.App: saiba tudo sobre essa extensão de domínio para aplicativos

Extensão de domínio .app é lançada
O .app é uma extensão de domínio criada para atender empresas e desenvolvedores de aplicativos que desejam ter um domínio personalizado para os seus apps. Assim como .com, .org e .net, a terminação .app é chamada de domínio de topo genérico ou gTLD (generic top-level domain). Em um endereço de domínio, por exemplo, ele é a última parte, como .com em Google.com ou .app em Incrivel.app.

Você pode estar pensando: será que existe a necessidade de criar uma extensão de domínios somente para aplicativos? A resposta é sim. A indústria de apps, como também são chamados os aplicativos, não para de crescer, o que indica que o lançamento da extensão .app já era esperado.

Para você ter uma ideia do tamanho do mercado, o Statista (em inglês) afirma que em 2017 havia mais de 2,8 milhões de aplicativos disponíveis somente no Google Play, loja de aplicativos para celulares que utilizam o sistema Android. Em segundo lugar estava a Apple Store, com 2,2 milhões de apps.

Temos aplicativos sobre qualquer coisa, não é mesmo? Desde bancos, jogos, mapas, até meditação e fitness, praticamente tudo hoje está em nosso smartphone.

Para quem o .app é indicado

Como falamos, a extensão .app é indicada para profissionais e empresas que trabalham com aplicativos, e já possuem ou querem criar um site para o seu app. Apesar dos aplicativos já existirem nas lojas de apps, ter um site permite divulgar melhor o aplicativo e manter a audiência engajada e atualizada sobre o seu produto.

E ainda que um aplicativo possa ter um site com domínio .com ou qualquer outra extensão disponível no mercado, o .app permite que se crie um domínio mais curto e fácil de memorizar, além de deixar claro de que se trata de um aplicativo. Mesmo quem já possui um endereço pode criar um .app e fazer o redirecionamento de domínio.

Para visualizar a diferença, imagine que você tem um aplicativo chamado “Fantástico”. Tempos atrás, você provavelmente escolheria o domínio fantasticoapp.com para o seu aplicativo. Até aí, parece um bom nome, mas isso se ele estivesse disponível, não é mesmo?

Com a nova extensão .app é possível registrar o domínio fantastico.app. Fantástico, né? Apesar de também ser um nome concorrido, o fato da extensão ser recente aumenta as chances de se conseguir aquele nome desejado e que há tempos foi registrado nas extensões mais populares.

Diferencial do .app está na segurança

Diferente da maioria das terminações disponíveis por aí, o .app é seguro por padrão. A extensão já está na lista pré-instalada de HSTS, tornando o uso do protocolo HTTPS obrigatório em todas as conexões a sites com domínio .app. Isso sem que haja necessidade de registro individual ou qualquer configuração extra.

Para que você possa entender melhor o que torna o .app mais seguro do que a maioria dos domínios que utilizam o HTTPS, precisamos falar um pouco mais sobre o HSTS, sigla que significa HTTPS Strict Transport Security. Vamos lá?

A lista pré-instalada HSTS vem embutida nas versões mais atuais de todos os grandes navegadores (Chrome, Firefox, Safari, Internet Explorer/Edge e Opera). Ela consiste em uma lista de domínios nos quais o navegador automaticamente força uma conexão segura por HTTPS. Por exemplo, gmail.com está nessa lista, o que significa que os navegadores acima jamais farão conexões inseguras para o Gmail. Se um usuário digitar http://gmail.com, o navegador primeiro mudará para https://gmail.com antes de enviar a requisição. Isso garante uma segurança superior porque nesse caso o navegador jamais fará um redirecionamento de página de http para https, o que poderia ser interceptado.

Sites .app precisam do SSL

Por conta disso, todos os sites que usarem o .app deverão usar o certificado SSL para funcionar corretamente. O certificado de segurança SSL protege a troca de informações entre o usuário e o site, através da criptografia. Isso significa que os visitantes de sites terminados em .app estarão protegidos contra problemas como malware em anúncios, rastreamento por provedores de internet (ISPs) e espionagem em redes wi-fi públicas.

Esta é mais uma iniciativa do Google para tornar a internet segura, através do uso disseminado do protocolo HTTPS. Outra iniciativa que também vem impulsionando a adoção do protocolo foi a de tornar o uso do SSL um fator de ranqueamento de sites nos resultados de busca do Google.

SSL é gratuito nos registros de domínios .app

Necessário nos sites .app, o certificado SSL é fornecido sem custo pelas principais empresas que comercializam a extensão. Nas simulações que fiz em diferentes empresas, o certificado é disponibilizado gratuitamente e de forma ininterrupta para os sites com essa extensão.

Após o registro do domínio .app, basta ativar o certificado SSL gratuito pelo painel da empresa. Veja este trecho explicativo, disponível no site da GoDaddy:

Seu registro do domínio .app inclui um crédito gratuito para nosso Certificado SSL Padrão. Depois de fazer o login, você precisará resgatar e ativá-lo na página Meus produtos para usar o Certificado SSL Padrão em seu site. Seu Certificado SSL Padrão gratuito qualifica-se para suporte apenas quando é utilizado com seu domínio .app. Para garantir suporte contínuo, não use este Certificado SSL Padrão gratuito com outro domínio.

