G Suite para organizações sem fins lucrativos: o que é e como conseguir gratuitamente para a sua ONG

G Suite para organizações sem fins lucrativos

Criada pela Google, o G Suite é a nossa solução preferida de e-mail profissional. Mas a verdade é que ele engloba muito mais do que isso, sendo uma das melhores suítes de aplicativos de comunicação online da atualidade. Embora seja uma ferramenta paga, o que nem todos sabem é que existe uma iniciativa do G Suite para organizações sem fins lucrativos.

Através dela, o G Suite é disponibilizado gratuitamente às ONGs brasileiras. A iniciativa é parte do programa Google for Nonprofits ou Google para organizações sem fins lucrativos, como é chamado no Brasil. Lançado internacionalmente em 2011, o programa está disponível no país desde 2015.

O Google para organizações sem fins lucrativos oferece uma série de recursos gratuitos para ONGs, entre eles o G Suite, o AdWords e o Youtube Premium. Neste artigo, falarei especificamente sobre o G Suite, que considero um dos recursos mais importantes do programa.

A seguir, saiba mais sobre a ferramenta, os benefícios que ela oferece para ONGs e como conseguir acesso gratuito para a sua instituição beneficente.

O que é o G Suite?

O G Suite é uma suíte de aplicativos de comunicação online, criada pela Google. Quando foi lançada, em 2006, chamava-se Google Apps. Talvez você não esteja familiarizado com o nome da ferramenta, mas provavelmente já utiliza seus aplicativos — ou similares da concorrência — no seu dia a dia pessoal ou profissional.

Principais aplicativos do G Suite

Laptop exibindo a caixa de entrada do e-mail com uma lupa sobre os serviços do G Suite
Crédito da imagem: Google G Suite

Assim como nas versões pagas, o G Suite para organizações sem fins lucrativos vem com uma série de aplicativos úteis para qualquer organização, independente do seu tamanho ou do segmento em que atua.

Entre os aplicativos de comunicação estão as ferramentas de e-mail (Gmail), agenda (Google Agenda) e conversa via chat e vídeo (Hangouts). O Gmail e a agenda trazem recursos profissionais, que a versão pessoal não possui. Já o Hangouts, para quem não conhece, funciona de forma parecida com o Skype.

Para colaboração, o G Suite disponibiliza ferramentas para criação de documentos de texto, planilhas, apresentações, formulários, sites, entre outros. O mais interessante é que esses documentos podem ser compartilhados com outros usuários, que podem visualizar, comentar e/ou editar conforme a permissão atribuída a cada um. Esse pacote de ferramentas é, em parte, semelhante ao Microsoft Office, que ganhou uma versão online e continua sendo usado até hoje.

Já o Drive é a solução para armazenar e compartilhar arquivos. Antigamente esse armazenamento era feito comumente no HD do computador — ou em HDs externos —, mas tem migrado cada vez mais para as soluções online. Esta nova modalidade, além de oferecer muito mais segurança, permite que os arquivos sejam compartilhados com outros usuários e fiquem acessíveis de qualquer dispositivo, graças ao armazenamento em nuvem.

Há ainda outras soluções mais avançadas de segurança e controle do G Suite, oferecidas em planos superiores, e que não estão incluídas no plano gratuito do G Suite para ONGs. Para ver esta e outras informações detalhadas sobre o G Suite, leia este review.

Recursos do plano G Suite gratuito para ONGs

O G Suite para organizações sem fins lucrativos oferece acesso gratuito ao plano Basic, configurado no domínio da instituição. Domínio é um endereço personalizado na Internet, como google.com.br. Usado em sites e e-mails profissionais, um domínio custa cerca de R$ 40 por ano e é oferecido por várias empresas de registro de domínio.

Mesmo sendo o plano mais básico, essa versão do G Suite é muito robusta e mais do que suficiente na grande maioria dos casos. Para você ter uma ideia, o plano Basic é comercializado por 6 dólares por mês para cada usuário. Por esse preço já dá para ter noção de que não é pouca coisa, concorda?

