suite exibido em diferentes dispositivos
Fonte: G Suite

A visibilidade do site pode ser ajustada para que ele seja público, isto é, visível para qualquer pessoa, ou restrita, podendo ser acessado apenas por membros da empresa ou pessoas específicas.

E como outras plataformas de criação de sites, é possível conectar um domínio personalizado no Google Sites, o que torna o site ainda mais profissional. Para se ter uma ideia do que é possível criar com o Google Sites, a Agência de TI da cidade de Los Angeles (ITA LA), utilizou a plataforma como uma das ferramentas de comunicação com o público e o resultado final é bem interessante. Acesse aqui o site da agência, criado com o Google Sites.

Recursos de administração e segurança do G Suite

O G Suite oferece recursos avançados que beneficiam empresas que desejam reforçar a segurança de suas informações e ter maior controle sobre como os funcionários utilizam as diversas aplicações presentes no serviço.

Em todos os planos há um painel de administração, onde é possível gerenciar os principais aspectos do serviço. Nele, dentre outras coisas, pode-se criar usuários, configurar um ou mais domínios para a empresa, criar grupos de usuários com permissões específicas para cada grupo, definir quais aplicações são disponibilizadas para os membros da equipe, entre muitas outras. O painel de administração também permite visualizar estatísticas de uso das ferramentas disponibilizadas.

Para empresas maiores e cuja retenção de dados para fins de auditoria pode ser uma condição, o G Suite oferece o Vault. A ferramenta permite que os administradores do sistema (ou pessoas com privilégio para tal) pesquisem e retenham e-mails, arquivos no Drive, grupos de Google e conversas no Hangouts. Os dados de uma auditoria podem ficar registrados por até 100 anos (!).

Vault - ferramenta para auditoria do G Suite
Fonte: G Suite

Ainda com foco na segurança das informações, também está disponível no G Suite uma ferramenta para gerenciamento de dispositivos móveis. Ela permite, entre outras coisas, que um celular seja bloqueado e tenha seus dados apagados remotamente, em caso de roubo ou perda. O gerenciamento de dispositivos móveis pode ser feito tanto em dispositivos cedidos pela empresa quanto em smartphones e tablets particulares, usados pelos funcionários para fins profissionais.

Usando o G Suite na prática

Sou usuário do G Suite há pelo menos 10 anos e pude acompanhar de perto a evolução da ferramenta, desde que ela era conhecida como Google Apps. Por isso, vou mostrar a seguir um compilado dos procedimentos básicos de configuração do G Suite.

O que você verá a seguir não é exatamente um tutorial, mas pode ser um ponto de partida para aqueles que estão configurando o G Suite pela primeira vez.

Acessando o painel de administração

Depois de se cadastrar e criar uma conta no G Suite, você tem acesso ao painel de administração. As instruções para acesso ao painel do G Suite são enviadas para o e-mail informado no momento do cadastro. O e-mail de acesso e a senha são definidos no momento do cadastro.

A página inicial do painel reúne links para as principais funções do serviço. É através deste painel que o administrador realiza o gerenciamento de todos os aspectos da plataforma. Os usuários regulares não têm acesso ao painel, apenas os administradores.

Página inicial do painel de administração do G Suite
Página inicial do painel de administração do G Suite

É possível esconder qualquer um dos ícones usando o link “mais controles”, na base da página. Também é possível mover e reorganizar os ícones de acordo com a preferência do usuário.

Configurando um domínio

Para que seja possível utilizar o G Suite é necessário configurar um domínio personalizado. Somente após a configuração do domínio será possível, por exemplo, enviar e receber e-mails. Para iniciar a configuração, acesse o ícone “Domínios”, na página inicial.

Na área de domínios, duas opções estão disponíveis: “Adicionar/remover domínios” e “Domínios externos permitidos”. A primeira opção, “Adicionar/remover domínios”, é a que você deve acessar para configurar um domínio para a sua conta no G Suite.

Área de gerenciamento de domínios no G Suite
Área de gerenciamento de domínios no G Suite

Na tela seguinte, clique no botão “Adicionar um domínio ou um alias de domínio”. Uma janela se abre com opções para a inserção do domínio.

Tela para adicionar um novo domínio

Ao usar a opção “adicionar um alias de domínio”, este novo domínio passa a funcionar como um espelho do domínio principal. Ou seja, se alguém possui o e-mail fulano@dominio-principal.com, um alias cria automaticamente um espelho desta conta, mas com o mesmo domínio (fulano@dominio-secundario.com). A mesma caixa postal pode ser usada para enviar e receber os mesmos e-mails, a partir destes dois endereços.

