O domínio que você quer não está disponível para registro? Veja 5 formas fáceis e eficientes de resolver

homem no computador e na tela o resultado: o domínio não está disponível para registro

Para ficar bem nos negócios online, você precisa de um bom ponto para a sua clientela. Em outras palavras, você precisa de um bom nome de domínio. Mas o que fazer se o domínio que você quer não está disponível para registro?

Não se preocupe. Existem soluções! Você pode fazer adaptações à sua ideia original, pode tentar comprar o domínio de quem registrou primeiro e pode ainda tentar resgatar esse domínio junto ao órgão regulador. Além dessas opções, você também pode partir para um processo administrativo ou judicial.

Viu só? São vários caminhos!

Vamos detalhar aqui as principais alternativas para você tomar a melhor decisão na busca pelo seu nome de domínio perfeito. Vamos lá!

1. Avalie mudar o domínio de topo

O domínio de topo (o TLD, top-level domain, em inglês) é a parte que sucede o nome do site e originalmente tem a função de designar o segmento de atuação. O “.com”, por exemplo, indica atividade comercial, mas se popularizou tanto que hoje é usado por diversos segmentos e representa cerca de 90% dos domínios nacionais.

O que geralmente é ignorado na hora da criação do domínio é que, além dessa opção mais comum, existem dezenas de outras possibilidades para serem usadas no final de cada domínio. Se você desenvolve atividades ambientais, por exemplo, pode usar “eco.br”; se você é ligado às artes, pode usar “art.br” e assim por diante. Também existem alternativas para você destacar a sua cidade, a sua área de atuação e até a sua profissão. No total, são 104 possibilidades disponíveis no site do Registro.br, o órgão que regula os domínios terminados em “br”.

Além disso, você pode visitar os sites das empresas que fazem registro de domínio onde mais alternativas (além do “.br”) estão disponíveis.

Dica: antes de criar o domínio, analise os outros já existentes que são semelhantes ao que você pretende criar. É interessante você avaliar se não é prejudicial para a sua marca ter outro domínio tão parecido com o seu. Aliás, é por isso que em alguns casos é recomendado que você compre diversos domínios semelhantes ao do seu site.

2. Use a criatividade

Você pode aproveitar esse desafio para fazer do limão uma limonada e criar um domínio ainda mais criativo do que o originalmente idealizado. Já pensou em brincar com o nome e inventar um domínio que pode diferenciar o seu negócio?

Por exemplo, um site que tem o objetivo de promover a cidade de Florianópolis poderia escolher o domínio “euamo.floripa.br”. Olha a ideia aí! Até a publicação deste artigo este domínio estava livre. Aliás, você pode aproveitar que novas categorias de domínios recém foram lançadas e já se antecipar. Fica a dica! ?

Vale também dar uma olhada neste post que oferece alternativas descoladas para você aguçar a criatividade.

3. Compre o domínio que você idealizou

Ok, não adianta! Você quer aquele domínio para chamar de seu! Tudo bem. É possível. Se o domínio não estiver associado a um site no ar, já é um ótimo começo. Você pode acessar o site Whois para tentar conseguir os dados do usuário e fazer uma proposta.

Agora, se o domínio já estiver associado a um site em pleno funcionamento, pense bem… Vale a pena perder dinheiro e energia nessa negociação? Se você avaliar que é importante, vá adiante e explique o seu caso.

4. Monitore o processo de liberação de domínios

O Registro.br abre um processo de liberação de domínios algumas vezes por ano. São casos de pessoas que desistiram da opção escolhida ou que tiveram o registro cancelado. Aqui você acessa o calendário com os prazos e a lista de domínios que estão esperando por um novo dono. Vai que o seu domínio perfeito está ali?

Dica: algumas empresas de hospedagem oferecem assistência nesse processo. A GoDaddy, por exemplo, oferece um serviço em que o cliente entra numa espécie de fila virtual pelo domínio desejado.

5. Se a sua marca está sendo usada indevidamente, considere um processo administrativo ou judicial

Agora, digamos que você lutou para construir uma marca e descobre que alguém criou um domínio com o nome do seu negócio e está ganhando cliques por você. Nesse caso, você deve recorrer aos seus direitos nas leis que regem a Propriedade Intelectual. Existem aí dois caminhos – o administrativo e o judicial.

A solução administrativa: mediação e arbitragem

Para resolver através de mediação, você pode procurar o Sistema Administrativo de Conflitos de Internet, o Saci. Mas atenção! O processo envolve custos (com taxas que partem de R$ 3.000, sem incluir especialistas, perícia e outras despesas). Aqui tem uma calculadora com estimativa de gastos conforme o valor da ação.

Dica: avalie a necessidade da medida, pois além do custo, o prazo do processo é de 90 dias e pode se estender por 12 meses.

A solução judicial:  ingressar com uma ação na Justiça

Se você avaliar que o caso é ainda mais grave com danos à imagem da sua empresa, você pode partir para uma processo judicial e requerer indenização. Nesse caso, reúna documentos, provas e procure um advogado.

Conclusão

O registro de domínio é o primeiro passo no processo de publicação de um site e é muito comum descobrir que o endereço desejado já está em uso. Isso não é motivo para desânimo. Afinal, conforme mostramos, existem diversas alternativas.

Agora que você já compreendeu como vencer essa etapa, que tal explorar os  benefícios oferecidos pelas empresas que fazem registro de domínio? Vale conferir o ranking das melhores empresas e as vantagens que cada uma oferece.

Ficou com dúvidas sobre o assunto ou tem alguma história sobre o seu registro pra contar? Deixe um comentário e vamos compartilhar conhecimento!

Publicado originalmente em 8/12/2017 - Atualizado em 4/01/2018

Por:

Jornalista com experiência em TV, rádio, revista e jornal. Tem artigos publicados em veículos de imprensa do Brasil e do exterior. Acredita que cada texto produzido tem o poder de transformar vidas e por isso zela pela qualidade e relevância de todos os conteúdos que tem em mãos.

2 Comentários

  1. CLÁUDIO DEL REY

    Muito bom, parabéns Vanessa da Rocha, conteúdo de primeira, sua ordenação na escrita favorece uma excelente comunicação.
    Massa

    Responder
    • Vanessa da Rocha
      Editora - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Cláudio! Obrigada!
      Se precisar de qualquer ajuda, conta com a gente!
      Boa sorte no seu site! 🙂

      Responder

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