Confira abaixo os principais recursos do G Suite Basic:

  • E-mail profissional do Gmail, que permite o uso de domínio personalizado e não exibe anúncios;
  • Aplicativos de agenda, de mensagem instantânea (Hangouts) e de documentos (texto, planilhas, apresentações, sites etc.);
  • Armazenamento e compartilhamento de arquivos via Google Drive;
  • 30 GB de armazenamento de arquivos por usuário (para Gmail e Drive);
  • Acesso em vários dispositivos (computador, smartphone ou tablet);
  • Disponível mesmo sem conexão à Internet;
  • Compatível com o Microsoft Office;
  • Painel de administração centralizado;
  • Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, por telefone, e-mail e online.

Para ver a lista completa de recursos do G Suite e comparar suas versões (inclusive pagas), confira esta página do Google. Se por alguma razão, optar por contratar uma versão paga, clique aqui e aproveite para fazer um teste gratuito de 14 dias.

Por que usar o G Suite para organizações sem fins lucrativos?

Para mim, há apenas pontos positivos ao usar o G Suite em uma organização beneficente. O motivo é simples: seja qual for o tamanho da ONG, ela com certeza utiliza ao menos uma das ferramentas oferecidas pelo G Suite.

Somado a isso, está o fato de que se tem acesso gratuito à uma ferramenta robusta, que milhões de empresas e profissionais pagam para usar. Mesmo que não se utilize todos os recursos do G Suite, ainda assim será uma grande vantagem.

Talvez você esteja se perguntando se a sua ONG precisa de tantos recursos. A resposta é sim, se as pessoas que trabalham nela realizam ao menos uma das seguintes atividades:

  • Utilizam e-mail, mesmo que seja apenas uma conta gratuita (ex: Gmail).
  • Utilizam algum tipo de agenda, de papel ou online, onde estão marcados os compromissos e datas importantes.
  • Criam e compartilham documentos, seja uma apresentação para doadores e voluntários, um orçamento mensal ou relatórios internos.
  • Armazenam e compartilham arquivos com outras pessoas, como planilhas, relatórios, fotos, vídeos e outros materiais.
  • Utilizam meios de comunicação (ex: chat e vídeo) para realizar reuniões ou para manter funcionários, voluntários e parceiros informados.
  • Mantêm ou pretendem criar um site para a ONG, mesmo que gratuito.

Todas essas funcionalidades estão disponíveis no G Suite. E o melhor, de forma gratuita para a sua ONG. Sem pegadinha, sem contrato, sem data de validade. Então, se é algo necessário e não custa nada, por que não utilizar a melhor ferramenta de e-mail da atualidade?

Benefícios do G Suite para ONGs

Mesmo que na sua ONG vocês já utilizem outros serviços gratuitos para realizar as atividades acima, o G Suite trará outros benefícios, que as soluções usadas atualmente talvez não ofereçam, tais como:

Maior credibilidade e profissionalismo

Com o G Suite, é possível criar e-mails personalizados usando seu próprio domínio, em vez de usar um endereço gratuito. É muito mais interessante ter um endereço de e-mail profissional, parecido com contato@organizacao.org.br do que usar um e-mail gratuito, como organizacao@gmail.com.

Além disso, o G Suite para organizações sem fins lucrativos oferece contas ilimitadas de e-mail, com 30GB de espaço cada. Sendo assim, é possível criar contas de e-mail diferentes para cada setor ou funcionário, em vez de concentrar toda a comunicação em apenas uma conta. Isso sem contar o espaço infinitamente maior do que nas soluções gratuitas.

Maior organização e segurança

Ao criar sua conta no G Suite, todos os aplicativos ficam concentrados no seu domínio. Contas de e-mail, arquivos, agenda, conversas e tudo mais que for criado fica associado ao domínio em questão, facilitando a organização.

Essa configuração também oferece muito mais segurança, já que nenhum dado fica perdido caso algum um funcionário deixe a organização. Infelizmente é muito comum alguém sair e levar consigo o login e senha de uma conta de e-mail, que ninguém mais tem. Com a administração centralizada, nenhum documento ou e-mail é perdido, mesmo que um integrante deixe a organização.