A opção “Adicionar outro domínio” é a que deve ser usada para configurar um domínio completamente novo. Se já existir um domínio configurado na conta, essa opção pode ser usada para inserir um novo domínio. Ao contrário da primeira opção, os domínios inseridos por aqui funcionam de maneira completamente independente. Dessa forma, ao criar um novo usuário no G Suite, você precisa escolher sob qual domínio a conta será criada.

Adicionar um domínio ou alias de domínio

Após escolher uma das opções, você deve verificar a propriedade do domínio. Isso é necessário para que o G Suite confirme que você realmente tem acesso à administração do domínio em questão. A verificação pode ser feita de 4 formas distintas. O método recomendado é a inserção de um registro TXT na área de administração de DNS do domínio.

Tela de confirmação de propriedade de domínio
Método recomendado para verificação de domínios

Outras possibilidades de verificação incluem a inserção de uma tag HTML em uma página na raiz do domínio, o upload de um arquivo HTML ou a verificação usando uma conta do Google Analytics.

Métodos alternativos para verificação de domínios no G Suite
Métodos alternativos para verificação de domínios no G Suite

A verificação do domínio pelo G Suite pode levar algumas horas se o método escolhido for a inserção de uma entrada de DNS (que é justamente o método recomendado). Esse tempo de espera é inerente ao funcionamento do DNS, cuja propagação se dá em intervalos de tempo pré-definidos. Portanto, se você optou por um destes métodos, espere algumas horas antes de clicar no botão “Verificar”. Se o método escolhido foi um dos demais (tag HTML, arquivo HTML ou Google Analytics), então a verificação é imediata.

A etapa de verificação do domínio é fundamental, pois, como mencionamos anteriormente, somente após a verificação você estará apto a usar todos serviços disponíveis no G Suite.

Voltando à tela inicial da área de domínios, a opção “Domínios externos permitidos” possibilita a inclusão de domínios de outras contas do G Suite e ela tem o propósito de autorizar o compartilhamento de recursos com outras contas. Isso pode ser útil em alguns cenários, como por exemplo quando uma organização permite que os arquivos do Drive sejam compartilhados apenas entre membros da empresa. Se existir uma empresa parceira, o domínio desta empresa pode ser incluído aqui, para permitir o compartilhamento de arquivos com esta empresa.

Domínios externos permitidos no G Suite

Criando contas de usuário

Qualquer pessoa de sua empresa ou organização, para fazer uso do G Suite, precisa ter uma conta de usuário. Como mencionamos anteriormente, os usuários do G Suite não têm acesso ao painel de administração, mas apenas às diversas ferramentas oferecidas pelo serviço. O administrador do G Suite pode, a qualquer momento, restringir ou aumentar as permissões de um usuário ou de um grupo de usuários.

Para criar um usuário no G Suite, acesse a área “Usuário” na página inicial do painel. Uma vez dentro da área, você pode visualizar a lista de usuários existentes (se existirem) ou apenas o botão para criação de usuários.

A página de usuários exibe a lista de usuários existentes no G Suite
A página de usuários exibe a lista de usuários existentes no G Suite

Clique no botão com o ícone “+” para criar um usuário. Na janela que se abre, você deve inserir as informações do usuário, como nome, sobrenome, e-mail (que será usado dentro do G Suite), telefone e uma senha. A senha pode ser gerada automaticamente ou pode ser definida pelo administrador. Há ainda a opção de pedir para que o usuário redefina a senha após o primeiro login.

Tela para a criação de um novo usuário
Tela para a criação de um novo usuário

Após a criação dos usuários, a lista aparece na página inicial. Ao clicar sobre um usuário, o administrador tem acesso à informações compiladas relativas ao uso do G Suite pelo usuário. Informações como o armazenamento utilizado, quantidade de documentos criados, entre outros, estão disponíveis nesta página. Também é aqui que a administração do usuário ocorre, permitindo, entre outras coisas, a edição de seu perfil e permissões de acesso.

Painel com detalhes do perfil do usuário e informações sobre o uso das ferramentas
Painel com detalhes do perfil do usuário e informações sobre o uso das ferramentas

Personalizando o G Suite com a marca da sua empresa

O Suite permite a personalização de alguns aspectos de suas ferramentas. Esta personalização está disponível na área “Perfil” do painel.

