KingHost passa a aceitar bitcoins e litecoins como pagamento – veja entrevista sobre a iniciativa.

Kinghost passa a aceitar bitcoins e litecoins como pagamento

A KingHost passou a receber pagamentos através de criptomoedas desde a última quarta-feira (13). Bitcoins e litecoins são tipos de moedas virtuais que utilizam  a criptografia. A medida é uma alternativa para realizar transações financeiras na internet com mais segurança.

Segundo a empresa, o procedimento para contratar os serviços permanece o mesmo. A alteração para os clientes acontece no momento de efetuar o pagamento, quando a possibilidade de usar as criptomoedas é apresentada.

Nós entrevistamos a equipe da KingHost sobre o contexto da implementação da nova forma de pagamento. Quem respondeu as nossas perguntas foi o responsável pela infraestrutura do projeto, Felipe Olivaes e a gerente de marketing da empresa, Lívia Lampert.

TSHS: O que levou a empresa a implementar as criptomoedas como forma de pagamento?

KingHost: Nós acreditamos que as criptomoedas já representam uma revolução no mercado financeiro, e também uma oportunidade de realizar transações através da Internet de forma ainda mais segura (a cadeia de blocos que forma o blockchain é protegida por criptografia). O que pesou para a tomada de decisão por implementarmos as criptomoedas como forma de pagamento foi o desejo de incentivar e fazer parte dessa revolução, visto que quanto maior a aceitação no mercado, maiores serão as possibilidades de utilização, e mais confiantes os consumidores se tornarão para utilizá-las.

Em diversos momentos a KingHost já foi precursora na oferta de inovação para seus clientes: fomos a primeira empresa a dar suporte a IPV6 entre os servidores de hospedagem brasileiros, a suportar o Certificado SSL Let’s Encrypt em ambientes de hospedagem compartilhados, a fornecer uma hospedagem especializada para sites WordPress no Brasil. O direcionamento à inovação nos inspirou a lançar as criptomoedas novamente por primeiro. Há alguns anos um grupo de especialistas da KingHost já utiliza criptomoedas (o que facilitou implementarmos a forma de pagamento em tempo recorde) e queremos com esse movimento compartilhar nossa experiência com a adoção, bem como incentivar (seja com conhecimento ou com ferramentas) nossos clientes a também passarem a adotá-las em breve, afinal mais de 12 mil transações já são realizadas, só considerando a moeda Bitcoin.

TSHS: A Kinghost está sempre muito atenta à questão de segurança. Recentemente, postaram uma retrospectiva no blog do site mostrando que 2017 foi um ano forte nesse setor. A decisão de implementar as criptomoedas faz parte dessas ações visando a segurança?

K: Segurança é um fator-chave de sucesso para qualquer negócio online, e por isso somos tão atentos a esse aspecto. A adoção de criptomoedas é muito boa tanto para quem compra quanto para quem vende em termos de segurança e disponibilidade. Quem compra tem mais agilidade no pagamento (em comparação a modelos como boleto bancário e alguns formatos de depósito entre contas), funcionamento contínuo (pois não depende das compensações bancárias e horários específicos para transações), transparência e privacidade na transação.

Para quem vende, as criptomoedas eliminam os chargebacks e as fraudes (por estar tudo registrado no blockchain), garantem o funcionamento 24×7, utilização global (sem bloqueios ou burocracias de outras transações internacionais) e maior velocidade de recebimento (que agiliza também a ativação dos serviços para clientes), visto que não há intermediadores.

TSHS: Atualmente, do total de usuários dos serviços da Kinghost, qual a proporção de clientes que devem aderir a esse tipo de pagamento?

K: O potencial das tecnologias de criptomoeda e do blockchain são incríveis! Já temos hoje no mundo quase 20 milhões de wallets de blockchain, mas a maioria das pessoas ainda não fez uma compra. Por suas características de descentralização e segurança, as criptomoedas devem se popularizar rapidamente, e quanto mais empresas as aceitarem assim como a KingHost, mais acelerada será a evolução. Esperamos concluir 2018 com pelo menos 3% das compras realizadas utilizando criptomoedas, e para 2019, que este número já ultrapasse os 15% de representatividade da forma de pagamento.

TSHS: É possível projetar o que está vindo para 2018? O que os usuários podem esperar?

K: O que já podemos declarar é que vem mais inovação por aí! Agora quais e quando… Vão ter que esperar as próximas matérias. ;P

Os usuários podem esperar novas e melhores experiências com nosso ambiente. A KingHost olha para todos os aspectos que possibilitam os sites hospedados serem projetos de sucesso.


Tentou utilizar a nova forma de pagamento ou ficou com alguma dúvida? Você pode entrar em contato com o suporte técnico da empresa.

Se você tem algo a perguntar ou a opinar sobre o assunto, o espaço de comentários está a disposição para isso. Participe!

Publicado originalmente em 18/12/2017 - Atualizado em 18/12/2017

Por:

Jornalista com experiência em TV, rádio, revista e jornal. Tem artigos publicados em veículos de imprensa do Brasil e do exterior. Acredita que cada texto produzido tem o poder de transformar vidas e por isso zela pela qualidade e relevância de todos os conteúdos que tem em mãos.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