Este é um grande diferencial do .app, pois em sites que usam outra extensão, quase sempre é preciso pagar pelo SSL. Custo este que pode chegar a centenas de reais por ano. Se este é o seu caso, a alternativa para economizar é verificar se a sua hospedagem permite o uso do certificado gratuito Let’s Encrypt.

A história por trás do .app

Tudo começou em 2012, quando a ICANN (Corporação da Internet para Nomes e Números Atribuídos) anunciou seu novo programa gTLD (em inglês), com o objetivo de expandir a lista de domínios de topo genéricos de 22 para mais de mil.

Desde então foram criadas novas extensões para comunidades, marcas, locais e até idiomas, ampliando e muito as possibilidades de se ter um endereço na internet. Na lista das novas terminações que foram criadas podemos citar .google, .bradesco, .nyc, .paris, .rio, .site, .online, .guru e também o .app. Cada um com regras específicas de uso e registro.

Apesar de ser lançada apenas em 2018, a extensão .app foi comprada em 2015 pela Google. A empresa pagou nada menos que 25 milhões de dólares pelo gTLD. O braço da gigante que foi responsável pela compra é a Google Registry (Charleston Road Registry Inc.), que atualmente detém 45 terminações, entre elas o .dev, que ainda será lançada no mercado.

Apesar dela ter comprado o .app, a venda não será feita pela Google Registry, e sim através de outras empresas. Isso porque empresas do tipo “Registry” geralmente não comercializam domínios diretamente para o público. Elas gerenciam os registros de nomes nos domínios de topo (TLDs), definem as regras e trabalham com as “Registrars” para a venda de domínios. Exemplos de “Registry” seriam a Verisign e o Registro.br, sendo que este último também registra diretamente.

Já “Registrar” é uma organização credenciada para vender domínios para o público, em uma variedade de extensões que muda conforme a empresa. Algumas trabalham no atacado, como a Tucows e a Enom. Outras registram domínios para o público final, como GoDaddy, DreamHost e Google Domains. Há ainda as revendedoras de domínios, que usam as “Registrars” e vendem para os usuários finais, como UOL Host, HostGator e Locaweb. Para ver a lista completa de “Registrars”, acesse este link da ICANN (em inglês).

Como e onde registrar um domínio .app

Lançada em 1º de maio em fase de pré-registro, o domínio .app está disponível para o público a partir de 08/05.

Quem quis garantir o domínio do seu aplicativo antes dos demais, precisou entrar em um leilão com preços que ultrapassaram 40 mil reais. Quem teve um pouco mais de paciência e não se importou em correr o risco de ficar sem o domínio preferido, deve pagar cerca de R$ 60 no primeiro ano, valor bem mais próximo do que vemos nas outras extensões.

Nem todas as empresas de registro de domínio que usamos no Brasil estão disponibilizando a extensão. Ou pelo menos, não neste momento. Das mais conhecidas e usadas aqui temos a GoDaddy e o Google Domains, sendo que a primeira iniciou desde o pré-registro.

Qualquer pessoa ou empresa pode registrar um domínio .app por um período de até 10 anos. Essa extensão, assim como outras internacionais, também permite ativar o serviço de privacidade de domínio, que oculta as informações do dono do endereço.

Confira abaixo algumas empresas que oferecem o registro de domínio .app:

EmpresaRegistro (1 ano)
GoDaddy (visitar site)R$ 56,99
Google Domains (visitar site)R$ 50
Name.com (visitar site)US$ 14,99
1&1 Internet (visitar site)US$ 12
Gandi.net (visitar site)EUR € 19,90

À medida que outras empresas passarem a disponibilizar o .app, atualizaremos esta tabela. Você também pode ver a lista completa e atualizada de empresas neste link do Google Registry.

Ficou interessado em registrar o seu domínio? Para conferir outras opções, acesse nossa lista com as principais empresas de registro de domínio.

Publicado originalmente em 8/05/2018 - Atualizado em 8/05/2018

Por:

Profissional de marketing com MBA pela FGV e mais de 10 anos de experiência na área digital. Já trabalhou em rádio, em empresa de tecnologia, teve uma agência digital e atualmente empreende no Tudo sobre Hospedagem de Sites. É apaixonada por sites desde o surgimento das primeiras ferramentas e adora ajudar as pessoas a criar os seus próprios sites.

2 Comentários

  1. Daniel

    Adquiri recentemente um dominio .app mas deparei com problema quando pesquiso meu site: http://www.fidelidade.app ele náo abre como link, faz como se eu estive pesquisando algo do tipo. Poderia me ajudar?

    Responder
    • Bill Bordallo
      Cofundador - Tudo Sobre Hospedagem de Sites

      Olá, Daniel,
      Consigo acessar normalmente o endereço http://www.fidelidade.app. Talvez o erro possa estar relacionado à propagação do DNS. Se for isso, nas próximas horas deve normalizar para você.
      Vale verificar se o domínio possui a entrada de DNS correta para o www. No caso, você deve inserir uma entrada do tipo A com o valor www apontando para o IP do servidor.
      Espero ter ajudado. Qualquer coisa, basta entrar em contato.
      Abraços.

      Responder

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados. Então, seu comentário não será exibido imediatamente após o envio.
Mas fique tranquilo(a), porque ele será respondido em breve. 😉