Página para customização do perfil da empresa
Página para customização do perfil da empresa

Nesta área, entre outros aspectos, é possível alterar o nome da empresa, o contato do administrador principal, o idioma, fuso horário etc. Também é permitido inserir uma mensagem de suporte padrão. Dessa forma, caso seus usuários tenham alguma dificuldade durante o uso de alguma ferramenta, podem receber uma mensagem personalizada pelo administrador.

O G Suite é uma ferramenta em constante evolução e é provável que, durante a sua utilização, novos recursos sejam adicionados ao longo do tempo. Por isso, os administradores podem definir como e quando novas funcionalidades são disponibilizadas para os usuários da organização. Você pode definir, por exemplo, que as atualizações serão implementadas à medida que forem lançadas ou apenas quando liberadas por você.

Um ponto interessante a se personalizar é a inserção do logotipo da sua empresa. Uma vez personalizado, o logotipo passa a ser exibido nas principais ferramentas, como o Gmail e o Google Drive. Para inserir o logotipo da sua empresa, basta acessar a área “Personalização” e fazer o upload de uma imagem.

Página para inserção do logotipo da empresa
Página para inserção do logotipo da empresa

Apps – gerenciando aplicativos e configurações do G Suite

A configuração dos aplicativos do G Suite é realizada na área “Apps”, disponível na página inicial do painel. Os principais aplicativos são administrados na área “G Suite”, dentro do painel “Apps”.

Página para gerenciamento de aplicativos
Página para gerenciamento de aplicativos

Nesta área, o administrador pode escolher quais aplicações serão disponibilizadas e também aplicar regras padrão para novas contas. Ao acessar um aplicativo, as opções de administração são exibidas, de acordo com o aplicativo selecionado.

Lista dos principais aplicativos disponíveis no G Suite
Lista dos principais aplicativos disponíveis no G Suite

Também é aqui que se define endereços alternativos para os aplicativos. O Gmail, por exemplo, pode ser configurado para ser acessado por um endereço como mail.suaempresa.com. O Drive poderia ser drive.suaempresa.com ou qualquer outro subdomínio desejado.

Tela de configuração global do Gmail
Tela de configuração global do Gmail

Estes e muitos outros recursos de personalização e configuração de aplicativos estão localizados na área “Apps” do G Suite.

Área de cobrança do G Suite

As configurações de cobrança podem ser editadas na área “Faturamento” do painel. É aqui que se define, por exemplo, o plano desejado e a forma de pagamento.

A página inicial de cobrança exibe o plano escolhido e uma previsão do faturamento
A página inicial de cobrança exibe o plano escolhido e uma previsão do faturamento

Para pagamentos diretamente ao Google, apenas cartões de crédito internacionais são aceitos. Se você optar por contratar o G Suite através de uma empresa no Brasil, então outras formas de pagamento podem ser usadas, de acordo com o disponibilizado pela empresa escolhida. A Locaweb oferece o G Suite com pagamentos em real a partir de R$ 19,90 por usuário/mês.

Na área de pagamentos é possível alterar o método de pagamento e fazer download de faturas anteriores
Na área de pagamentos é possível alterar o método de pagamento e fazer download de faturas anteriores

A cobrança no G Suite é feita por usuário. Portanto, cada novo usuário criado passa a contar para o cálculo da mensalidade. No plano Basic, o custo é de R$ 24,30 por usuário, cobrado a cada mês. O valor total é calculado no final do mês e é proporcional ao número de usuários e também ao período de existência do usuário. Por exemplo, se você criou apenas um usuário na metade do ciclo de pagamento, o valor será proporcional e ficará perto de R$ 12. No mês seguinte, se nenhum outro usuário for inserido, a cobrança será cheia, dos R$ 24,30 referentes a este único usuário.

Suporte técnico para o G Suite

O suporte técnico está disponível apenas para usuários com perfil de administrador. Usuários comuns devem solicitar suporte aos administradores do G Suite na empresa. Aos administradores, caso seja necessário receber ajuda especializada, basta clicar no ícone de ponto de interrogação, no canto superior direito do painel. Uma caixa de busca é exibida. Ela permite procurar por artigos de ajuda. No entanto, para entrar em contato diretamente com o suporte, clique no link “Entrar em contato com o suporte”, na base da lista de artigos.

Contatos com o suporte técnico podem ser feitos apenas por administradores
Contatos com o suporte técnico podem ser feitos apenas por administradores

Os canais de suporte disponíveis são: Bate-papo (chat), Telefone e E-mail. Nos três casos o suporte é oferecido em português.

Sempre que precisei acionar o suporte do G Suite, utilizei o canal telefônico, apenas por julgar mais conveniente. Em todos os contatos a dúvida era relacionada a alguma configuração cuja instrução não encontrei nos links de ajuda. O atendimento, em todas as vezes, foi realizado por uma pessoa de nacionalidade portuguesa. Apesar disso, não houve qualquer dificuldade na comunicação e o meu problema foi resolvido em 100% das ligações.

Para viabilizar o suporte telefônico, é necessário informar um PIN, que é gerado temporariamente dentro do painel. Após escolher a opção de atendimento telefônico, os números de contato são exibidos. O PIN, uma vez gerado, pode ser usado em até 1 hora. Expirado este prazo, um novo PIN pode ser gerado no mesmo local.

Um PIN é necessário para viabilizar o atendimento telefônico
Um PIN é necessário para viabilizar o atendimento telefônico

O atendimento telefônico está disponível 24 horas por dia, de domingo a domingo. A ligação é gratuita para todo o Brasil, através de um número 0800.

Afinal, G Suite é bom?

Sim, o G Suite é uma excelente plataforma de serviço e que atende, com folga de recursos, pequenas a grandes empresas. Não é a toa que, em nossa avaliação, o G Suite é considerado o melhor serviço de e-mail profissional, dentre as principais opções disponíveis no mercado.

Indo além do aspecto do e-mail profissional, o G Suite inclui recursos que podem ser cruciais para a sua empresa. Desde ferramentas de criação e colaboração até sistemas de controle e segurança para grandes empresas.

Se você quer experimentar por conta própria todo o poder de fogo do G Suite, aproveite os 14 dias gratuitos disponíveis através do link abaixo.

Testar G Suite gratuitamente

Review G Suite por : nota 4.9 - 4.9

4 Comentários

  1. Saulo

    Boa tarde.
    Tenho uma dúvida.
    Quantos mails posso ter com o mesmo domínio? Quantos mails o Gmail oferece? É isso ao que gsuite se refere a usuários ou conta?
    Exemplo: contato@empresa.com e telefone@empresa.com
    E eu posso ter o domínio .com.br e o mail pelo gsuite ter mesma extensão né?

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Saulo,
      Você pode ter quantos e-mails desejar dentro do mesmo domínio no G Suite. Mas lembre-se de que o G Suite cobra por usuário. Ao criar um usuário, você necessariamente precisa criar um e-mail para este usuário.

      Vale lembrar que o G Suite possui um recurso chamado alias, que é uma espécie de endereço adicional para um e-mail. Por exemplo, o e-mail roberto@empresa.com pode ter o alias roberto.silva@empresa.com. Se alguém enviar um e-mail para qualquer um destes endereços, o e-mail vai chegar na mesma caixa de entrada. Da mesma forma, é possível enviar e-mails tendo como remetente roberto@empresa.com e roberto.silva@empresa.com. Não há cobrança adicional para o uso de alias. Essa é uma maneira interessante de economizar. Vamos supor que você tenha o e-mail saulo@site.com e quer divulgar o e-mail contato@site.com no seu site. Basta criar um alias e você não terá que pagar por um usuário adicional para contato@site.com. É claro que nem sempre essa é uma boa opção, principalmente se mais de um usuário precisam ter acesso à caixa de entrada, mas em alguns casos pode ser bastante útil.

      Quanto à extensão, sim, você pode ter um domínio com a extensão .com.br e usar o G Suite com este mesmo endereço. Para isso, ao contratar o G Suite, você precisa configurar o seu domínio para enviar todo e qualquer e-mail para os servidores do G Suite. Esta configuração é feita no local onde você registrou o domínio ou na empresa de hospedagem, caso exista uma.

      Espero ter ajudado! Qualquer dúvidas, basta entrar em contato.

      Responder
  2. Richard

    Olá,
    Parabéns pela matéria.
    Tenho uma duvida, no G suite eu preciso ter um dominio registrado ou ele faz isso pra mim?
    Obrigado

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Richard,
      Sim, você precisa ter um domínio registrado para usar o G Suite. A plataforma do G Suite não possui a opção de registro, então isso precisa ser feito em uma empresa externa. O próprio Google possui um serviço de registro de domínios, o Google Domains. No entanto, eles não trabalham com a extensão .br. Nesse caso, sugiro que utilize o Registro.br ou outra empresa que trabalhe com essa terminação.
      Após o registro, você deve verificar a propriedade do domínio no G Suite e em seguida configurar os registros MX.
      Qualquer dúvida, basta entrar em contato.
      Abraços.

      Responder

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