Mais recursos e integração

O G Suite é um pacote completo de aplicativos, que inclui soluções de armazenamento, comunicação, colaboração e gerenciamento. Tudo isso integrado em apenas uma conta, o que facilita muito a administração e utilização, se compararmos com soluções não integradas.

Para complementar, existe a possibilidade de acessar os aplicativos de diferentes dispositivos (computador, smartphone ou tablet) e até mesmo sem Internet. O G Suite permite trabalhar de modo offline, quando necessário.

Por fim, o usuário do G Suite para organizações sem fins lucrativos conta com o mesmo suporte técnico oferecido aos usuários pagos. Ele está disponível todos os dias, 24 horas por dia, via telefone e e-mail. Por sinal, já testei o suporte deles mais de uma vez e em todas foi excelente. Há também muito material de ajuda do Google, disponível online.

Quem pode ter acesso ao G Suite para organizações sem fins lucrativos

As seguintes instituições podem ser beneficiadas com o G Suite gratuito, oferecido através do programa Google para organizações sem fins lucrativos:

Além disso, é preciso que a organização esteja registrada na TechSoup Brasil, entidade responsável por verificar e validar as instituições no programa. Esse registro é gratuito e pode ser feito antes ou em conjunto com a solicitação da conta Google. Explicarei mais sobre isso adiante.

Entidades que NÃO estão qualificadas para esse programa:

  • Entidades ou organizações governamentais;
  • Hospitais ou organizações de saúde;
  • Escolas, creches, instituições acadêmicas ou universidades (nesses casos, acesse o Google for Education, programa direcionado a instituições de ensino). Já as divisões filantrópicas das organizações de ensino estão qualificadas.

Como criar uma conta Google para organizações sem fins lucrativos

Para ter acesso ao G Suite gratuito é preciso ter uma conta no programa do Google para organizações sem fins lucrativos. Uma vez cadastrado, você poderá ativar o G Suite e outras ferramentas que necessitar.

O passo a passo simplificado para criar a conta segue abaixo:

  1. Registre seu usuário e organização no site da TechSoup Brasil, entidade responsável por verificar as instituições no programa. É necessário enviar a documentação da entidade (Estatuto e CNPJ retirado do site da Receita). *Opcionalmente, esse registro pode ser feito em conjunto com a solicitação da conta Google para organizações sem fins lucrativos.
  2. Aguarde o retorno da TechSoup com a validação de registro da sua organização. O processo costuma durar até 5 dias úteis. Uma vez aprovado, espere 24 horas antes de fazer o cadastro no Google para organizações sem fins lucrativos. Essas orientações são da própria TechSoup.
  3. Crie uma conta no site do Google para organizações sem fins lucrativos. Você poderá usar uma conta Google existente, se desejar. Caso já tenha registro na TechSoup, use o código de verificação nesta etapa.
  4. Aguarde o recebimento de um e-mail informando que a sua organização sem fins lucrativos foi verificada e validada.
  5. Ative a conta Google e comece a usar os produtos que necessitar. Neste link do Google você tem um guia de início rápido para organizações sem fins lucrativos.

Conclusão

Como vimos, o processo para ter acesso gratuito ao G Suite é relativamente simples e rápido, bastando que a organização sem fins lucrativos esteja devidamente registrada no país. Além disso, é preciso também que ela tenha um domínio, que será utilizado na configuração da conta Google.

Caso a sua ONG ainda não tenha um domínio, recomendo que registre com a terminação .org.br, exclusiva para instituições não governamentais sem fins lucrativos, registradas no Brasil. Outras opções de extensão são .org e .ong.br, com finalidade semelhante, mas que ao contrário de .org.br, não exigem documentação comprobatória. Neste link você conhece e compara as melhores empresas para registrar o seu domínio.

Se por algum motivo, a sua organização não foi contemplada, não desanime. Aprenda neste tutorial como criar um e-mail gratuito na plataforma Zoho e tenha muito sucesso! 🙂

Tags:

Por:

Profissional de marketing com mais de 10 anos de experiência na área digital, já liderou e participou da criação de dezenas de sites e blogs, desde pessoais até de grandes empresas. É cofundadora e autora do Tudo sobre Hospedagem de Sites.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